Lorenzo tenta afastar pressão na luta pelo título e diz: "É sempre mais difícil para quem está perseguindo"

Líder do campeonato e vendo a aproximação do rival Dani Pedrosa, Jorge Lorenzo tratou de afastar a pressão na luta pelo título. “É sempre mais difícil para quem está perseguindo”

Líder do campeonato com 13 pontos de diferença para Dani Pedrosa, o segundo colocado, Jorge Lorenzo usa de todas as maneiras para afastar a pressão pela conquista do bicampeonato de suas costas. E isso fica claro nos mínimos detalhes e na reação do piloto da Yamaha, quando questionado sobre a briga com o compatriota pelo título da MotoGP.

Lorenzo prevê briga dura com Pedrosa pelo título (Foto: Yamaha)

Durante a coletiva de imprensa desta tarde de quinta-feira (13) em Misano, onde a temporada chega à 13ª etapa, Valentino Rossi, Cal Crutchlow e Jonathan Rea foram perguntados sobre qual dos dois postulantes ao título está mais sob pressão neste momento. Mas antes mesmo que um dos três tivesse tempo de responder, Jorge se apressou e tratou de colocar a responsabilidade nos ombros de Pedrosa. “Dani, claro”, disse, já rindo. “Porque ele está atrás no campeonato, então é sempre mais difícil para quem está perseguindo”, completou.

Crutchlow, por sua vez, defendeu a Yamaha, tratou de defender seus empregadores. O piloto da Tech 3 acha que a disputa será grande, mas “espero que o título fique com a Yamaha”. A resposta rendeu um cumprimento de Lorenzo.  Rea, piloto que foi recrutado pela Honda para substituir Casey Stoner, preferiu ficar em cima do muro. “Será difícil para os dois. Estou aqui apenas por duas corridas e depois tchau, vou assistir a briga do conforto do meu sofá. E tenho certeza que os dois vão proporcionar uma grande batalha”, disse o britânico de 25 anos.

Já Valentino, que em 2013 volta para a Yamaha, onde será novamente companheiro de Lorenzo, disse que a pressão é “igual para os dois, mas que talvez para Pedrosa seja maior, porque ele está lutando por seu primeiro título”. 

“Acho que é pior para Dani, porque ele nunca esteve em uma situação como essa antes, tão perto da disputa do título. Sempre teve de lidar com problemas físicos, sempre algo acontecia. Mas, de qualquer forma, acho que a pressão é a mesma para os dois. E será uma disputa equilibrada entre os dois”, acrescentou o italiano da Ducati.

O Grande Prêmio cobre o GP de San Marino 'in loco' com  Evelyn Guimarães. Acompanhe as informações aqui.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube