Lorenzo sobra e fica com pole em Brno. Rossi conquista melhor posição de largada do ano

Jorge Lorenzo dominou o treino classificatório e conquistou sua quarta pole-position na temporada. Espanhol vai dividir a primeira fila com Cal Crutchlow e Daniel Pedrosa

Jorge Lorenzo não teve dificuldades para garantir sua quarta pole-position na temporada de 2012 da MotoGP. O espanhol da Yamaha dominou a sessão deste sábado (25) de ponta a ponta e não chegou a ser ameaçado pelos rivais.

Nos minutos finais da atividade, Cal Crutchlow travou um duelo com Ben Spies pela segunda posição do grid, e acabou ficando com a posição ao registrar 1min55s995.
 

Lorenzo conquistou sua quarta pole na temporada (Foto: MotoGP)


Daniel Pedrosa sofreu uma queda na sessão e teve dificuldades para recuperar seu bom rendimento. No último giro, o espanhol cravou 1min56s327 e tomou o terceiro lugar de Spies.

Andrea Dovizioso vai largar em quinto, seguido por Valentino Rossi, que conquistou sua melhor posição de largada na temporada. Stefan Bradl, ficou com o sétimo posto, seguido por Álvaro Bautista, Karel Abraham e Randy De Puniet.

Saiba como foi a classificação deste sábado:

Lorenzo abriu o treino mostrando força ao anotar 1min56s788. Pedrosa vinha em segundo, seguido por Bautista, Bradl e Dovizioso. Na sequência, Rossi anotou 1min57s974 e subiu para a segunda colocação.

Jorge baixou sua marca para 1min56s302, com Crutchlow subindo para o segundo posto, seguido por Dovizioso, Spies, Bradl, Rossi e Pedrosa.

O espanhol da Yamaha logo conseguiu baixar seu tempo de volta para 1min56s144, derrubando o recorde anterior, que foi registrado por Valentino em 2009.

Tentando melhorar seu tempo, Pedrosa sofreu uma queda na curva 10 e precisou voltar aos boxes da Honda para pegar a moto reserva.

Apesar dos bons tempos registrados, o campeão de 2010 não estava satisfeito com o comportamento da suspensão dianteira da Yamaha e a equipe nipônica optou por uma substituição.
 

Crutchlow renovou com a Tech 3 para temporada de 2013 (Foto: MotoGP)


Com pouco menos de meia hora para o fim da sessão, Crutchlow se acidentou quando aparecia na segunda colocação do grid. O piloto não se machucou e foi para os boxes da Tech 3 para trocar de moto.

Na ponta Lorenzo, seguia firme com 0s269 de vantagem para Crutchlow. Pedrosa tinha o terceiro lugar, com a marca de 1min56s680. Dovizioso vinha em quarto, seguido por Spies, Bautista, Bradl, Rossi, Abraham e Espargaró.

Dovizioso cravou 1min56s597 e subiu para a terceira coloção, 0s083 à frente de Pedrosa. Com pouco mais de 20 minutos para o fim da sessão, Michele Pirro sofreu uma queda na curva 3 de Brno. O italiano deixou a pista visivelmente com dores.

Em seguida, Rossi subiu de oitavo para sétimo ao anotar 1min57s080. Na passagem seguinte, o italiano baixou 0s150 e foi para o sexto posto do grid, à frente de Bautista, Bradl e Espargaró.

A mudança na suspensão da M1 não surtiu o efeito desejado e a equipe de Lorenzo optou por fazer uma nova troca. De volta à pista, Jorge vinha baixando as parciais e registrou 1min55s799, abrindo 0s612 para Crutchlow. Spies também foi mais rápido e assumiu o terceiro posto, à frente de Dovizioso, Pedrosa e Rossi.
 

Pedrosa conseguiu vaga na primeira fila em sua última volta (Foto: MotoGP)


Na sequência, Ben baixou para 1min56s331 e tomou a segunda colocação de Crutchlow. Cal respondeu, registrou 1min55s995 e retomou a posição.

Com dificuldades para reagir após a queda, Pedrosa se esforçou ao máximo e cavou um lugar na primeira fila.

MotoGP, GP da República Tcheca, Brno, Grid de largada:
 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube