MotoGP

Iannone admite “grande desafio” e exalta velocidade de reação da Aprilia: “Precisamos continuar assim”

Andrea Iannone ressaltou a velocidade com que a Aprilia atendeu seus pedidos após os testes de Valência e Jerez e defendeu que é importante manter o ritmo de trabalho. O italiano, no entanto, reconheceu que o time tem um grande desafio pela frente
Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Andrea Iannone está de casa nova. Depois de Pramac, Ducati e Suzuki, o #29 agora vai vestir as cores da Aprilia, formando par com Aleix Espargaró. Às vésperas da estreia da temporada 2019 da MotoGP, o italiano reconheceu que o time tem trabalho pela frente com a RS-GP, mas exaltou a velocidade de trabalho da casa de Noale.
 
A Aprilia apresentou nesta sexta-feira (22) a RS-GP de 2019 com um visual completamente repaginado. Acomodado à nova casa, Andrea reconheceu que existe uma pressão extra por ser um italiano defendendo uma fábrica italiana, mas falou em transformar a cobrança em algo positivo.
Andrea Iannone vai defender a Aprilia em 2019 (Foto: Aprilia)
“Nós enfrentamos um grande desafio”, começou Iannone. “A combinação entre a Aprilia e um piloto italiano sempre cria certas expectativas, então temos de canalizar isso para uma pressão positiva”, seguiu.
 
“Encaro a preparação para 2019 com calma. Neste esporte, trabalho de equipe é fundamenta e você se atrapalha se tiver pressa”, ponderou. “Nós melhoramos a cada saída e, para ser honesto, eu fiquei surpreso em quão rápido os caras da Aprilia mudaram o projeto baseando-se nos pedidos eu fiz em Jerez e Sepang”, comentou.
 
“Nós precisamos continuar assim, melhorando passo a passo. A sensação certa está lá”, concluiu.