MotoGP
09/08/2018 12:37

Irmão revela que Pol Espargaró ficou sem sentir braços e pernas após acidente na Tchéquia

Pol Espargaró fraturou a clavícula após queda no warm-up do GP da Tchéquia e está fora do GP da Áustria. A recuperação está indo bem, mas poderia ter sido pior: Aleix Espargaró, seu irmão, revelou que ele ficou sem sentir tanto as pernas como os braços logo após o acidente
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Pol Espargaró (Foto: Michelin)
Pol Espargaró sofreu uma forte queda ainda no warm-up para o GP da Tchéquia do último domingo (5), fraturou a clavícula e está fora do GP da Áustria, o próximo da MotoGP. Ele está se recuperando e não vai precisar de cirurgia - mas a situação poderia ter sido pior. 

Segundo Aleix Espargaró, irmão do piloto da KTM, no momento do acidente Pol ficou sem sentir os braços e as pernas.

"Foi mais feio do que pareceu, porque sua medula espinhal ficou muito inflamada. Na terça-feira ele não podia tocar nada com suas mãos", revelou o piloto da Aprilia.

"Ele me disse que estava com muito medo antes de chegar ao hospital. Ele não sentia nada. Quando chegou ao hospital, começaram a tocar nele, e aí ele sentiu dor nos braços. Foi quando conseguiu relaxar", seguiu.
Espargaró sofreu um forte acidente no warm-up da Tchéquia (Foto: Reprodução)
Aleix também contou que, em conversa com um médico neurocirurgião, ouviu que seu irmão "teve muita sorte": "Nos dois primeiros dias ele estava muito preocupado, sentiu muita dor. Ele não estava pensando em correr, só estava muito preocupado. Só quarta pela noite que ele conseguiu começar a tocar as coisas com seus dedos."

Por fim, ele contou que os médicos ainda seguem em dúvida sobre o tempo de recuperação de Pol, que pode ser rápido, se a medula espinhal diminuir sua inflamação, ou longa.

"Temos que esperar. É muito perigoso para ele correr sem estar ocmpletamente curado", finalizou Aleix.