MotoGP
05/10/2018 02:39

Lorenzo vê MotoGP “cíclica como futebol” e aposta em reação da Yamaha: “Cedo ou tarde, eles vão chegar”

Ex-Yamaha, Jorge Lorenzo avaliou que, cedo ou tarde, a fábrica de Iwata vai voltar a brigar entre os ponteiros da classe rainha. O #99 considerou que a MotoGP é cíclica como o futebol
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Jorge Lorenzo (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Jorge Lorenzo acredita que, cedo ou tarde, a Yamaha vai conseguir reagir e devolver a YZR-M1 de volta à briga pela ponta na MotoGP. Sem vencer desde o GP da Holanda de 2017, o time dos três diapasões enfrenta sua maior seca na classe rainha.
 
Tricampeão da MotoGP pela Yamaha, Lorenzo deixou o time no fim de 2016, mas já está de saída da Ducati para se juntar à Honda no próximo ano.
 
Ciente do poderio da Yamaha, Lorenzo apostou em uma reação do time de Valentino Rossi e Maverick Viñales e avaliou que a MotoGP é tão cíclica quanto o futebol.
Jorge Lorenzo acredita em reação da Yamaha na MotoGP (Foto: Divulgação/MotoGP)
“Acho que a MotoGP é um pouco como o futebol no sentido de que é uma coisa cíclica”, disse Lorenzo. “Barcelona, Real Madrid podem ter três ou quarto anos difíceis e, cedo ou tarde, voltam”, comparou.
 
“A Yamaha tem a história para voltar e acho que, cedo ou tarde, eles vão chegar”, apostou.
 
Questionado se notou um declínio da Yamaha depois da disputa pelo título com Valentino Rossi em 2015, Lorenzo respondeu: “2016 foi um ano difícil, porque nós começamos fortes com a eletrônica, aí a Honda melhorou um pouco e nos alcançou”.
 
“Nós fomos um pouco inconsistentes nas corridas, mas fomos muito fortes em algumas pistas. Eu consegui quatro vitórias, mas, obviamente, fomos mais fortes em 2015”, recordou. “Mas, como eu disse antes, é uma coisa cíclica e eles vão voltar cedo ou tarde”, completou.