Impecável na chuva, Fenati vence no Japão, desconta 25 pontos da vantagem de Mir e adia decisão do título da Moto3

Romano Fenati fez direitinho a lição de casa e tratou de vencer o GP do Japão e aproveitar o fim de semana discreto de Joan Mir para descontar 25 pontos da ainda enorme vantagem do espanhol na liderança da Moto3. Niccolò Antonelli ficou com o segundo posto, com Marco Bezzecchi completando o pódio deste domingo (15)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Parecia impossível, mas Romano Fenati conseguiu. Em mais uma atuação impecável na chuva, o italiano conquistou uma inquestionável vitória no GP do Japão, adiou a decisão do título da Moto3.
 
A corrida deste domingo teve sua distância reduzida de 20 para 13 voltas por conta de um atraso de cerca de 2 horas no treino desta manhã. Ainda no início do warm-up em Motegi, Andrea Migno teve uma quebra de motor, mas permaneceu na pista, espalhando óleo por todo o asfalto. Um longo processo de limpeza, então, resultou em uma revisão da programação das provas.
Romano Fenati teve uma atuação impecável na chuva no Japão (Foto: Snipers)
A classificação do Mundial de Motovelocidade após o GP do Japão

Sexto no grid, Fenati fez uma ótima saída e se colocou em terceiro ainda nos primeiros metros. Pouco depois, o italiano passou a pressionar Niccolò Antonelli pela ponta, executando uma boa ultrapassagem ainda na segunda volta. A partir daí, o #5 repetiu a performance que tinha exibido em San Marino, disparando na ponta para não dar chances à concorrência.

 
Niccolò não conseguiu acompanhar o ritmo de Fenati, mas teve de lidar com a pressão de Marco Bezzecchi, que apertou o passo na segunda metade da corrida, mas tampouco conseguiu chegar.
Tatsuki Suzuki conseguiu superar Arón Canet e garantiu a quarta colocação, com Philipp Oettl completando o top-6. Fabio Di Giannantonio vem na sequência, à frente de Jakub Kornfeil, Bo Bendsneyder e John McPhee.
 
Pole-position, Nicolò Bulega fez uma boa largada, mas errou ainda na primeira volta e despencou no pelotão, recebendo a bandeirada apenas em 12º, 0s274 à frente de Andrea Migno, o 13º.
 
Líder do Mundial, Joan Mir teve uma atuação bastante discreta em Motegi. Largando em 20º, o espanhol conseguiu apenas subir para 17º e encerrou a sequência de provas na zona de pontuação.
Com o resultado, Mir se manteve com 271 pontos e viu Fenati reduzir sua vantagem no topo da classificação de 80 para 55 pontos. Já 87 pontos atrás do líder, Canet viu suas chances de título chegarem ao fim.
 
Saiba como foi o GP do Japão de Moto3:
 
A previsão de chuva se cumpriu à risca neste domingo. Pouco antes do início do warm-up, a chuva voltou a cair no distrito de Kanto, mantendo a pista molhada como aconteceu ao longo de todo o fim de semana. Às vésperas da largada, os termômetros marcavam 15,5°C, com o asfalto chegando a 16,5°C.
 
Encerrando um jejum que vinha desde a etapa de Jerez do ano passado, Nicolò Bulega tinha a pole em Motegi, à frente de Niccolò Antonelli e Arón Canet.Marco Bezzecchi abria a segunda fila, seguido por Enea Bastianini e Romano Fenati. No primeiro match-point do título, Joan Mir fez apenas o 14º tempo no treino classificatório, mas alinhou no grid em 20º por conta de uma punição por direção irresponsável recebida em Aragão.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A prova deste domingo teve sua distância reduzida das 20 voltas inicialmente programadas para apenas 13, por conta de um enorme atraso no warm-up desta manhã. No treino, Andrea Migno teve um problema com o motor da KTM, mas seguiu na pista derramando óleo pelo asfalto. Por conta da limpeza, a programação foi toda atrasada, forçando alterações no cronograma das classes menores.
 
Quando as luzes se apagaram na reta da pista do distrito de Kanto, Bulega e Antonelli saíram bastante bem, mantendo as posições inalteradas na entrada da curva um, com Fenati aparecendo para ocupar o terceiro posto.
 
Na curva três, Antonelli tomou a liderança, com Fenati subindo para segundo, à frente de Canet, Bastianini, Martín e Bezzecchi. Bulega despencou para 15º, com Mir aparecendo só em 22º.
 
Com uma insistente chuva, a pista tinha um enorme acúmulo de água, dificultando bastante a visibilidade.
 
Na ponta, Antonelli conseguiu abrir 0s324 de margem para Fenati, que, por sua vez, também se afastou 0s9 de Canet, o terceiro colocado.
 
Precisando da vitória para seguir sonhando com o título, Fenati apertou o passo e tratou de encostar em Antonelli, tomando a ponta ainda na segunda volta da corrida. Tão logo passou, Romano abriu vantagem, se afastando do piloto da Red Bull KTM Ajo.
A condição da pista estava complicada (Foto: Reprodução)
Ainda neste início de disputa, Manuel Pagliani caiu na curva 12 e abandonou a disputa.
 
Na terceira volta, Fenati já exibia mais de 1s2 de vantagem para Antonelli. Terceiro, Canet vinha 0s5 atrás do #23, mais ou menos a mesma vantagem que tinha em relação a Bezzecchi, o quarto colocado. Lá atrás, Mir vinha só em 21º.
 
Rodando mais rápido que os demais, Fenati foi abrindo cada vez mais margem em relação à Canet, que também ia se afastando, pressionado por Bezzecchi. Ainda na sexta volta, o #12 colocou a Mahindra na terceira posição.
 
Com sete voltas para o fim, Adam Norrodin sofreu uma forte queda na saída da curva 2, mas, mesmo sem lesões maiores, não conseguiu voltar para a pista.
 
Enquanto isso, Suzuki passou Canet e assumiu o quarto posto. Bendsneyder vinha em sexto, mas já bastante distante do quinto colocado. Atiratphuvapat era o sétimo, à frente de Kornfeil, Bastianini e Rodrigo.
Lá atrás, Mir vinha em um dia difícil, com direito até a uma ligeira escapadela da pista.
 
Na nona volta da disputa, Fenati registrou a melhor volta deste GP do Japão em 2min13s906, levando para 2s376 a vantagem em relação a Antonelli. 0s5 atrás, Bezzecchi seguia em terceiro.
Na décima volta da corrida, Gabriel Rodrigo sofreu um high-side na curva 11. Vindo logo atrás, Ayumu Sasaki não conseguiu desviar e acabou caindo também.
 
Pouco depois, Juanfran Guevara completou o fim de semana ruim da RBA com uma queda na curva cinco.
 
Com dois giros para o fim, Fenati já tinha mais de 4s de margem para Antonelli, que tinha cerca de 0s4 de frente para Bezzecchi.
 

#GALERIA(7209)

Moto3, GP do Japão, Motegi, Corrida:

1 5 ROMANO FENATI ITA ONGETTA Honda 29:22.278
2 23 NICCOLÒ ANTONELLI ITA RED BULL KTM AJO +4.146
3 12 MARCO BEZZECCHI ITA CIP Mahindra +5.013
4 24 TATSUKI SUZUKI JAP SIC58 Honda +8.767
5 44 ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda +12.827
6 65 PHILIPP OETTL ALE SCHEDL GP KTM +14.865
7 21 FABIO DI GIANNANTONIO ITA GRESINI Honda +15.482
8 84 JAKUB KORNFEIL TCH SAXOPRINT Peugeot +15.625
9 64 BO BENDSNEYDER HOL RED BULL KTM AJO +15.947
10 17 JOHN MCPHEE ING BRITISH TALENT TEAM Honda +16.216
11 41 NAKARIN ATIRATPHUVAPAT TAI TEAM ASIA Honda +16.414
12 8 NICOLÒ BULEGA ITA VR46 KTM +18.783
13 16 ANDREA MIGNO ITA VR46 KTM +19.057
14 42 MARCOS RAMÍREZ ESP WORLDWIDE KTM +19.536
15 88 JORGE MARTÍN ESP GRESINI Honda +21.208
16 33 ENEA BASTIANINI ITA ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda +22.731
17 36 JOAN MIR ESP KIEFER Honda +23.879
18 95 JULES DANILO FRA ONGETTA Honda +23.935
19 11 LIVIO LOI BEL KIEFER Honda +33.663
20 40 DARRYN BINDER RSA WORLDWIDE KTM +34.695
21 27 KAITO TOBA JAP TEAM ASIA Honda +39.533
22 4 PATRIK PULKKINEN FIN SAXOPRINT Peugeot +48.473
23 14 TONY ARBOLINO ITA SIC58 Honda +1:30.837
24 70 TOM TOPARIS AUS CUBE KTM +2:18.580
25 58 JUANFRAN GUEVARA ESP RBA Mahindra NC
26 19 GABRIEL RODRIGO ARG RBA Mahindra NC
27 71 AYUMU SASAKI JAP SIC Racing Team KTM NC
28 7 ADAM NORRODIN MAL SIC Racing Team Honda NC
29 96 MANUEL PAGLIANI FRA CIP Mahindra NC
30 48 LORENZO DALLA PORTA ITA ASPAR Mahindra NC
'EXTRAORDINÁRIO'

DI GRASSI VÊ HAMILTON COMO UM DOS TRÊS MAIORES DA HISTÓRIA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube