Martín se impõe e vence GP da França na MotoGP. Marc Márquez bate Bagnaia e é 2º

Jorge Martín brilhou nas voltas finais do GP da França, superou Francesco Bagnaia e venceu novamente em Le Mans. Marc Márquez se recuperou outra vez e ficou no pódio

O GP da França de 2024 entregou um clássico instantâneo para a MotoGP. Com muitas disputas pela liderança, surpresas, sustos e grandes pilotos mostrando o seu melhor, Le Mans presenciou uma etapa incrível do início ao fim. Jorge Martín até perdeu a liderança na largada, mas se manteve calmo, recuperou o ritmo e venceu mais uma vez na temporada para disparar de vez no campeonato.

Marc Márquez novamente brilhou em prova de recuperação. Partindo do 13º lugar no grid, o espanhol da Gresini superou um por um e encostou nos líderes nas últimas voltas. Depois de muito esperar, superou Francesco Bagnaia — que controlou boa parte da corrida — na última volta e ficou em segundo. O italiano terminou em terceiro.

Enea Bastianini mostrou bom desempenho em Le Mans, mas apareceu tarde demais e ficou em quarto, com Maverick Viñales na quinta colocação. Fabio Di Giannantonio, apesar de punição sofrida, foi o sexto.

Franco Morbidelli, Brad Binder, Aleix Espargaró e Álex Márquez fecharando a lista dos dez melhores na França.

Jorge Martín novamente levou a melhor em Le Mans (Foto: AFP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

MotoGP volta a acelerar entre os dias 24 e 26 de maio, para o GP da Catalunha, em Barcelona, com a 6ª etapa da temporada 2024. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

Confira como foi o GP da França da MotoGP:

O dia começou nublado em Le Mans, com forte ameaça de chuva, e temperaturas de 21ºC no ar e 30ºC na pista. Os ventos eram de 2 km/h e a umidade relativa de 68%. Um cenário imprevisível para pilotos e equipes, com nuvens carregadas de um lado do circuito e sol aparecendo em outro ponto.

Quase todos os pilotos do grid largaram com pneu duro na dianteira e macio na traseira. A única exceção foi Augusto Fernández, com dois compostos macios em sua GasGas Tech3.

Na largada, Francesco Bagnaia partiu bem e tomou a dianteira ainda na reta. Martín reagiu e mergulhou por dentro na curva 3, mas o italiano reagiu e retomou a ponta da prova. Maverick Viñales ainda forçou na chicane e passou reto, caindo para quinto.

A largada da corrida principal em Le Mans (Vídeo: Reprodução/MotoGP)

Ainda na primeira volta, Marc Márquez iniciou a prova de recuperação e saltou de 13º para o oitavo lugar, atrás de Enea Bastianini.

No fim do primeiro giro, Bagnaia liderava seguido por Martín, Aleix Espargaró, Fabio Di Giannantonio e Pedro Acosta, que superou Viñales.

Bagnaia começou a ser pressionado por Martín, que buscava espaços para ultrapassar o rival. A dupla ainda conseguia abrir boa vantagem para Espargaró, que não tinha o mesmo ritmo.

No início da terceira volta, a prova acabou para Acosta. O novato forçou uma ultrapassagem dupla contra Espargaró e Di Giannantonio, perdeu o controle da dianteira e caiu.

Afoito, Pedro Acosta abandonou a corrida na França (Vídeo: Reprodução/MotoGP)

No giro seguinte, foi a vez de Marco Bezzecchi. O italiano escorregou na curva 6 quando tentava ultrapassar Enea Bastianini, mas travou a roda e saiu da disputa, indo para a caixa de brita.

Na frente, Bagnaia conseguiu abrir 0s2 para Martín. Enquanto isso, Marc Márquez colocou na traseira de Viñales em busca do quinto lugar.

No sexto giro, Espargaró fez 1min31s447 e cravou a melhor volta da prova, se aproximando de Martín na briga pelo segundo lugar.

Marc Márquez colocou as garras de fora e foi para o ataque contra Viñales no fim da reta principal, mas o espanhol da Aprilia se segurou bem na chicane e ficou no quinto lugar.

Na oitava volta, Di Giannantonio mergulhou por dentro na curva 6 e espalhou, dando a oportunidade de Espargaró rapidamente retomar o terceiro posto. A disputa, porém, fez os líderes sumirem na frente.

Aleix Espargaró vacilou e perdeu a terceira posição para Di Giannantonio (Vídeo: MotoGP)

Álex Rins foi punido por cortar caminho na curva 9 e precisou cumprir uma volta longa. No momento, o piloto da Yamaha ocupava a 20ª e última colocação.

A partir da décima volta, o céu ficou fechado de vez em Le Mans, com nuvens carregadas em torno do circuito e a crescente ameaça de chuva. Bagnaia e Martín apertaram o ritmo e conseguiram abrir 0s9 para Espargaró, ganhando mais respiro para a disputa particular.

Outra grande prova de recuperação na França era Brad Binder. O sul-africano da KTM largou no 22º e último lugar, mas já ocupava a décima posição, dentro da zona de pontuação.

Na volta 11, Diggia superou Espargaró e foi para a terceira posição. O espanhol, aliás, perdeu rendimento e também foi superado por Viñales e Marc Márquez, caindo para a sexta posição em poucos metros.

O pesadelo de Aleix Espargaró continuou em Le Mans. O #41 foi passado por Bastianini e passou reto na curva 9, voltando na oitava posição.

Bagnaia apertou o ritmo e abriu 0s5 de vantagem para Martín enquanto o espanhol estava 1s à frente de Di Giannantonio.

Bastianini pagando punição em Le Mans (Vídeo: Reprodução/MotoGP)

Na volta 14, os comissários decidieram punir Bastianini por exceder limites de pista. O italiano precisou cumprir uma volta longa e voltou em 9º. Quem brilhava neste momento era Fabio Quartararo, correndo em casa e ocupando o sexto posto.

Na volta 15, Viñales espalhou na curva 8 e foi para a zebra. Márquez se aproveitou do vacilo, mergulhou e fez a ultrapassagem para assumir o quarto lugar.

Ao mesmo tempo, Martín voltou a apaertar o ritmo e diminuiu a diferença para Bagnaia, esquentando novamente a briga pela liderança em Le Mans.

Márquez pegou vácuo na reta e colocou por dentro na chicane, mas Di Giannantonio não decedeu, a dupla se tocou e o italiano seguiu na terceira posição. Viñales tentou se aproveitar, mas sem sucesso.

O ótimo dia de Quartararo chegou ao fim na 17ª volta. O francês errou na curva 9, escorregou e foi ao solo para abandonar a disputa.

O fim da corrida, então, ficou frenético. Di Giannantonio errou no fim da reta, passou reto e foi superado por Márquez e Viñales, caindo para quinto. Lá na frente, Martín encostou de vez em Bagnaia.

Di Giannantonio foi punido com uma volta longa por cortar a chicane no fim da reta.

A oito voltas para o fim, Martín saiu do conforto. O espanhol pegou vácuo na reta, colocou por dentro na chicane, mas espalhou e deu chance para o atual campeão retomar a liderança.

Defesa de Bagnaia em cima de Martín pela liderança (Vídeo: MotoGP)

No giro seguinte, a manobra foi inevitável. Martín novamente armou o bote, mergulhou no fim da reta, mas conseguiu segurar a freada para assumir a liderança. Marc Márquez, porém, encostou e ficou apenas 0s6 atrás da dupla.

Martín conseguiu apenas 0s4 para Bagnaia, mas o italiano começou a se preocupar com a pressão de Márquez logo atrás.

A quatro voltas para o fim, Martín colocou mais alguns décimos de vantagem para Bagnaia. Enquanto isso, Márquez colava de vez na traseira da Ducati #1 e ameaçava a segunda posição em uma intensa disputa no circuito francês.

Logo depois, no entanto, Martín errou no fim da reta, espalhou e Bagnaia tentou se aproveitar, mas a porta foi fechada. Com isso, o trio ficou separado por meio segundo no fim da prova.

Mais atrás, no penúltimo giro, Bastianini superou Viñales e alcançou a quarta colocação.

Na volta final, manobra brilhante de Marc Márquez em cima de Bagnaia (Vídeo: MotoGP)

Na última volta, Bagnaia foi para o ataque, especialmente após Martín escapar um pouco nas curvas 3 e 6, mas fechando bem a porta. No fim, porém, o italiano acabou superado por Márquez na curva 9.

Com isso, Martín venceu na França, com Márquez e Bagnaia fechando o pódio. Bastianini e Viñales chegaram na sequência, no top-5.

MotoGP 2024, Le Mans, GP da França, Resultado Final:

POSMotoPilotoEquipeDiff
189J MARTÍNPramac Ducati27 voltas
293M MÁRQUEZGresini Ducati+ 0.446
31F BAGNAIADucati+ 0.585
423E BASTIANINIDucati+ 2.206
512M VIÑALESAprilia+ 4.053
649F DI GIANNANTONIOVR46+ 9.480
721F MORBIDELLIPramac Ducati+ 9.868
833B BINDERKTM+ 10.353
941A ESPARGARÓAprilia+ 11.392
1073A MÁRQUEZGresini Ducati+ 13.442
1125R FERNÁNDEZTrackhouse Aprilia+ 24.201
125J ZARCOLCR Honda+ 26.809
1337A FERNÁNDEZGasGas+ 27.426
1430T NAKAGAMILCR Honda+ 30.026
1542A RINSYamaha+ 30.936
1610L MARINIHonda+ 40.000
1743J MILLERKTMAbandonou
1820F QUARTARAROYamahaAbandonou
1988M OLIVEIRATrackhouse ApriliaAbandonou
2036J MIRHondaAbandonou
2172M BEZZECCHIVR46Abandonou
2231P ACOSTAGasGasAbandonou
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.