Bagnaia bate Quartararo por 0s039 e lidera terceiro treino da MotoGP em San Marino

Vindo de vitória, o italiano aproveitou a boa forma da Ducati em Misano para segurar o líder do Mundial e garantir o comando do terceiro treino da classe rainha. Jack Miller completou o top-3

Deu Ducati na manhã de sábado (18) em Misano. Em um dia de sol e pista seca, Francesco Bagnaia aproveitou o bom desempenho da Desmosedici no traçado para garantir o melhor tempo na terceira sessão de treinos livres para o GP de San Marino e da Riviera de Rimini.

Vindo de vitória em Aragão, o italiano de Torino anotou 1min31s936 na melhor das 19 voltas que completou nesta manhã e fechou a sessão com 0s039 de vantagem para Fabio Quartararo, o segundo colocado. Jack Miller foi 0s153 mais lento que o companheiro de Ducati e acabou em terceiro.

VEJA TAMBÉM
Fatos e curiosidades sobre o GP de San Marino e da Riviera de Rimini de MotoGP
Como fica o grid da MotoGP para a temporada 2022?

Francesco Bagnaia liderou a MotoGP nesta manhã (Foto: Divulgação/MotoGP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Joan Mir colocou a Suzuki na quarta colocação, 0s064 melhor que Maverick Viñales, que segue surpreendendo em Misano. Álex Rins foi o sexto, com Johann Zarco, Pol Espargaró, Jorge Martín e Michele Pirro fechando o top-10.

Marc Márquez se irritou nos minutos finais por perder a chance de aproveitar o vácuo de Mir e ainda caiu no último stint. Assim ficou apenas em 13°, 0s701 atrás do líder.

No primeiro fim de semana com a equipe de fábrica da Yamaha, Franco Morbidelli foi 0s708 mais lento que Pecco e fez o 14º tempo. Valentino Rossi foi 19º e Andrea Dovizioso, 21º.

Aleix Espargaró teve a melhor volta cancelada por exceder os limites da pista e acabou apenas em 16º, com 1min32s307.

A largada para o GP de San Marino e da Riviera de Rimini de MotoGP está marcada para as 9h (de Brasília) de domingo (19). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Saiba como foi o terceiro treino livre para o GP de San Marino e da Riviera de Rimini de MotoGP:

O sábado em Misano começou com sol, apesar de algumas nuvens no céu. Antes do terceiro treino da MotoGP, os termômetros mediam 27°C no ambiente e na pista, com o vento soprando a 8 km/h.

Seguindo a tradição, antes de ir para a pista Valentino Rossi revelou o capacete especial para a corrida de Misano: desta vez, uma homenagem à filha que espera com a namorada Francesca Sofia Novello.

Valentino Rossi fez um tributo à filha no capacete especial de Misano (Vídeo: MotoGP)

Com o traçado liberado, os pilotos não tardaram em sair para aproveitar o máximo de pista seca possível. Como aconteceu na sexta-feira, Maverick Viñales começou com o pé direito, de cara no topo da tabela de tempos com 1min34s251, 0s080 melhor que Joan Mir, o segundo colocado.

Takaaki Nakagami não demorou muito para assumir a ponta, 0s213 à frente de Mir. Aleix Espargaró vinha agora em terceiro, à frente de Marc Márquez. As posições, porém, mudaram rapidamente, já que Francesco Bagnaia e Michele Pirro apareceram para formar um 1-2 da Ducati.

Os italianos, contudo, foram superados quase que de imediato por Iker Lecuona, que chegou em 1min33s368, 0s014 melhor que Pecco. Já com um macio na traseira, Fabio Quartararo assumiu o comando a seguir, mas Bagnaia foi a 1min32s871 para retomar o cume da sessão, de novo à frente de Pirro.

Aleix Espargaró surgiu em seguida com 1min32s838 e pegou a liderança com 0s033 de margem para Bagnaia. Mir era agora o terceiro, com Pirro, Nakagami e Viñales fechando o top-6.

Bagnaia, então, cravou a melhor volta do fim de semana em 1min32s489, 0s284 mais rápido que Quartararo, o segundo colocado. Antes de o pelotão partir para a primeira rodada de paradas, Aleix Espargaró ficou com o terceiro posto, à frente de Jorge Martín e Mir.

Francesco Bagnaia registrou a melhor volta do fim de semana ainda no início do TL3 (Vídeo: MotoGP)

Depois de uma passagem pelos boxes, Viñales voltou para a pista com um pneu macio na traseira da RS-GP e foi a 1min32s200 para reassumir o topo da tabela, já com 0s289 de margem para Bagnaia. Quartararo era o terceiro.

Com cerca de 25 minutos de sessão, Rossi caiu na curva 13, mas apesar do susto, saiu sem ferimentos maiores e deixou a pista caminhando para pegar uma carona até os boxes da SRT.

Valentino Rossi escorregou ainda na primeira metade do TL3 em Misano (Foto: Reprodução)

Pecco não demorou muito a melhorar, mas a marca de 1min32s393 apenas reduziu para 0s193 o atraso em relação a Viñales. Quartararo tinha o terceiro tempo, seguido por Mir, Nakagami, Johann Zarco, Stefan Bradl, Aleix Espargaró, Jack Miller e Jorge Martín.

Depois de uma nova rodada de pit-stops, os pilotos voltaram para a pista com pneus macios na traseira. Era hora de buscar tempo entre os dez mais rápidos para avançar direto para a fase final da classificação.

Wild-card da Honda, Stefan Bradl sofreu uma queda na curva 14, mas escapou de lesões e logo voltou para sair da pista.

Quartararo, por outro lado, foi a 1min31s975 e assumiu a ponta, 0s225 melhor que Viñales. Nakagami também melhorou e subiu para quarto, com Franco Morbidelli aparecendo na sexta colocação.

Minutos finais do TL3 viram muitas mudanças na tabela de tempos (Vídeo: MotoGP)

Pouco depois, enquanto alguns pilotos tinham voltado aos boxes Joan Mir avançou para a segunda colocação, 0s161 atrás de Quartararo. Jorge Martín também tinha subido na tabela e agora aparecia em sexto.

Depois de ter uma volta cancelada por exceder os limites da pista, Bagnaia foi a 1min31s936 e tomou a liderança, 0s039 melhor que Quartararo. Rodando no vácuo de Pecco, Pirro subiu para sétimo, diante de Nakagami, Zarco e Marc Márquez.

Nos boxes da Honda, um breve momento de irritação do hexacampeão, que queria ir para a pista, mas ainda tinha o aquecedor de pneu na roda traseira da RC213V.

Enquanto isso, Miller subiu para terceiro, à frente de Mir, Viñales, Rins e Pol Espargaró.

Buscando tempo para ir direto ao Q2, Marc Márquez caiu na curva 14, mas não se machucou e logo levantou para tentar voltar. A Honda, porém, não funcionou e hexacampeão teve de encerrar o treino mais cedo.

Marc Márquez sofreu uma queda já nos minutos finais do TL3 em Misano (Foto: Reprodução)

Instantes antes da bandeira quadriculada, Danilo Petrucci caiu na curva 6, provocando mais um trecho de bandeira amarela na pista. O italiano, contudo, saiu sem ferimentos maiores.

Assim, foram poucos os que conseguiram melhorar nos minutos finais. Mas Johann Zarco saltou para oitavo, 0s428 mais lento que Bagnaia.

LEIA TAMBÉM
Bagnaia se agiganta em duelo com Marc Márquez e vence no melhor estilo em Aragão
Marc Márquez ainda tem em lesão limitador, mas segue sendo piloto vigoroso de antes

MotoGP 2021, GP de San Marino, Misano, Treino Livre 3:

1F BAGNAIADucati1:31.936 
2F QUARTARAROYamaha1:31.975+0.039
3J MILLERDucati1:32.089+0.153
4J MIRSuzuki1:32.136+0.200
5M VIÑALESAprilia Gresini1:32.200+0.264
6A RINSSuzuki1:32.324+0.388
8J ZARCOPramac Ducati1:32.364+0.428
8P ESPARGARÓHonda1:32.416+0.480
9J MARTÍNPramac Ducati1:32.427+0.491
10M PIRRODucati1:32.432+0.496
11T NAKAGAMILCR Honda1:32.447+0.511
12S BRADLHonda1:32.550+0.614
14M MÁRQUEZHonda1:32.637+0.701
14F MORBIDELLIYamaha1:32.644+0.708
15A MÁRQUEZLCR Honda1:32.807+0.871
16A ESPARGARÓAprilia Gresini1:32.838+0.902
17B BINDERKTM1:33.032+1.096
18I LECUONATech3 KTM1:33.041+1.105
19V ROSSISRT Yamaha1:33.053+1.117
20E BASTIANINIAvintia Ducati1:33.060+1.124
21A DOVIZIOSOSRT Yamaha1:33.074+1.138
22L MARINIAvintia VR46 Ducati1:33.146+1.210
23M OLIVEIRAKTM1:33.235+1.299
24D PETRUCCITech3 KTM1:33.325+1.389

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar