MotoGP

KTM muda programação após testes de Valência e Jerez e antecipa estreia de Pedrosa com RC16

De acordo com a publicação alemã ‘Speedweek’, a KTM conseguiu um acordo com a Honda para antecipar o primeiro teste de Dani Pedrosa com o protótipo da MotoGP. Marca austríaca reviu programação após testes de Valência e Jerez
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Dani Pedrosa (Foto: Repsol)
Dani Pedrosa já tem data para estrear a bordo da RC16. Novo piloto de testes da KTM, o experiente #26 vai provar o protótipo austríaco antes mesmo da virada do ano.
 
Contratado da Honda até 31 de dezembro, Pedrosa só era esperado na garagem da KTM em fevereiro, para o teste de Sepang, mas, de acordo com a publicação alemã ‘Speedweek’, a performance nesses primeiros testes resultou na mudança no programa.
 
De acordo com a publicação, Pedrosa vai testar a RC16 em 18 e 19 de dezembro, em Jerez de la Frontera.
Dani Pedrosa vai testar a KTM ainda em 2018 (Foto: Divulgação/MotoGP)
Diretor-executivo da KTM, Stefan Pierer afirmou que a marca chegou a um acordo com a Honda para poder antecipar os trabalhos com Pedrosa.
 
“Vai ser antes do Natal e não só nos testes da IRTA (Associação Internacional das Equipes de Corrida), na Malásia, em fevereiro”, confirmou Pierer. “Nós tínhamos concordado com a Honda que ele não testaria em novembro. Mas agora nós encontramos uma solução justa com a Honda”, seguiu.
 
“Ele é livre. Tenho curiosidade de ver o que acontece neste teste”, frisou.
 
A KTM está um pouco atrasada em seu programa de desenvolvimento, já que Mika Kallio, o piloto de testes da marca, ainda não se recuperou das lesões que sofreu em meados da temporada.
 
“Nós testamos muitos componentes novos nos testes da fábrica em novembro, porque Mika está gravemente lesionado desde julho e não pôde testar”, completou Pierer.