Granado admite dificuldade para achar ritmo e diz que, se não fosse por queda, teria sido mais rápido

23º na terceira sessão de treinos para o GP do Catar de Moto3, Eric Granado afirmou que poderia ter sido mais rápido se não tivesse caído. Brasileiro explicou que teve dificuldades pata encontrar seu ritmo nesta sexta-feira (5)

As imagens do segundo dia de treinos para o GP do Catar

Eric Granado completou o terceiro treino livre para o GP do Catar de Moto3 na 23ª colocação. Depois de sofrer uma queda ainda no início da atividade, o brasileiro conseguiu voltar para a pista para anotar 2min11s218 no melhor de seus 10 giros pelo circuito de Losail, e ficou a 3s051 de Luis Salom, o líder da atividade.
 
Após a sessão, o piloto da Aspar explicou que as condições da pista estavam muito diferentes em relação ao dia anterior, já que ventos fortes atingiram a região e encheram o asfalto de areia. 
Granado sofreu uma queda, mas não se feriu com gravidade (Foto: Aspar)
“As condições da pista estavam um pouco diferentes em relação a ontem. O vendo estava forte e tinha muita areia na superfície da pista”, contou. “Tive dificuldade para encontrar o meu ritmo no início da sessão e não consegui ficar atrás de outro piloto para ter alguma orientação, e aí eu freie mais forte do que deveria na curva dois e caí”, explicou. 
 
“O time consertou a moto rapidamente e me deu tempo para sair novamente, fazer mais três voltas e melhorar meu tempo de volta”, continuou. “Se não fosse pela queda, teria sido mais rápido, mas vou tentar compensar amanhã e ficar pronto para a corrida”, completou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube