Martín desbanca Quartararo por só 0s034 e anota pole da MotoGP no GP da Áustria

Jorge Martín novamente foi implacável no Red Bull Ring. Depois de vencer na última semana, o espanhol apareceu nos segundos finais da classificação e roubou a pole de Fabio Quartararo por apenas 0s034 para marcar a pole no GP da Áustria. Francesco Bagnaia fecha a primeira fila do grid

Imagem onboard relata como Maverick Viñales tentou danificar o motor da Yamaha no fim do GP da Estíria (Vídeo: MotoGP)

Jorge Martín segue imparável no Red Bull Ring. Depois de fazer vencer de ponta a ponta no GP da Estíria, na última semana, o espanhol marcou a segunda pole-position consecutiva na temporada 2021, dessa vez no GP da Áustria. Com uma grande volta nos segundos finais, o piloto da Pramac fez 1min22s643 e ainda bateu o recorde da pista.

Fabio Quartararo, que liderou boa parte do Q2, acabou com a segunda posição por apenas 0s034. Francesco Bagnaia novamente conseguiu um lugar na primeira fila do grid e larga em terceiro.

Jorge Martín novamente ficou com a pole no Red Bull Ring (Foto: Pramac)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Johann Zarco, vice-líder do campeonato, ficou com o quarto lugar. Marc Márquez e Jack Miller fecham a segunda fila do grid. Joan Mir, Aleix Espargaró, Miguel Oliveira e Brad Binder completam o top-10 na Áustria. Pol Espargaró e Takaaki Nakagami, respectivamente, encerram a lista dos pilotos que competiram no Q2.

Com 1min23s470, Álex Rins vai largar em 13º, à frente de Álex Márquez, Enea Bastianini, Iker Lecuona, Luca Marini, Valentino Rossi, Danilo Petrucci e Cal Crutchlow.

MotoGP volta a acelerar neste domingo (15), com o GP da Áustria, novamente no Red Bull Ring. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Zarco lidera último treino livre à frente de Bastianini e Mir

A última sessão de treinos livres no Red Bull Ring aconteceu com pista seca e sol. Quando os pilotos entraram na pista, os termômetros mediam 27°C, com o asfalto chegando a 38°C. A velocidade do vento era de 8 km/h, com umidade do ar em 55%.

Aleix Espargaró foi um dos primeiros a assumir o comando da sessão, com 1min24s302, só 0s001 melhor que Enea Bastianini. O piloto da Avintia, aliás, foi a 1min24s157 na sequência e assumiu a liderança, 0s145 melhor que o adversário da Aprilia. Marc Márquez vinha em terceiro, seguido por Jorge Martín.

Enea Bastianini começou bem no TL4 (Vídeo: MotoGP)

Com menos de dez minutos de sessão, Johann Zarco foi a 1min24s037 e assumiu a ponta, superando Bastianini por 0s120. Quartararo pulou para terceiro, seguido por Aleix e Marc Márquez.

O hexacampeão, aliás, caiu na curva 3 do Red Bull Ring, mas não se feriu e logo levantou a moto para voltar para a pista.

Com cerca de 8 minutos para o fim da sessão, foi Jorge Martín quem sofreu uma queda na curva 4. Apesar do impacto, o espanhol de Madri não se feriu com gravidade.

Jorge Martín caiu na curva 4 já na reta final do TL4 (Vídeo: MotoGP)

Enquanto isso, Álex Rins saltou para a terceira colocação, à frente de Quartararo, Aleix e Marc Márquez. Martín tinha a sétima melhor marca da sessão.

Joan Mir apareceu pouco depois, 0s037 melhor que o companheiro de Suzuki, e se colocou em terceiro, 0s128 atrás de Zarco.

Já com a bandeira quadriculada tremulando, Pol Espargaró saltou para a oitava colocação, 0s318 atrás do francês da satélite Pramac.

Com o fim da sessão, Johann foi seguido por Bastianini, Mir, Rins, Quartararo, Aleix Espargaró, Marc Márquez, Pol Espargaró, Jorge Martín e Álex Márquez na formação de um top-10 coberto por 0s380.

Martín comanda Q1 e avança para fase final da classificação com Oliveira

Vindo de vitória na semana passada, Martín começou o Q1 na ponta com 1min23s556, 0s687 melhor que Álex Márquez, o segundo colocado. Valentino Rossi vinha me terceiro, já 0s336 abaixo da linha de corte para a fase seguinte da classificação.

Jorge Martín começou a classificação com ritmo forte na Áustria (Vídeo: MotoGP)

Álex conseguiu reduzir a vantagem de Martín para 0s329 no giro seguinte, mas logo viu Rins ser 0s011 melhor para ficar com a segunda colocação. Valentino caiu para quarto, à frente de Miguel Oliveira.

Martín melhorou no quarto giro, chegando a 1min23s396, 0s385 mais rápido do que Rins, o segundo colocado. Bastianini se instalou em terceiro, seguido por Oliveira, Álex Márquez e Rossi.

Na hora em que os pilotos foram aos boxes trocar os pneus, Martín seguia com folga na ponta da tabela, seguido por Rins, Bastianini, Oliveira, Márquez, Rossi, Luca Marini, Iker Lecuona, Danilo Petrucci e Cal Crutchlow.

Jorge Martín e Miguel Oliveira foram aprovados no Q1 (Vídeo: MotoGP)

Rins logo reduziu a vantagem de Martín para 0s279, com Oliveira pulando para terceiro, à frente de Márquez, Bastianini e Lecuona.

O piloto da Suzuki deu outra boa volta, mas instantes antes da bandeirada, foi superado por um Oliveira 0s105 melhor. Martín também foi mais rápido, chegando em 1min23s197.

Com o cronômetro zerado no Red Bull Ring, Rins e Oliveira confirmaram a passagem para o Q2, enquanto Rins confirmou o 13º posto no grid, à frente de Álex Márquez, Bastianini, Lecuona, Marini, Rossi, Petrucci e Crutchlow.

Martín repete Estíria e crava pole do GP da Áustria

Aprovados no Q1, Martín e Oliveira se juntaram a Zarco, Quartararo, Nakagami, Binder, Mir, Aleix e Pol Espargaró, Miller, Bagnaia e Marc Márquez na briga pela pole-position.

Quando os primeiros tempos foram computados, Zarco apareceu na pole provisória, 0s095 melhor que Brad Binder. Aleix Espargaró começou a sessão com o terceiro tempo.

Fabio Quartararo ficou decepcionado, mas até aplaudiu (Vídeo: MotoGP)

No giro seguinte, Martín passou em 1min23s037 e assumiu a ponta, 0s362 melhor que Zarco. Logo em seguida, porém, Quartararo enfiou 0s360 no caçula dos pilotos da Pramac e assumiu o topo da classificação.

Na hora da parada nos boxes, Fabio seguia na ponta apesar de não ter melhorado ―, mas, de novo, rodado abaixo do recorde da pista ―, diante de Martín, Zarco, Márquez, Aleix, Miller, Binder, Mir, Pol, Nakagami, Oliveira e Bagnaia.

No retorno à pista, Bagnaia, que tinha tido um tempo cancelado por exceder os limites, avançou para a terceira colocação, 0s541 atrás de Quartararo. Mais atrás, Jack Miller subiu para sétimo.

Pecco conseguiu uma nova melhora, mas apenas para reduzir para 0s386 o atraso em relação a Quartararo.

Jorge Martín conseguiu a segunda pole seguida no Red Bull Ring (Vídeo: MotoGP)

Com a bandeira quadriculada já exibida no circuito, Marc Márquez pulou para quarto, 0s093 melhor que Miller, que se instalou em quinto.

Martín, porém, vinha em boa volta e cravou as quatro parciais para bater Quartararo por 0s034 e assegurar a pole.

LEIA TAMBÉM
Aos 42, Rossi decide por aposentadoria e encerra história na MotoGP em 2021
Maior da história ou não, Rossi teve impacto transformador e popularizou MotoGP
Ídolo, referência e lenda: mundo do esporte a motor reage à aposentadoria de Rossi
Obrigada, Vale
Martín tira atraso de lesão e ratifica adaptação rápida com vitória no GP da Estíria
Fabio Quartararo: 2020 x 2021
Fim triste mostra que relação entre Viñales e Yamaha deveria ter acabado antes

MotoGP 2021, GP da Áustria, Red Bull Ring, Classificação:

1J MARTÍNPramac Ducati1:22.643 
2F QUARTARAROYamaha1:22.677+0.034
3F BAGNAIADucati1:23.063+0.420
4J ZARCOPramac Ducati1:23.120+0.477
5M MÁRQUEZHonda1:23.227+0.584
6J MILLERDucati1:23.320+0.677
7J MIRSuzuki1:23.378+0.735
8A ESPARGARÓAprilia Gresini1:23.423+0.780
9M OLIVEIRAKTM1:23.499+0.856
10B BINDERKTM1:23.568+0.925
11P ESPARGARÓHonda1:23.738+1.095
12T NAKAGAMILCR Honda1:23.990+1.347
13A RINSSuzuki1:23.470+0.827
14A MÁRQUEZLCR Honda1:23.535+0.892
15E BASTIANINIAvintia Ducati1:23.790+1.147
16I LECUONATech3 KTM1:23.825+1.182
17L MARINIAvintia VR46 Ducati1:23.834+1.191
18V ROSSISRT Yamaha1:23.939+1.296
19D PETRUCCITech3 KTM1:24.405+1.762
20C CRUTCHLOWSRT Yamaha1:24.509+1.866

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar