Lorenzo lamenta veto no GP da Catalunha, mas diz: “Talvez seja melhor assim”

Com a decisão de reduzir o número de pessoas no paddock, a MotoGP barrou a participação de wild-cards em 2020. Foi má notícia para Jorge Lorenzo, mas nem tanto assim

Jorge Lorenzo aceitou bem a decisão da MotoGP de barrar a participação de wild-cards na temporada 2020. O #99 reconheceu que, com poucos testes, não seria tão competitivo quanto gostaria no GP da Catalunha.

Piloto de testes da Yamaha, o espanhol estava confirmado para a prova catalã antes do o Mundial de Motovelocidade vetar a participação de convidados para reduzir o número de pessoas no paddock, por conta da pandemia do novo coronavírus.

Jorge Lorenzo voltou à Yamaha depois de uma temporada frustrada com a Honda (Foto: Yamaha)

De volta à Yamaha após passar por Ducati e Honda, Lorenzo admitiu que gostaria de testar mais vezes antes de poder competir outra vez com a YZR-M1.

“É uma situação inesperada para todos e esse coronavírus provavelmente vai tomar a maior parte do ano. Mas está acontecendo e eles decidiram que os wild-cards não vão participar”, disse Lorenzo. “Por um lado, estou desapontado, porque eu realmente queria fazer essa corrida, mas, por outro, com tão poucos testes antes da corrida, não acho que seria muito competitivo”, seguiu.

“Então não acho que seria uma boa ideia ir direto para o fim de semana de corrida e tentar fazer um wild-card. Não acho que seria possível ser competitivo, então, por isso, estou triste, porque eu queria fazer bem feito, testando e me sentindo bem com a moto e aí competindo. Mas, por outro lado, talvez seja melhor assim”, ponderou.

O foco de Lorenzo agora é completar mais alguns dias de testes ainda neste ano.

“No momento, preciso entender quando será o próximo teste. Acho que a Yamaha está tentando estudar quando e em que pista”, comentou. “Vi a KTM testando outro dia em Spielberg, então tomara que, o mais cedo possível, nós possamos fazer um teste, talvez em Motegi ou em alguma outra pista”, torceu.

“Realmente espero testar, pois me diverti muito com a minha moto em Sepang. Foram três, quatro dias muito bons com o time e estou ansioso para fazer isso outra vez”, completou.

Paddockast #63 | COMO JORDAN, QUEM MERECE DOCUMENTÁRIO SOBRE O ADEUS?
Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube