Martín consolida boa fase e vence corrida sprint da MotoGP na Indonésia. Bagnaia é 8º

Jorge Martín voltou a atropelar a concorrência, mostrou bom ritmo na prova sprint em Mandalika e venceu pela quarta vez seguida. Com o resultado, o espanhol tomou a dianteira no campeonato

A briga pelo título da MotoGP em 2023 tem um novo alvo no topo da tabela de pontos. Jorge Martín manteve a boa fase, venceu a quarta corrida sprint seguida, agora na Indonésia, e tomou a liderança do campeonato. Com boa atuação, o espanhol não deu chance para a concorrência e levou a melhor em Mandalika.

Mesmo lesionada, a dupla da VR46 voltou a mostrar ótimo desempenho. Luca Marini, que largou na pole, terminou na segunda posição, acompanhado pelo companheiro Marco Bezzecchi — que ultrapassou Maverick Viñales na última volta.

Jorge Martín ignorou a concorrência em Mandalika (Foto: Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Fabio Quartararo foi o quinto colocado, seguido por Fabio Di Giannantonio e Enea Bastianini. O atual campeão Francesco Bagnaia tentou uma prova de recuperação, mas ficou apenas em oitavo e perdeu a liderança do certame. Jack Miller e Miguel Oliveira completaram o top-10.

A largada da corrida principal da MotoGP no GP da Indonésia, em Mandalika, está marcada para às 4h (de Brasília), deste domingo (15). O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade.

Como foi a corrida sprint da MotoGP na Indonésia:

Todos os pilotos optaram pelo pneu macio na traseira das motos, mas houve muita divisão na escolha dos pneus dianteiros da Michelin em Mandalika.

Luca Marini largou bem e chegou a manter a liderança após a curva 1, mas Maverick Viñales mergulhou por dentro e tomou a dianteira rapidamente. Fabio Quartararo também foi bem e subiu para terceiro, com Jorge Martín na sequência.

A largada da MotoGP em Mandalika (Vídeo: MotoGP)

Atrás no grid e precisando se recuperar, Francesco Bagnaia ganhou duas posições na volta inicial. Ao mesmo tempo, Marc Márquez caiu e abandonou a prova sprint ainda no começo da disputa.

No início da segunda volta, Martín passou Quartararo no final da reta principal do circuito de Mandalika, mas o francês se recuperou e retomou a terceira posição. Algumas curvas depois, o espanhol acertou a manobra e ficou com a posição.

O giro ainda veria mais mudanças na classificação. Aleix Espargaró tentou passar por Brad Binder na curva 16, perdeu o controle da Aprilia e os dois caíram, abandonando a prova.

Jorge Martín ultrapassa Marini e assume segunda posição (Vídeo: MotoGP)

Viñales começou a ampliar a vantagem na liderança e chegou a ficar 1 segundo na frente. Mais atrás, Martín ultrapassou Marini na quinta volta e tomou a segunda colocação. Em prova de recuperação, Bagnaia já aparecia em oitavo.

A sexta volta começou com Bezzecchi fazendo a melhor volta da prova e ultrapassando Quartararo para tomar a quarta colocação. Na frente, Martín se aproximava aos poucos na briga pela liderança com Viñales.

Na volta 7, Martín ficou apenas quatro décimos atrás de Viñales, enquanto o rival Bagnaia se atrapalhava para conseguir ultrapassar Bastianini na briga pela sétima colocação.

Viñales passou a sofrer com o desgaste dos pneus em Mandalika e viu Martín se aproximar, com Marini logo atrás. Quem também andava bem neste momento e tentava sonhar com a vitória era Bezzecchi, em quarto.

A 5 voltas para o fim, Martín ultrapassou Viñales ao mergulhar por dentro e tomou a liderança da prova, imediatamente abrindo boa vantagem para o compatriota. No giro seguinte, foi a vez de Marini tomar o segundo lugar.

Martín assume a liderança após passar Viñales em Mandalika (Vídeo: MotoGP)

Na volta 11, Bezzecchi colocou por dentro de Viñales no final da reta principal, mas o espanhol da Aprilia imediatamente deu o troco e retomou o terceiro lugar. Na frente, Marini buscava se aproximava de Martín. No meio do pelotão, Bagnaia ficou preso atrás do companheiro Bastianini e não conseguia sair da oitava colocação.

Marini errou na penúltima volta e a vantagem para Martín aumentou para mais de 1 segundo. Bezzecchi, seu companheiro na VR46, finalmente ultrapassou Viñales e subiu para terceiro.

A última volta foi apenas para consolidar o passeio de Martín em Mandalika, vencendo mais uma sprint na temporada e assumindo a liderança do campeonato. Marini e Bezzecchi, mesmo lesionados, completaram o pódio.

MotoGP 2023, Mandalika, Corrida Sprint, Indonésia, Resultado Final:

1J MARTÍNPramac Ducati 13 voltas
2L MARINIVR46+ 1.131 
3M BEZZECCHIVR46+ 2.081 
4M VIÑALESAprilia+ 2.720 
5F QUARTARAROYamaha+ 3.121 
6F DI GIANNANTONIOGresini Ducati+ 4.203 
7E BASTIANINIDucati+ 4.981 
8F BAGNAIADucati+ 5.465 
9J MILLERKTM+ 7.852 
10M OLIVEIRARNF Aprilia+ 8.942 
11T NAKAGAMILCR Honda+ 12.034 
12J ZARCOPramac Ducati+ 14.015 
13A FERNÁNDEZGasGas+ 14.823 
14R FERNÁNDEZRNF Aprilia+ 15.699 
15F MORBIDELLIYamaha+ 23.331 
16J MIRHonda+ 24.894 
17P ESPARGARÓGasGas+ 27.169 
18Á RINSLCR Honda+ 28.980 
19B BINDERKTM+ 43.090 
20A ESPARGARÓAprilia Abandonou
21M MÁRQUEZHonda Abandonou
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.