Miller supera Aleix Espargaró e lidera treino 2 da MotoGP em Aragão. Quartararo é sétimo

O australiano chegou a 1min47s613 para comandar o segundo treino da MotoGP no MotorLand nesta sexta-feira (10). Cal Crutchlow foi a melhor Yamaha e ficou com o terceiro posto. Marc Márquez caiu e foi só 20º

O segundo treino da MotoGP no MotorLand de Alcañiz teve uma folha de tempos para lá de inesperada. Com 1min47s613, Jack Miller colocou a Ducati no topo na tarde desta sexta-feira (10) em Aragão, 0s273 melhor que Aleix Espargaró, o segundo colocado. Para completar a surpresa, o terceiro tempo ficou com Cal Crutchlow.

Johann Zarco aproveitou a última de 18 voltas para arrematar o quarto tempo, seguido por Jorge Martín e Francesco Bagnaia. Líder do Mundial, Fabio Quartararo fez a melhor volta em 1min48s034 e ficou em sétimo, 0s421 atrás do ponteiro.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Jack Miller foi o mais rápido em Aragão (Foto: Ducati)

WEB STORY
Fatos e curiosidades sobre o GP de Aragão de MotoGP

Takaaki Nakagami liderou parte da sessão, mas acabou em oitavo, à frente de Enea Bastianini. Pol Espargaró completa a lista dos dez melhores, seguido por Álex Rins e Brad Binder.

Dono do histórico mais vitorioso em Aragão, Marc Márquez sofreu uma queda na curva 16 em meados da sessão e não conseguiu melhorar. O espanhol acabou em 20º, 1s214 atrás de Miller. 0s072 melhor, Maverick Viñales foi o 19º.

A largada do GP de Aragão de MotoGP está marcada para as 9h (de Brasília) de domingo (12). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Saiba como foi o treino 2 do GP de Aragão de MotoGP:

Assim como aconteceu mais cedo, a MotoGP encontrou sol e calor no segundo treino do dia em Alcañiz. Antes do início da segunda sessão livre, os termômetros mediam 27°C, com o asfalto chegando a 44°C.

Com 1min50s039, Miguel Oliveira abriu a sessão no topo da folha de tempos, 0s261 melhor que Fabio Quartararo, o segundo colocado. Logo depois, Joan Mir tomou o comando, mas ficou apenas brevemente por lá.

Rodando com um pneu traseiro macio, Oliveira foi a 1min48s623 e recuperou a ponta, 0s628 melhor que Takaaki Nakagami. Aleix Espargaró subiu para terceiro, diante de Francesco Bagnaia e Martín. Quartararo apertou o passo e pulou para segundo, reduzindo a margem de Miguel para 0s297.

Marc Márquez caiu na curva 16 enquanto seguia o irmão Álex (Vídeo: MotoGP)

Em uma sessão onde vários pilotos tinham um pneu traseiro duro, Bagnaia anotou 1min48s616 na quarta volta nesta tarde para tirar a liderança de Oliveira, que foi só 0s007 mais lento. Martín era o terceiro, à frente de Quartararo e Brad Binder.

Ainda no começo da sessão, Marc sofreu uma queda na curva 16. O espanhol saiu ileso, mas furioso por ter caído, já que vinha colado no irmão e precisou sair da linha para evitar atingir a traseira de Álex. 22º, Marc vinha com as melhores parciais, mas acabou com a RC213V destruída.

Marc Márquez ficou irritado com o erro que cometeu em Aragão (Vídeo: MotoGP)

Enquanto Marc voltava aos boxes, Nakagami foi a 1min48s574 e assumiu a ponta, 0s049 melhor que Oliveira. Bagnaia, aliás, caiu na curva 5, mas escapou de lesões.

Passados os primeiros 20 minutos de treino, Nakagami tinha o comando, com Oliveira, Quartararo, Aleix Espargaró, Rins, Pol Espargaró, Álex Márquez, Bagnaia, Martín e Iker Lecuona.

Pouco depois, Viñales tomou um belo susto ao passar por cima da zebra com a roda dianteira na última curva. Apesar da sacudida, o piloto conseguiu se manter em cima da moto.

Maverick Viñales levou um chacoalhão da RS-GP (Vídeo: MotoGP)

De volta à pista, Marc logo chegou em 1min48s827 e assumiu o quarto posto, 0s253 atrás de Nakagami, que seguia na liderança. O espanhol tinha um pneu duro na traseira da RCV, assim como a maioria dos pilotos do grid.

Com parte dos pilotos se dirigindo aos boxes, Joan Mir apareceu com um pneu médio atrás da GSX-RR para anotar 1min48s886 para se instalar em sexto, 0s312 atrás do líder.

Após uma última rodada de pit-stops, os pilotos voltaram à pista, a maioria com pneus macios na traseira. Álex Márquez foi um dos primeiros a melhorar, subindo para a quarta colocação.

Depois, Aleix Espargaró foi a 1min48s547 para colocar a Aprilia no comando, 0s027 melhor que Nakagami. Em seguida, porém, Iker Lecuona passou 0s021 para ser o primeiro colocado. Pol Espargaró também foi melhor e se instalou em terceiro.

Álex Rins avançou para terceiro, com Valentino Rossi subindo para sétimo. Imediatamente, porém, Jack Miller foi a 1min47s613 e pegou a ponta, 0s701 melhor que Álex Márquez. Danilo Petrucci se colocou em terceiro usando a referência do espanhol da LCR.

0s284 mais lento que Miller, Cal Crutchlow se colocou em segundo, à frente de Aleix, Nakagami, Pol e Álex Márquez. Quartararo vinha só em 17º.

Cal Crutchlow ficou mais do que satisfeito com a performance no TL2 (Vídeo: MotoGP)

Enea Bastianini também conseguiu ser mais rápido e saltar para a quinta colocação, mas perdeu um posto na sequência, com Fabio subindo para quarto, 0s421 atrás de Miller.

Aleix conseguiu reagir com 1min47s886 e voltou ao segundo posto, 0s273 atrás de Miller. Brad Binder vinha agora na oitava colocação.

Com a bandeira quadriculada tremulando no MotorLand, Bagnaia pulou para a quarta colocação, mas foi imediatamente superado por um Martín 0s009 mais rápido.

VEJA TAMBÉM
Quartararo usa receita infalível e ganha terreno em MotoGP de rivais claudicantes
WEB STORY: Raio-x do strike de Marc Márquez no GP da Grã-Bretanha de MotoGP
Yamaha fecha estrutura, corrige tropeço com Morbidelli e dá nova chance a Dovizioso
Caos gerado por Viñales abre inesperada segunda chance para Dovizioso na MotoGP
Pódio coroa trajetória de Aleix Espargaró e mostra que Aprilia enfim está no rumo certo
Rivais reconhecem força de Quartararo e começam a jogar toalha na briga pelo título
Pódio premia longo e árduo trabalho de Aleix Espargaró para reconstruir Aprilia na MotoGP
Rins finalmente desencanta após série de quedas e até lesão na MotoGP 2021

MotoGP 2021, GP de Aragão, MotorLand, Treino Livre 2:

1J MILLERDucati1:47.613 
2A ESPARGARÓAprilia Gresini1:47.886+0.273
3C CRUTCHLOWYamaha1:47.897+0.284
4J ZARCOPramac Ducati1:47.988+0.375
5J MARTÍNPramac Ducati1:48.023+0.410
6F BAGNAIADucati1:48.032+0.419
7F QUARTARAROYamaha1:48.034+0.421
8T NAKAGAMILCR Honda1:48.057+0.444
9E BASTIANINIAvintia Ducati1:48.086+0.473
10P ESPARGARÓHonda1:48.166+0.553
11A RINSSuzuki1:48.267+0.654
12B BINDERKTM1:48.278+0.665
13A MÁRQUEZLCR Honda1:48.314+0.701
14D PETRUCCITech3 KTM1:48.351+0.738
15L MARINIAvintia VR46 Ducati1:48.456+0.843
16I LECUONATech3 KTM1:48.526+0.913
17M OLIVEIRAKTM1:48.623+1.010
18V ROSSISRT Yamaha1:48.649+1.036
19M VIÑALESAprilia Gresini1:48.755+1.142
20M MÁRQUEZHonda1:48.827+1.214
21J MIRSuzuki1:48.887+1.274
22J DIXONSRT Yamaha1:49.987+2.374

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar