Itália isola províncias para conter coronavírus e impõe nova ameaça à MotoGP

A Itália determinou no domingo um isolamento da Lombardia e de outras 14 províncias. Região afetada inclui Pesaro e Urbino, onde reside, por exemplo, Valentino Rossi

A MotoGP vai ter de lidar com um novo desafio na temporada 2020. Depois de ver o GP do Catar cancelado para a classe rainha e ter de adiar o GP da Tailândia para outubro, agora a Dorna terá de lidar com decreto do governo da Itália que proíbe entrada e saída na Lombardia e em mais 14 províncias. 
 
O governo italiano determinou neste domingo (8) um isolamento para uma ampla região na área norte da Itália, incluindo Milão, em uma nova tentativa de contar a disseminação do coronavírus. O texto proíbe entrada e saída nesses territórios a não ser por “comprovadas exigências de trabalho, situações de necessidade ou motivos de saúde”.
 
A medida, que permanece em vigor até 3 de abril, afeta 16 milhões de pessoas e foi assinada na madrugada pelo primeiro-ministro Giuseppe Conte. A orientação é que as pessoas não entrem ou saiam da região da Lombardia, a mais rica da Itália, e de outras províncias espalhadas em quatro regiões: Modena, Parma, Piacenza, Reggio Emilia, Rimini, Veneza, Pádua, Treviso, Asti, Novara, Verbano-Cusio-Ossola, Vercelli, Alessandria, Pesaro e Urbino.
Itália bloqueou uma série de regiões para conter o coronavírus (Foto: Reprodução)
Paddockast #51
QUEM VENCEU 'DRIVE TO SURVIVE' 2?

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Nós enfrentamos uma emergência nacional. Escolhemos, desde o início, adotar a linha da honestidade e da transparência. Agora, vamos atuar com lucidez e coragem, com firmeza e determinação”, disse Conte. “Nós temos de conter a propagação do vírus e evitar que nossos hospitais fiquem abarrotados”, seguiu.
 
Apesar da medida, ainda não está claro como o governo planeja aplicar este isolamento. Além disso, o governo permitiu que cidadãos que estavam fora de casa no momento do decreto, retornem aos locais bloqueados.
 
A Itália já conta com quase 6 mil infectados, com 1200 novos casos só nas últimas 24 horas. 233 pessoas já morreram no país em decorrência da COVID-19 e outras 567 estão em cuidados intensivos.
 
As regiões do norte da Lombardia, Emilia-Romagna e Veneto reúnem 85% dos casos de coronavírus e 92% das mortes registradas. A epidemia na Itália é a pior na Europa e fora da Ásia.
 
As medidas do governo italiano atingem em cheio a MotoGP. A região de Tavullia e Urbino, onde vivem Valentino Rossi, Franco Morbidelli e Francesco Bagnaia, por exemplo, está dentro da área afetada pelo bloqueio. Os três, aliás, estão mesmo por lá, já que postaram fotos e vídeos treinando do Rancho Motor, a pista do #46.
 
De acordo com a imprensa local, o decreto veta casamentos, funerais e eventos culturais e esportivos. 
 
O decreto estabelece punições como multas e até prisão por três meses para quem violar essa proibição. 
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube