Bagnaia celebra vitória em Valência com capacete de Rossi: “Queria homenageá-lo”

Vencedor da última etapa da MotoGP em 2021, Francesco Bagnaia se diz contente por ter triunfado e homenageado Valentino Rossi usando um capacete inspirado ao do multicampeão em 2004

Despedida de Valentino Rossi da MotoGP (Vídeo: MotoGP)

Francesco Bagnaia conquistou sua quarta vitória na última etapa da MotoGP em 2021 em Valência e, acima de tudo, num dia especial: na despedida de Valentino Rossi do Mundial de Motovelocidade. Pupilo da academia VR46, Pecco não podia deixar de fazer sua homenagem. O piloto da Ducati decidiu correr com um capacete parecido com o que Valentino usava quando estreou na Yamaha, em 2004.

“O mais importante foi festejar a despedida do Valentino da melhor forma possível. Queria ganhar com o capacete que ele usava. Em 2004, quando ele estreou com a Yamaha, não foi fácil para ele e, por isso, foi a forma que achei para festejar a sua última corrida”, explicou ele, no final da corrida.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Valentino Rossi, Francesco Bagnaia, Luca Marini, Franco Morbidelli, Celestino Vietti, Marco Bezzecchi, Stefano Manzi, Andrea Migno, Niccolò Antonelli e Alberto Surra: pupilos da academia VR46 (Foto: VR46)

WEB STORY
Como ficou o grid de 2022 da MotoGP

“Quando comecei a pensar no que poderia fazer para homenagear o Vale, para surpreendê-lo, queria fazer um capacete especial, estava pensando na história dele e nos capacetes do passado, e o de 2004 foi um dos meus favoritos. Vale é um amigo e irmão mais velho, tem nos ajudado muito e tudo o que ele tem feito e está fazendo por nós [pilotos da academia VR46] é muito bom. Para mim é um grande dia por ter dedicado esta vitória a ele, com o capacete”, acrescentou o italiano.

De pupilo a amigo de Rossi, Bagnaia revela que não sentiu pressão para obter um bom resultado no mesmo dia da aposentadoria do italiano mais velho. Segundo ele, foi uma “pressão positiva”.

“Foi uma pressão positiva, não estava competindo por nada, por isso, me militei a fazer a minha corrida, a fazer o que fiz nos últimos fins de semana, e estou feliz por ter vencido com este capacete”, concluiu.

O pódio de Bagnaia foi completado por Jorge Martín e Jack Miller, duas Ducati. Além disso, o time dos italianos abriu 53 pontos de vantagem sobre a Yamaha e garantiu o Mundial de Equipes, com 433 pontos. Bagnaia, vice-campeão de 2021, finaliza a temporada com quatro vitórias, nove pódios e seis poles-position.

Depois de 26 anos, Valentino Rossi se despediu da MotoGP (Vídeo: MotoGP)

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar