Lecuona diz que demorou cinco minutos para aceitar vaga na Tech3

Sem muito destaque na Moto2 em 2019, Iker Lecuona foi promovido para a MotoGP em 2020 e diz que ficou surpreso com o convite da KTM

Nesta semana, a KTM surpreendeu ao anunciar Iker Lecuona para a última vaga da Tech3, ao lado de Miguel Oliveira. O espanhol subirá para a MotoGP com apenas três temporadas completas e quatro anos de experiência no motociclismo.
 
Na quinta-feira (24), o futuro estreante da categoria principal do Mundial contou como foi a decisão de aceitar o convite feito pela KTM para o próximo ano.
 
"Tive a opção de ir para a MotoGP e obviamente disse que sim. Não demorei 10 horas, mas cinco minutos para aceitar. Tinha contrato com a Ajo e estava muito feliz", declarou Lecuona.
 
Em 2015, com apenas 15 anos, o piloto espanhol era proclamado campeão nacional de supermotard. No ano seguinte, subiu para o Campeonato Europeu de Moto2 e, ainda em 2016, chegou no Mundial. Agora, ele terá a oportunidade de estrear na MotoGP com apenas 19 anos. 
Iker Lecuona vai andar na MotoGP em 2020 (Foto: Divulgação/MotoGP)
 
"Na motovelocidade, tenho quatro anos. Ninguém teve uma trajetória assim. Sei que há sorte para chegar onde estou e que os astros se alinhem para quando alguém procurar e você estar ali. Mas também trabalhei muito", afirmou.
 
Apesar da pouca experiência, Lecuona acredita que fará uma boa temporada de estreia na categoria principal do Mundial. 
 
"Sei que se estivesse na Moto2, poderia lutar pelo título, essa foi uma das razões que me fez aceitar subir para a MotoGP. Quando está na frente, ganhando ou não, está muito preparado. Não digo que vou subir e andar extremamente bem, mas estarei preparado, creio que posso ir bem", completou.

O GP da Austrália de MotoGP está marcado para o domingo, às 1h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Paddockast #38
CORRIDAS POLÊMICAS DA HISTÓRIA DA FÓRMULA 1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube