MotoGP

FOTO: Miller presta tributo às vítimas de massacre na Nova Zelândia e corre na Argentina com número estilizado

Jack Miller decidiu prestar um tributo às vítimas do massacre em Christchurch, na Nova Zelândia, e vai correr com um número estilizado na Argentina. No último dia 17, um extremista australiano matou 50 pessoas em ataques a tiros em mesquitas locais

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Jack Miller decidiu usar o GP da Argentina para prestar um tributo às vítimas do massacre de Christchurch, na Nova Zelândia. O Pramac divulgou imagens do número estilizado com que o australiano vai correr em Termas de Río Hondo.
 
No último dia 15, um extremista australiano de 28 anos matou 50 pessoas em ataques a tiros em mesquitas de Chistchurch. O assassino, que transmitiu o ataque pela internet, foi preso pelas autoridades locais.
Jack Miller presta tributo às vítimas de massacre na Nova Zelância (Foto: Pramac)
No dia do ataque, o piloto da Pramac já tinha usado as redes sociais para lamentar o massacre na mesquita.
 
“Profundamente entristecido pelas notícias dos ataques em Christchurch. Não posso acreditar”, escreveu Jack no Instagram. “Orações e condolências às famílias afetadas por esta tragédia. Fique forte, Nova Zelândia”, completou.