Folger dispara na ponta e vence em Brno corrida marcada por desempenho de gala de coadjuvantes

Jonas Folger disparou na ponta e venceu com larga de vantagem para o segundo colocado, o espanhol Luis Salom. Sandro Cortese completa o pódio do GP da República Tcheca

Novato na Aspar, Jonas exibiu um ótimo desempenho neste domingo (26) no GP da República Tcheca. Partindo da décima colocação, o germânico assumiu a ponta ainda nas primeiras voltas e disparou na liderança, recebendo a bandeirada com 5s918 de vantagem para Luis Salom, o segundo colocado.

O início da prova em Brno foi marcado por um domínio dos pilotos coadjuvantes. Miroslav Popov e John McPhee exibiram um bom ritmo, e conseguiram andar entre os ponteiros, mas perderam rendimento e a posição entre os ponteiros. O tcheco da Mahindra caiu nas voltas finais e abandonou, com o britânico cruzando a linha no terceiro posto.
 

Folger venceu com larga vantagem neste domingo em Brno (Foto: MotoGP)


Sandro Cortese e Maverick Viñales fizeram uma ótima prova de recuperação. Depois de despencarem na tabela, a dupla conseguiu reagir e lutou pelo top-3 até os metros finais. Salom apareceu na briga e conseguiu passar a dupla, que não conseguiu recuperar as posições.

Viñales ficou com o quarto posto, seguido por Álex Rins e Jakub Kornfeil. Danny Kent, que imprimiu um ritmo forte na parte final da disputa, ficou em sétimo, à frente de Romano Fenati e Miguel Oliveira. Alessandro Tonucci completa o top-10.

Saiba como foi a corrida deste domingo:

Por conta da chuva que atingiu o circuito de Brno, a largada foi dada com o asfalto um pouco úmido. Cortese saiu bem e assumiu a ponta nos primeiros metros, mas logo viu ZulFahmi Khairuddin saltar para a liderança.

Viñales caiu para terceiro, à frente de Rins. Quem fez um ótimo início de prova foi Éfren Vázquez. Saindo do 11º posto, o piloto da Laglisse usou a linha de fora e assumiu a ponta ainda na primeira volta. ZulFahmi vinha atrás, seguido por Folger.

Na sequência, Jonas atacou o malaio para assumir a segunda colocação e logo partiu em busca de Vázquez. McPhee também teve um bom início. O piloto da Racing Steps Foundation vinha em quarto, seguido por Kornfeil e o wild-card Popov.

Na ponta, Folger passou a pressionar Vázquez pela liderança, assumindo a ponta na terceira volta. Mais atrás, Cortese passou Viñales, e ocupava a sétima colocação. No nono posto vinha Salom, seguido por Oliveira, Rins, Faubel, Kent e Rinaldi.

Popov também impôs um forte ritmo, passando Khairuddin e Kornfeil para assumir o terceiro lugar. McPhee também ultrapassou ZulFahmi e subiu para quinto. Mais atrás, Viñales despencou para a 12ª colocação.
 

Salom garantiu vaga no pódio nos metros finais de Brno (Foto: MotoGP)


Na ponta, Folger abriu 9s639 de vantagem para a Kornfeil, o segundo colocado. Popov conseguiu passar Vázquez e recuperou a terceira colocação. Khairuddin também passou Éfren, que caiu para quinto, à frente de McPhee, Cortese, Rins, Salom e Viñales.

McPhee também passou Vázquez, assumindo o quinto posto. Na sequência, o espanhol da Laglisse perdeu rendimento e foi despencando na tabela.

Mais para frente, Cortese e Rins conseguiram ganhar a posição de McPhee, assumindo o quinto e o sexto posto, respectivamente. O britânico da Steps Foundation logo caiu para décimo, atrás de Salom, Viñales e Oliveira. Com nove voltas para o fim, Khairuddin conseguiu passar Popov e assumiu o terceiro lugar.

Tentando se recuperar, Cortese anotou 2min11s648, a volta mais rápida da corrida até então, e passou a pressionar Khairuddin pelo terceiro posto. Viñales também começou a se recuperar, passando Salom pelo sexto lugar.

Sandro tanto pressionou, que acabou passando ZulFahmi e ganhando a posição no pódio. O piloto da Red Bull KTM Ajo começou, então, a buscar Kornfeil, que tinha 5s115 de vantagem a seis voltas do fim. Maverick conseguiu passar Khairuddin e Rins e partiu em busca de Cortese, que seguia tirando a diferença para Jakub.

Ciente de que precisava terminar a prova na frente de Cortese para seguir com chances no Mundial, Viñales apertou o ritmo e começou a registrar uma volta rápida atrás da outra.

Na abertura da 15ª volta, Viñales tentou passar Cortese, mas o piloto da KTM conseguiu manter a frente. Mais atrás, Popov tocou Alexis Masbou e acabou caindo na reta de Brno. Khairuddin também caiu e abandonou a disputa.
 

Cortese segue líder do Mundial de Moto3 (Foto: MotoGP)


Pressionado por Viñales, Cortese conseguiu se aproximar de Kornfeil, que sustentava uma vantagem de 1s995 com três voltas para o fim. Pouco antes de abrir a última volta, Cortese e Viñales passaram Kornfeil, que ainda perdeu a posição para Salom. Por dentro, Luis conseguiu passar Maverick, passando a pressionar Cortese.

Nos metros finais, Salom passou Cortese, que não conseguiu reagir e cruzou a linha na terceira colocação.

Moto3, GP da República Tcheca, Brno, Final:
 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube