Lorenzo segue luta para se adaptar à Ducati e tem estrela ofuscada por talento de Dovizioso

A temporada 2018 da MotoGP já começou, e Jorge Lorenzo segue com dificuldades na Ducati. Após uma pré-temporada até animadora, o espanhol só conquistou um ponto nas duas primeiras etapas do ano. Focado em apenas conseguir mais velocidade com a moto, o piloto de Maiorca precisa também começar a pensar no futuro

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A pré-temporada de Jorge Lorenzo pode ter animado, mostrando uma adaptação na Ducati, mas quando foi para valer, o desempenho do espanhol foi abaixo do esperado. Em duas etapas já disputadas do Mundial de Motovelocidade, o piloto tem o total de um ponto conquistado, ocupando apenas o 20º posto.

É verdade que a adaptação à arisca moto da Ducati pode levar tempo, mas após um ano defendendo o time de Borgo Panigale e uma ligeira melhora no final de 2017, esperava-se que o tricampeão já houvesse pego minimamente a mão da fera vermelha.

Não é nenhum segredo que a situação do piloto de Maiorca dentro do time italiano não é fácil. Com uma moto bem-nascida e consideravelmente melhor que a do campeonato anterior, ainda tem um companheiro competitivo que, além de ter vencido a primeira etapa disputada, fez boa prova e terminou na sexta colocação em terras argentinas.

Jorge Lorenzo (Foto: Michelin)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Enquanto isso, o espanhol encara um ano de poucos sucessos e performance bastante discreta. A começar pelo Catar, onde sequer chegou a terminar a prova, pois enfrentou um problema em sua moto. Em Termas de Río Hondo, largou em 16º para cruzar a linha de chegada apenas na 15ª colocação. Ao menos, salvou seu primeiro ponto de 2018.

Ao colocar os companheiros lado a lado, é compreensível que o italiano tenha um notável desempenho em cima do colega. Afinal, já é sua sexta temporada na casa, o que deu tempo de sobra para se acostumar à moto e adaptar seu estilo de pilotagem, tornando-se o piloto nº 1 lá dentro.

Contratado com grandes expectativas para uma nova fase da Ducati, o #99 não esconde que não se sente a vontade com a Desmosedici. E se na equipe tudo parecia andar de vento em popa, os primeiros sinais de desgaste começaram a ruir no time. No final de semana, o espanhol chegou a declarar que o italiano sempre tentou diminuí-lo e baixar sua moral.

E como se um colega brilhante e uma baixa performance não fossem suficiente, outro ponto de atenção para Jorge é que seu contrato se encerra no final de 2018. No entanto, apesar de ainda não ter rumo na classe rainha a partir da próxima temporada, o próprio competidor já admitiu que essa não é sua prioridade no momento, e sim se sentir confortável com a moto para ser mais rápido. Enquanto isso, Dovizioso já começou suas negociações.

Apesar de falar que não pensa em sua renovação do acordo no momento, o piloto deve começar a se preocupar com seu futuro. O mercado de pilotos já segue borbulhando e seu lugar ainda não está garantido para 2019. Com um companheiro tão brilhante ao seu lado, a estela do espanhol está cada vez mais ofuscada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube