KTM diz que “não é realista” pensar em começar temporada 2020 em julho

Diretor-esportivo da KTM, Pit Beirer considerou que setembro é uma época mais plausível para o início da temporada 2020. O dirigente espera que o mundo se recupere aos poucos da pandemia do novo coronavírus

Diretor-esportivo da KTM, Pit Beirer acredita que a MotoGP não poderá voltar à ativa antes de setembro. O dirigente avalia que “não é mais realista” falar em começar o campeonato 2020 a partir de julho por conta da pandemia do novo coronavírus.
 
Até aqui, a MotoGP cancelou apenas o GP do Catar, mas as provas de Tailândia, Austin, Argentina, Espanha, França, Catalunha e Itália já foram adiadas. Por enquanto, não existe uma data oficial para o início da temporada.
 
No domingo (12), a Organização Mundial de Saúde divulgou um novo relatório que confirma 1.696.588 casos de Covid-19, com 105.952 vítimas fatais. No continente europeu, são 880.106 positivos, com 74.237 mortes.
Pit Beirer (Foto: Sebas Romero/KTM)
Paddockast #56
QUEM VAI SER O PRÓXIMO BRASILEIRO NA F1?

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Com o atual número de pessoas afetadas, não é mais realista pensar que nós podemos correr em julho. Mas temos cinco meses antes de setembro, por exemplo”, disse Beirer em entrevista à publicação alemã ‘Speedweek’. 
 
O dirigente ressaltou o esforço global na busca por um medicamente eficaz no combate à Covid-19 e também na busca por uma vacina. 
 
“Eu sei que todos os médicos ao redor do mundo, muitas universidades e companhias farmacêuticas estão trabalhando em curas e vacinas contra o coronavírus”, comentou. “Dá para comparar com o que está acontecendo na MotoGP. Não podemos imaginar sermos 1s mais rápidos a cada ano, mas os engenheiros sempre acham uma solução”, comparou.
 
Ainda assim, Pit sabe que só o tempo poderá reverter a situação atual e aposta que o mundo voltará ao normal aos poucos.
 
“Teremos de esperar mais alguns meses. As fronteiras vão reabrir gradualmente. No início, podemos ter duas ou três corridas apenas para as emissoras de TV, levando um staff menor para o paddock. Aí voltaremos ao normal, passo a passo”, afirmou. 
 
Por fim, Beirer garante que a MotoGP não vai correr se algum de seus integrantes não puder estar presente por conta de barreiras impostas pela pandemia.
 
“Nós, certamente, não teremos GPs onde alguém não possa ir. Isso não é um opção nem para nós e nem para a Dorna”, concluiu.
 
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar