Lorenzo critica Yamaha por dar moto de 2019 para Morbidelli: “Não trata da melhor maneira”

Franco Morbidelli corre em 2021 com uma moto da Yamaha de 2019, mesmo após obter melhores resultados que os colegas da montadora no ano passado. Para Jorge Lorenzo, a situação deve fazer o italiano buscar novos espaços na MotoGP, principalmente em uma equipe que o queira privilegiar

Marc Márquez acabou a corrida em Portimão cansado e emotivo (Vídeo: MotoGP)

Depois de brigar por vitórias e terminar com o vice da MotoGP no ano passado, Franco Morbidelli sofreu uma grande derrota dentro da Yamaha. O piloto da SRT corre em 2021 com uma especificação da YZR-M1, que é, basicamente, a moto de 2019 ligeiramente atualizada. Por isso, sofreu nas primeiras corridas da temporada e viu pilotos como Jorge Lorenzo aparecerem em sua defesa.

Na rodada dupla do Catar, Morbidelli enfrentou dificuldades com a moto e ficou apenas em 18º e 12º, respectivamente. No GP de Portugal, contando com acidentes e um bom desempenho, foi o quarto colocado. As críticas de Lorenzo surgem após três vitórias consecutivas da Yamaha com seus pilotos de fábrica, enquanto a dupla da SRT sofre no meio do pelotão e, algumas vezes, no fim do grid.

“Minha opinião talvez seja muito dura, mas acho que, neste caso, a Yamaha não está tratando o Franco da melhor maneira porque ele foi o vice-campeão no ano passado”, disse Jorge Lorenzo, tricampeão da MotoGP, em seu canal no YouTube.

Franco Morbidelli tem a única Yamaha defasada do grid (Foto: SRT)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Ducati deu a quatro pilotos [do time de fábrica e da Pramac] praticamente a mesma moto e a Yamaha não faz isso, especialmente com o Franco. Agora, eu acredito que o Morbidelli precisa exigir tratamento igual e ele faz bem em ameaçar nas declarações, começar a falar com outras montadoras que o querem. Mas como ele colocar o capacete e subir na moto, precisa se concentrar em tirar o máximo e mostrar para a Yamaha que estão errados em não dar o mesmo tratamento”, completou.

Questionado em recente entrevista sobre a diferença entre as motos de fábrica usadas por Fabio Quartararo, Maverick Viñales e Valentino Rossi e a especificação A que utiliza, Morbidelli respondeu: “A moto é um pouco mais forte com os pneus e parece que dá para explorar mais sob esse ponto de vista. E é mais rápida em linha reta”.

A Yamaha começou a temporada 2021 dominando a MotoGP. Maverick Viñales venceu a abertura do campeonato e Fabio Quartararo conquistou as duas etapas seguintes, deixando a montadora japonesa no topo da tabela de pontos de pilotos, equipes e construtores. Morbidelli, porém, é apenas o 11º colocado no certame e a SRT aparece com o nono lugar entre as equipes do grid.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar