Lorenzo descarta Aprilia e projeta futuro na TV ou até ser empresário

O espanhol ainda não definiu os planos para a temporada 2021, mas não mostrou muita preocupação. Mesmo que não consiga assumir o papel de piloto de testes de alguma equipe, espera tentar um novo desafio fora das pistas

Jorge Lorenzo mostrou não estar com pressa de definir os próximos passos da carreira. Sem nada decidido para a temporada 2021, o espanhol destacou que está pensando em planos a seguir e que não necessariamente envolvem estar em cima de uma moto.

Depois de 18 campeonatos disputando o Mundial de Motovelocidade, o tricampeão se afastou das pistas ao final de 2019. Mas não ficou muito tempo sem emprego, pois logo no início de 2020 foi anunciado pela Yamaha, equipe onde conseguiu seus três canecos na MotoGP, como piloto de testes.

A experiência rendeu diversas críticas ao competidor vindo de nomes como Fabio Quartararo, e ao final da temporada não teve o contrato renovado. Quem assume seu lugar a partir deste ano é Cal Crutchlow.

“Como sabem, terminou minha relação com a Yamaha como piloto de testes. Falaram da possibilidade de ir para a Aprilia e houve contato, pois sou um bom amigo de Massimo Rivola. Estava na Ferrari e nos víamos quando ia convidado para os GPs de F1”, pontuou Lorenzo.

Lorenzo cogita começar a ser comentarista na TV (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Sentamos para conversar, mas não chegamos a um acordo. Preferiram ficar com os pilotos que já têm. Meu objetivo de seguir como piloto de testes é firme, mas se não conseguir, não vou perder o sono, sinceramente”, continuou.

Mas o futuro não parece ser uma preocupação para o piloto de Palma de Maiorca, que disse já pensar em futuros projetos. “Tenho muitos projetos em mente para o futuro, inclusive mais tranquilos e menos estressantes do que ser piloto de MotoGP”, afirmou.

“De qualquer maneira, são coisas interessantes e que serão novidade para mim como ser comentarista de TV. Também não descarto a possibilidade de ensinar jovens pilotos e até ser empresário de algum jovem no futuro”, concluiu.

Recentemente, Davide Brivio, ex-chefe da Suzuki e atual diretor de corridas da Alpine na Fórmula 1, afirmou que a equipe nipônica teve a opção de contratar Lorenzo em 2019. Entretanto, preferiu apostar no jovem talento Joan Mir.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube