Bagnaia destaca mudança de acerto e ajuda de Miller no TL4 para cravar pole em Austin

Francesco Bagnaia surgiu no fim da classificação para cravar a pole-position do GP das Américas, a terceira seguida no ano, mas tudo aconteceu graças a algumas novidades que conseguiu durante o sábado

Francesco Bagnaia não aparecia entre os favoritos para a pole-position para o GP das Américas, em Austin, neste sábado (2). Discreto durante todo o fim de semana, viu o companheiro Jack Miller ocupar as primeiras posições nos treinos livres, mas foi o italiano que brilhou na classificação, com uma grande volta para cravar o melhor tempo do dia.

Após a sessão, Bagnaia admitiu que não tinha encontrado o acerto ideal da Ducati ao longo dos primeiros treinos, especialmente com a variação das condições da pista e as muitas ondulações relatas pelos pilotos no Circuito das Américas.

“No início do fim de semana, estávamos nos perdendo com o acerto, pois estávamos tentando adaptar à moto aos buracos, mas, ao fazer isso, estávamos limitando a minha sensação com a moto”, relatou Bagnaia à emissora italiana Sky Sports.

Francesco Bagnaia marcou a terceira pole seguida no ano (Foto: Ducati)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“No TL4, decidimos voltar ao acerto de Misano e imediatamente me senti muito melhor. É tudo uma questão de feeling. Esta manhã, tive de me adaptar à moto, mas, assim que encontrei as sensações que queria, conseguir ser rápido”, detalhou.

Forte ao longo de todo o fim de semana, Jack Miller deu uma mão ao companheiro de equipe e o ensinou as melhores linhas no primeiro setor de Austin. “Tenho de agradecer ao Jack, que, no TL4, ficou na minha frente e me ensinou como passar pelo primeiro setor. Ele tem sido monstruoso naquele setor em todo o fim de semana. Tentei acompanhá-lo e imediatamente notei uma grande melhora”, indicou.

Pecco destacou uma mudança de postura na temporada, já que, no passado, quando um fim de semana começava difícil, era pouco comum mudar a sorte.

“Normalmente, quando um fim de semana começava ruim, nós dificilmente nos fortalecíamos. Mas agora conseguimos a pole”, comentou. “Ainda não sabemos qual pneu usaremos na corrida, mas temos algumas ideias. No TL4, mostramos um bom ritmo, embora ainda não estivesse 100% na minha moto. Estou realmente feliz”, resumiu.

A largada do GP das Américas de MotoGP, em Austin, acontece no domingo (3), às 16h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

VEJA TAMBÉM
Fatos e curiosidades do GP das Américas de MotoGP
Limite de idade e até mais potência: pilotos dão ideias para combater mortes de crianças

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar