Bagnaia bate Rins com cronômetro zerado e lidera TL2 em Mugello. Quartararo é 4º

O italiano de Torino cravou 1min46s147 na última de 19 voltas e colocou a Ducati no topo da folha de tempos da MotoGP na Itália. 0s071 mais lento, Álex Rins ficou com o segundo tempo, à frente de Franco Morbidelli, o terceiro colocado no TL2 do GP da Itália

Francesco Bagnaia aproveitou para parabenizar Maverick Viñales pelo nascimento da filha (Vídeo: MotoGP)

Piloto italiano, moto italiana e circuito italiano: foi este o final que Francesco Bagnaia garantiu para o segundo treino livre da MotoGP em Mugello. O jovem de Torino cravou 1min46s147 na última de 19 voltas na tarde desta sexta-feira (28) para colocar a Ducati no comando da sessão vespertina.

Miguel Oliveira passou a maior parte da tarde no topo do ranking de tempos na Toscana, mas, já nos minutos finais do treino, Álex Rins pulou para a liderança. Com o cronômetro travado, porém, Bagnaia apareceu para superar o rival da Suzuki por só 0s017.

Francesco Bagnaia comandou a tarde da MotoGP em Mugello (Foto: Ducati)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Franco Morbidelli também melhorou no último giro e garantiu o terceiro posto, 0s184 atrás de Bagnaia. Líder do campeonato, Fabio Quartararo acabou em quarto, com Brad Binder também superando o português da KTM para completar um top-5 coberto por 0s289.

Takaaki Nakagami foi o sétimo, 0s009 atrás de Oliveira, o sexto. Aleix Espargaró colocou a Aprilia na oitava colocação, com Jack Miller e Johann Zarco fechando a lista dos dez mais velozes.

Joan Mir encerrou a atividade em 11º, à frente de Marc Márquez, que foi 0s826 mais lento que o ponteiro. Líder nesta manhã. Maverick Viñales foi só 17º, com Valentino Rossi aparecendo em 21º na corrida de casa.

A largada do GP da Itália, sexta etapa da temporada 2021 da MotoGP, está marcada para domingo, às 9h. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Saiba como foi o segundo treino da MotoGP em Mugello:

Tal qual aconteceu mais cedo, a tarde na Toscana era sol e céu azul. Às vésperas de o cronômetro passar a contar os 45 minutos do segundo treino livre para o GP da Itália, os termômetros mediam 25°C, com o asfalto chegando a 46°C. A velocidade do vento era de 10 km/h.

Já no início do TL2, ficou ainda mais evidente o teste da Yamaha com o dispositivo holeshot na dianteira. As quatro YZR-M1 do grid tinham o artefato que comprime o garfo para baixar a frente da moto.

Fabio Quartararo testou o holeshot dianteiro da Yamaha já no início do TL2 (Vídeo: MotoGP)

Com 1min47s878, Miguel Oliveira começou a sessão no topo da tabela, 0s229 melhor que Aleix Espargaró. Danilo Petrucci vinha na terceira colocação.

Miguel conseguiu melhorar nas duas voltas seguintes e manteve a ponta, abrindo 0s767 de margem para Takaaki Nakagami, o segundo colocado. Quartararo avançou para terceiro, à frente de Álex Rins e Iker Lecuona.

Ainda no início da sessão, Rossi escapou da pista na San Donato, a primeira curva de Mugello, mas se manteve em cima da M1 e voltou rapidamente para pista. O italiano testava um par de pneus duros e estava na última posição.

Miguel Oliveira começou o segundo treino do fim de semana mostrando força (Vídeo: MotoGP)

Enquanto isso, Rins foi a 1min46s942 e avançou para a segunda colocação, cortando a vantagem de Oliveira para 0s358. Aleix Espargaró avançou para terceiro, mas logo foi superado por Quartararo, que virou 0s296 melhor. Nakagami completava o top-5.

Francesco Bagnaia também avançou em Mugello ao cravar 1min47s511, se instando na sétima colocação, 0s030 à frente de Viñales. Johann Zarco e Iker Lecuona vinham logo atrás.

O vice-líder do Mundial, aliás, foi ainda melhor na sequência. Calçando um par de pneus médios na Desmosedici, o italiano anotou 1min46s648 e saltou para a segunda colocação, só 0s064 atrás de Oliveira. Viñales também foi mais rápido e era o quinto, com Joan Mir subindo para a nona colocação.

Valentino Rossi deu um passeio pela brita da San Donato (Vídeo: MotoGP)

Depois de alguns longos minutos de calmaria, os pilotos tentaram subir o ritmo. Oliveira seguia no topo da tabela de Mugello, com Bagnaia, Rins, Quartararo, Zarco, Viñales, Aleix Espargaró, Nakagami, Binder e Mir formando o top-10.

Rins avançou na sequência, pulando para terceiro, 0s137 atrás de Oliveira. Miller também melhorou e se colocou em quarto, 0s375 atrás do líder.

Restando menos de seis minutos para o fim da sessão, Rossi errou mais uma vez o ponto da freada da curva 1 e escapou de novo da pista. O italiano quase caiu na brita da San Donato, mas conseguiu voltar quase que de imediato.

Álex Rins e Marc Márquez durante o TL2 em Mugello (Vídeo: MotoGP)

Enquanto isso, Miller melhorou mais e passou Rins para ser terceiro, só 0s104 atrás de Oliveira. Mais atrás, Joan Mir avançou para a quinta colocação, com Nakagami se colocando em sétimo.

Quem também conseguiu avançar foi Michele Pirro. Com 1min47s107, o piloto de testes da Ducati subiu para oitavo, 0s523 atrás de Oliveira.

Faltando apenas pouco mais de um minuto para o fim, Álex Rins enfim destronou Oliveira, virando 0s148 melhor que o português. Quase que de imediato, Binder foi 0s218 mais lento que o piloto da Suzuki e assumiu o segundo posto.

Fabio Quartararo se irritou com tráfego no fim do treino (Vídeo: MotoGP)

Quartararo também melhorou antes da bandeirada e subiu para a segunda colocação, 0s154 atrás de Rins, que até abriu um bom giro, mas não manteve a forma na segunda metade do traçado.

Morbidelli, então, registrou 1min46s331 e tomou o segundo posto, 0s113 atrás de Álex. Quartararo perdeu na parcial final e não melhorou, mantendo o terceiro posto.

Já com o cronômetro travado em Mugello, Bagnaia bateu 1min46s147 e tomou o comando de Rins por 0s071.

LEIA TAMBÉM
⇝ Miller engrena com vitórias seguidas e assume protagonismo na temporada da MotoGP
⇝ WEB STORY: Com Miller, Zarco e Quartararo, MotoGP tem pódio incomum na França
⇝ Frio, chuva e reclamações: MotoGP precisa dar segurança e rever data do GP da França
⇝ Divertida e disputada, MotoE precisa de mudanças. E já tem parte da solução nas regras
⇝ Quartararo mostra evolução e consistência para brigar por título desperdiçado em 2020
⇝ Com Masià lesionado, Ajo escala Moreira para dois dias de testes da Moto3 em Barcelona
⇝ Yamaha e Ducati mostram forças opostas e disputam protagonismo na MotoGP em 2021
⇝ Ducati ou Yamaha: quem vai equipar a VR46 na temporada 2022 da MotoGP?
⇝ Descoberta de Barros e fruto do motocross: Moreira é nova joia do motociclismo brasileiro
⇝ Quartararo versus Miller: a trajetória dos protagonistas da temporada 2021 na MotoGP

MotoGP 2021, GP da Itália, Mugello, Treino livre 2:

1F BAGNAIADucati1:46.147 
2A RINSSuzuki1:46.218+0.071
3F MORBIDELLISRT Yamaha1:46.331+0.184
4F QUARTARAROYamaha1:46.372+0.225
5B BINDERKTM1:46.436+0.289
6M OLIVEIRAKTM1:46.584+0.437
7T NAKAGAMILCR Honda1:46.593+0.446
8A ESPARGARÓAprilia Gresini1:46.655+0.508
9J MILLERDucati1:46.688+0.541
10J ZARCOPramac Ducati1:46.840+0.693
11J MIRSuzuki1:46.847+0.700
12M MÁRQUEZHonda1:46.973+0.826
13P ESPARGARÓHonda1:46.986+0.839
14M PIRROPramac Ducati1:47.107+0.960
15D PETRUCCITech3 KTM1:47.129+0.982
16L MARINIAvintia VR46 Ducati1:47.154+1.007
17M VIÑALESYamaha1:47.195+1.048
18A MÁRQUEZLCR Honda1:47.326+1.179
19E BASTIANINIAvintia Ducati1:47.480+1.333
20L SAVADORIAprilia Gresini1:47.668+1.521
21V ROSSISRT Yamaha1:47.719+1.572
22I LECUONATech3 KTM1:47.792+1.645

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar