Lorenzo mostra empolgação com desafio da temporada 2017 e vê Ducati como “a Ferrari das duas rodas”

Jorge Lorenzo se mostrou empolgado com o desafio de vencer pela Ducati. Espanhol exaltou sua nova casa e avaliou que a fábrica de Bolonha é a Ferrari das duas rodas

 

Jorge Lorenzo não esconde a animação com a mudança para a Ducati. Embora ainda esteja contratualmente impedido de falar sobre sua nova equipe — o vínculo com a Yamaha vai até 31 de dezembro —, o #99 voltou a sublinhar o desafio que tem pela frente e exaltou a fábrica de Borgo Panigale.

 
Falando à publicação britânica ‘Crash.net’ durante a etapa final da F1 em Abu Dhabi, Jorge destacou sua empolgação com o novo desafio, especialmente pela possibilidade de tentar um feito conquistado por poucos.
Jorge Lorenzo mostrou animação ao falar sobre estreia na Ducati (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

“Estou muito empolgado, porque eu tive a chance de testar minha nova moto em Valência por dois dias depois da corrida. Não posso testá-la novamente até o fim de janeiro, então serão dois longos meses”, disse Lorenzo. “De qualquer forma, é bom, porque terei algum tempo livre e pequenas férias. Não muito, porque preciso me preparar mais [fisicamente] do que nunca, porque a moto parece bem dura de guiar, então tenho de estar bem preparado”, seguiu.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Mas será um desafio muito empolgante, um ano muito empolgante, porque quase ninguém venceu antes com a Ducati — apenas Casey Stoner — e ser capaz de lutar por isso será uma grande motivação para mim”, frisou.
 
2016 marcou o fim de um longo jejum para a Ducati, com Andrea Iannone e Andrea Dovizioso conquistando as primeiras vitórias do time de Bolonha desde o fim da era Stoner, em 2010.
 
Questionado sobre suas chances de vitória com a marca italiana, Lorenzo lembrou que apenas cinco pilotos conquistaram títulos com fábricas diferentes na classe rainha em toda a história do Mundial de Motovelocidade: Geoff Duke (Norton/Gilera), Giacomo Agostini (MV Agusta/Yamaha), Eddie Lawson (Yamaha/Honda), Valentino Rossi (Honda/Yamaha) e Casey Stoner (Ducati/Honda).
 
“Vai ser muito importante, porque só cinco pilotos venceram com duas fábricas diferentes na história e só um com a Ducati”, lembrou. “A Ducati, de certa forma, é a Ferrari das duas rodas. Eles têm uma aura mágica, porque o design das motos de rua é fantástico. Ser capaz de vencer com essa fábrica seria algo especial”, ponderou.
 
“Além disso, os fãs da Ducati amam a marca talvez mais do que aos pilotos! Isso não acontece em outras companhias, não é?”, concluiu.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube