MotoGP

Gardner segura Marini e lidera terceiro treino da Moto2 em Termas de Río Hondo. Novato, Martín é quinto

Remy Gardner segurou Luca Marini por apenas 0s010 para ficar com a liderança do terceiro treino livre da Moto2 na Argentina. 0s028 atrás do líder, Tom Lüthi completa o top-3. Estreando na classe do meio em 2019, Jorge Martín fechou a manhã de sábado com o quinto tempo

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo
Remy Gardner colocou a SAG na ponta na terceira sessão de treinos livres da Moto2 em Termas de Río Hondo. O filho de Wayne garantiu a posição de honra na manhã deste sábado (30) ao segurar Luca Marini por apenas 0s010.
 
Brad Binder abriu a sessão no topo da tabela, mas, em meados da atividade, acabou superado por Remy. Marini saltou para o segundo posto pouco depois e abriu uma boa volta atrás da outras, mas não conseguiu acertar a metade final do circuito para destronar o #87.
Remy Gardner (Foto: Reprodução)
De volta à Moto2, Tom Lüthi apareceu apenas 0s028 mais lento que Gardner para ficar com o terceiro posto, à frente de Jorge Navarro e dos estreantes Jorge Martín e Nicolò Bulega.
 
Com 1min43s099, Álex Márquez fez o sétimo melhor registro, seguido por Iker Lecuona e Xavi Vierge. 
 
Com o resultado combinado dos treinos, os dez melhores nesta terceira sessão avançam direto ao Q2 da classificação acompanhados por Brad Binder, Fabio Di Giannantonio, Marcel Schrötter e Lorenzo Baldassarri.
 
Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #12: Quem sobrevive a 'Drive to Survive'?



Resultado de imagem para icon itunes Ouça pelo iTunes 
Resultado de imagem para icon spotify Ouça pelo Spotify


Saiba como foi o terceiro treino da Moto2 em Termas de Río Hondo:
 
Tal qual no primeiro dia em território argentino, o sábado amanheceu nublado e com temperaturas mais baixas. Na hora do TL3 da Moto2, a temperatura seguia na casa dos 20°C, com o asfalto chegando a 22°C. A velocidade do vento tinha subido para 8 km/h.
 
Com 1min43s730, Brad Binder foi o primeiro a ocupar a primeira posição, 0s041 à frente de Xavi Vierge. Sam Lowes, Tom Lüthi e Marcel Schrötter vinham logo na sequência.
 
Binder logo baixou para 1min43s186 para se manter na ponta, agora com 0s054 de margem para Lüthi. Lowes e Schrötter vinham em sequência.
 
Ainda neste início de sessão, Schrötter escorregou e sofreu uma queda sem consequências físicas na curva 5 de Termas de Río Hondo. O #23 logo levantou a Kalex e voltou para a pista.
 
Em sua sétima volta nesta manhã, Navarro chegou a 1min43s224 e subiu para o segundo posto, reduzindo para 0s038 a margem de Binder no topo da tabela. Lüthi vinha em terceiro, seguido por Schrötter e Lowes.
 
Em meados da sessão, Gardner chegou a 1min43s184 e destronou Binder por só 0s002. Navarro seguia em terceiro.
 
Instantes mais tarde, Augusto Fernández sofreu uma queda fortíssima na última curva de Termas de Río Hondo. O piloto da Pons entrou na reta balançando e pareceu que conseguiria salvar o tombo, mas o #40 acabou sendo arremessado por cima do guidão. O espanhol saiu da curva 14 de maca.
 
Gardner, então, baixou sua marca para 1min42s974 para se manter na ponta, com Sam Lowes saltando para o segundo lugar, 0s154 mais lento que o filho de Wayne. Logo em seguida, Márquez foi 0s029 melhor que o #22 e ficou com a segunda posição.

Com menos de cinco minutos para o fim da atividade, Marini saltou para a segunda colocação, reduzindo para apenas 0s010 a vantagem de Gardner no topo da tabela. O #10 abriu outra boa volta na sequência, mas acabou perdendo tempo na metade final do traçado e não conseguiu baixar de 1min42s825.
 
Martín, por outro lado, conseguiu melhorar e se instalou em terceiro ao anotar 1min43s000, 0s185 mais lento que Gardner. Márquez caiu para quarto, à frente de Lowes, Lecuona e Vierge.
 
Lüthi não deixou por menos e passou o estreante #88 por 0s157 para ficar com o segundo lugar. Mais atrás, Bulega subiu para a quinta colocação, 0s268 mais lento que o líder.

Já com o cronômetro zerado, Navarro saltou para o quarto posto, 0s113 mais lento que Gardner, que seguia na liderança, apesar de Marini insistir em abrir uma boa volta atrás da outra ― mas perder tempo na metade final do circuito.
 



Moto2 2019, GP da Argentina, Termas de Río Hondo, treino livre 3:

1 R GARDNER VR46 Kalex 1:42.815  
2 L MARINI VR46 Kalex 1:42.825 +0.010
3 T LÜTHI Intact Kalex 1:42.843 +0.028
4 J NAVARRO Speed UP 1:42.928 +0.113
5 J MARTÍN Red Bull KTM Ajo 1:43.000 +0.185
6 N BULEGA VR46 Kalex 1:43.083 +0.268
7 A MÁRQUEZ Marc VDS Kalex 1:43.099 +0.284
8 S LOWES Gresini Kalex 1:43.128 +0.313
9 I LECUONA American KTM 1:43.130 +0.315
10 X VIERGE Marc VDS Kalex 1:43.138 +0.323
11 B BINDER Red Bull KTM Ajo 1:43.186 +0.371
12 F DI GIANNANTONIO Speed UP 1:43.214 +0.399
13 M SCHROTTER Intact Kalex 1:43.248 +0.433
14 L BALDASSARRI PONS Kalex 1:43.287 +0.472
15 B BENDSNEYDER RW NTS 1:43.335 +0.520
16 T NAGASHIMA SAG Kalex 1:43.397 +0.582
17 E BASTIANINI Italtrans Kalex 1:43.413 +0.598
18 S CHANTRA Team Tady Kalex 1:43.464 +0.649
19 S CORSI Tasca Kalex 1:43.526 +0.711
20 A LOCATELLI Italtrans Kalex 1:43.552 +0.737
21 A FERNANDEZ PONS Kalex 1:43.611 +0.796
22 J RAFFIN RW NTS 1:43.786 +0.971
23 S MANZI Forward MV Agusta 1:43.804 +0.989
24 K IDHAM PAWI SIC Kalex 1:43.825 +1.010
25 J ROBERTS American KTM 1:43.938 +1.123
26 D AEGERTER Forward MV Agusta 1:44.035 +1.220
27 M BEZZECCHI Tech3 KTM 1:44.156 +1.341
28 J DIXON ANGEL NIETO KTM 1:44.420 +1.605
29 L TULOVIC Kiefer KTM 1:44.693 +1.878
30 P OETTL Tech3 KTM 1:44.755 +1.940
31 D PRATAMA Team Tady Kalex 1:45.100 +2.285
32 X CARDELUS ANGEL NIETO KTM 1:45.625 +2.810