Hayden lidera primeiro treino livre na Espanha marcado por chuva e atraso para reparo da pista

Nicky Hayden foi o mais rápido no primeiro treino livre da MotoGP em Aragón nesta sexta-feira (28). A sessão começou um atraso de uma hora por conta de reparos no traçado

► Fittipaldi negocia com Dorna para trazer MotoGP para Brasil na temporada de 2014

O primeiro treino livre da MotoGP em Aragón começou tumultuado na manha desta sexta-feira (28). Além da chuva que desaba sobre o circuito, um acidente entre Danny Webb, ainda durante os trabalhos da Moto3, causou um vazamento de óleo no traçado espanhol. Por conta do contratempo e da limpeza da pista, a sessão inicial começou com uma hora de atraso. Mesmo assim, as atividades foram mornas, com poucos pilotos se arriscando a ir à pista. 
 

Nicky Hayden foi o mais rápido no primeiro treino livre da MotoGP em Aragón (Foto: MotoGP)

Jorge Lorenzo e Dani Pedrosa, os dois principais rivais pelo título, sequer saíram dos boxes e ficaram acompanhando pelos monitores o andamento pouco movimentado do treino. E quem acabou registrando a marca mais veloz da sessão foi Nicky Hayden. O norte-americano da Ducati aproveitou um momento de breve melhorar do tempo para cravar 2min04s890.

Valentino Rossi veio na sequência à pista, mas o italiano não foi além do segundo posto e ficou a quase nove décimos do tempo do companheiro de equipe. Aleix Espargaró foi o melhor de CRT e terminou o treinamento com o terceiro posto da tabela, com 2min07s706, 2s4 mais lento que Hayden. Danilo Petrucci acompanhou o espanhol e ficou com a quarta posição.

Hector Barberá, que se envolveu no polêmico acidente com Pedrosa em Misano, completou os cinco mais rápidos. David Salom, Colin Edwards, Yonny Hernandez e Karel Abraham terminaram a sessão em sexto, sétimo, oitavo e nono lugares, respectivamente.

MotoGP, GP de Aragón, treino livre 1:

 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube