Miller se afasta das redes sociais por saúde mental após decepção no Catar

Australiano descartou procurar auxílio de um psicólogo e disse que sabe o que precisa fazer para melhorar a performance

Marc Márquez volta a acelerar no Mundial de Motovelocidade (Vídeo: MotoGP)

Jack Miller revelou que se afastou das redes sociais para preservar a saúde mental após a decepção com os resultados obtidos nos GPs do Catar e de Doha. O australiano considerou que não teria nada de positivo em ler mensagens agressivas na internet.

Miller saiu da pré-temporada como favorito, mas decepcionou com dois nonos lugares nas corridas de Losail. Logo na sequência, Jack se submeteu a uma cirurgia para tratar síndrome compartimental.

WEB STORY
⇝ Fatos e curiosidades do GP de Portugal de MotoGP. Com Marc Márquez!

Miller optou por preservar a saúde mental (Foto: Ducati)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Além da performance abaixo do esperado, Miller foi alvo de críticas por conta de um incidente com Joan Mir no GP de Doha. O australiano escapou de punições, mas o titular da Suzuki classificação a ação de Jack como “intencional”.

Questionado se falou com Mir desde o incidente no GP de Doha, Miller respondeu: “Não, não falei. Para ser sincero, estive ausente das mídias sociais, não entrei nelas. Então não tive chance nem de ver e nem de mandar uma mensagem a respeito disso”.

“Não tenho o número dele, mas tenho certeza de que teremos a chance de conversar ao longo do fim de semana e poderemos discutir nossos lados na história”, considerou.

Depois de decepcionar no Catar, o piloto da moto #43 garantiu que vai encarar o fim de semana em Portugal de uma maneira diferente, mas recusou a ajuda de um psicólogo esportivo. Na visão de Miller, se afastar das redes sociais já é o bastante.

“Como eu disse, me afastei das redes sociais, tenho uma equipe para postar. Não ouço mais vocês, pois é uma sensação falsa de segurança. Só tento ficar o mais calmo e relaxado possível, fazer o meu trabalho e, no fim, pilotar a moto, que é o que eu amo”, explicou. “Vamos tentar fazer o melhor que podemos e, se no final do dia, não for bom o bastante, não sou bom o bastante. É simples assim”, continuou.

“Só tento fazer o melhor trabalho que posso. Não preciso de um psicólogo. Sou honesto o bastante comigo para ver que quando você tem muita expectativa, você cresce, fica muito feliz e aí cai”, apontou. “E ler mil comentários negativos não vai fazer bem algum para a minha saúde mental”, defendeu.

“Acho que é melhor desligar esta merda e focar no que é importante, que é me endireitar, fazer meu trabalho direito, me preparar para o fim de semana e tentar entender as coisas ao invés de gastar energia com coisas que não posso mudar, que são as pessoas colocando coisas que não importam na internet”, considerou. “Mas essas coisas atingem as pessoas, te atingem, então acho que é melhor não focar nisso e focar no que é importante”, completou.

O GP de Portugal, em Portimão, é a terceira etapa da temporada 2021 do Mundial de MotovelocidadeAcompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre a MotoGP.

LEIA TAMBÉM
⇝ Série à la ‘Drive to Survive’ é impulso necessário para expansão da MotoGP
⇝ WEB STORY – Pedro Acosta: a nova pérola do Mundial de Motovelocidade
⇝ Zarco acerta ao confiar na Ducati e dá volta por cima após saída da KTM
⇝ Miller sucumbe à pressão e derrete favoritismo em rodada dupla no Catar
⇝ Novo Marc Márquez? Acosta encanta e ganha protagonismo na Moto3
⇝ Dupla talentosa e poucos erros: como Pramac superou Ducati no Catar
⇝ Longa estadia no Catar afeta termômetro, mas MotoGP 2021 é estonteante
⇝ Martín brilha e vira protagonista da MotoGP após rodada dupla no Catar
⇝ Marc Márquez revê MotoGP com novos nomes e ordem de forças embaralhada

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube