Governo do Catar impõe restrições por coronavírus e força MotoGP a cancelar corrida

O avanço do coronavírus no mundo colocou também as categorias mundiais do esporte a motor em alerta e, neste domingo (1), causou o primeiro grande impacto: por conta das restrições do governo do Catar, palco da abertura da temporada 2020 da MotoGP, a categoria rainha teve as atividades canceladas

As precauções e o avanço do coronavírus no mundo também ligaram as luzes de alerta do esporte a motor, especialmente das categorias mundiais, por conta das grandes distâncias que percorrem ano a ano. E neste domingo (1), surgiu o primeiro impacto das limitações impostas por muitos países ao redor da planeta. O governo do Catar decidiu restringir a entrada de pessoas vindas dos paises mais atingidos pela doença, e isso forçou o cancelamento da etapa de abertura da MotoGP, que aconteceria no próximo fim de semana. O anúncio foi feito a partir de um comunicado nesta tarde, noite na Europa.

"A FIM, a IRTA e Dorna lamentam anunciar o cancelamento de todas as sessões da MotoGP no Catar, incluindo a corrida. O surto de coronavírus resultou em restrições de viagem impostas pelo Catar a passageiros que viajam da Itália e de outros países. Hoje, todos os passageiros que chegam a Doha em voos diretos da Itália, ou que estiveram na Itália nas últimas duas semanas, serão colocados em quarentena de, no mínimo, duas semanas", disse a nota.
As categorias menores, Moto2 e Moto3, vão abrir da temporada no Catar (Foto: VR46)

A Itália tem papel fundamental no Mundial e na classe rainha – fora e dentro das pistas – e, assim, a decisão tomada é a de cancelar a disputa da principal classe. Estima-se que 40% do paddock tem origem italiana. Até o momento, o país apresenta 1.694 casos e 34 mortes.

"Como os competidores e equipes da Moto2 e Moto3 já estavam no Catar para os testes em Losail desde o começo da semana, as corridas das duas categorias serão disputadas entre os dias 6 e 8 de março, abertura da temporada. O mesmo será aplicado a Asia Talent Cup, que terá suas duas corridas disputadas como planejado. Anunciaremos mudanças no calendário em breve", seguiu o comunicado da categoria rainha do motociclismo.

 
O cancelamento da etapa de abertura da MotoGP também põe em dúvida a segunda corrida do calendário, agendada para 22 de março, na Tailândia, que também impôs restrições de viagem recentemente. Dessa forma, o campeonato só começaria nos EUA, no início de abril, no Circuito das Américas, em Austin.
 
Assim como a MotoGP, a Fórmula 1 também está em discussão sobre como proceder diante do avanço do coronavírus, uma vez que a Austrália, que abre o Mundial no próximo dia 15, também tem um caso de morte e 26 infectados. Além disso, as provas seguintes, no Bahrein e no Vietnã, também estão envoltas em incertezas.
 

Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube