Lorenzo vence disputa com Márquez e lidera primeiro treino livre da MotoGP na Austrália. Rossi é terceiro

Jorge Lorenzo venceu uma disputa com Marc Márquez e ficou com o topo da tabela de tempos da MotoGP na manhã desta sexta-feira (16) na Austrália. 0s525 mais lento que o companheiro de Yamaha, Valentino Rossi ficou com o terceiro posto

A cobertura completa do GP da Austrália no GRANDE PRÊMIO

A chuva apareceu em Phillip Island na manhã desta sexta-feira (16), mas não atrapalhou o primeiro treino livre da MotoGP, já que apenas ganhou força nos minutos finais do exercício. Aproveitando ao máximo o piso seco, Jorge Lorenzo venceu uma disputa com Marc Márquez e ficou com o topo da tabela de tempos.

 
Com a melhor de suas 12 voltas em 1min30s047, Lorenzo garantiu a liderança do primeiro treino com 0s348 de margem para Márquez.
Jorge Lorenzo foi o mais rápido nesta manhã em Phillip Island (Foto: Yamaha)
Líder do Mundial, Valentino Rossi usou sua 15ª volta para anotar 1min30s572 e garantir o terceiro posto na tabela, 0s525 atrás de Lorenzo.

Dani Pedrosa aparece na sequência, em quarto, já 0s622 mais lento que Lorenzo. Correndo em casa, Jack Miller acertou um giro em 1s30s712 e ficou com o quinto posto.
 
Companheiro do #43 na LCR, Cal Crutchlow ficou em sexto, seguido por Bradley Smith. Melhor Ducati, Andrea Iannone registrou a oitava melhor marca, seguido por Pol Espargaró. Maverick Viñales completa o rol dos dez primeiros nessa primeira sessão do fim de semana.
 
Saiba como foi o primeiro treino da MotoGP em Phillip Island:
 
O bom clima dos últimos dias deu lugar a um céu nublado nesta manhã em Phillip Island. Na hora do treino da MotoGP, os termômetros marcavam 17ºC, com a pista chegando a 22ºC. Os ventos também tinham aumentado consideravelmente e sopravam a uma velocidade de 18 km/h.
 
Com a ameaça de chuva presente, ninguém tardou a entrar na pista tão logo o cronômetro foi acionado para marcar os 45 minutos da sessão.
 
 Neste fim de semana, a MotoGP conta com outros dois australianos no grid, já que Damian Cudlin e Anthony West substituem os lesionados Alex de Angelis e Karel Abraham, respectivamente.
 
Com 1min32s473, Mike di Meglio foi o primeiro a aparecer no topo da tabela, à frente de Héctor Barberá, Nicky Hayden e Jack Miller.
 
Ainda nos primeiros instantes da sessão, os fiscais começaram a exibir bandeiras de chuva, alertando os pilotos sobre a mudança na condição climática. 
 
Um pouco mais rápido, Di Meglio seguia no topo da tabela, agora 1s067 à frente de Danilo Petrucci. Miller era terceiro, seguido por Barberá e Yonny Hernández. Valentino Rossi aparecia em 11º, seguido por Marc Márquez. Jorge Lorenzo era o 18º.
 
Pouco depois, Márquez saltou para o terceiro posto, 0s734 atrás de Di Meglio. Rossi seguiu a mesma balada e saltou para quinto, já mais de 1s atrás do piloto da Avintia. Lorenzo, por sua vez, voltou aos boxes da Yamaha.
 
Com 1min31s550, Márquez acabou com a festa do #63 e assumiu a liderança, abrindo 0s120 para o rival. Barberá tinha o terceiro posto, com Cal Crutchlow aparecendo logo atrás.
 
Sem demora, Andrea Iannone abriu 0s052 de diferença para Márquez e assumiu a liderança da sessão. Di Meglio era terceiro, à frente de Barberá, Crutchlow, Pol Espargaró, Hayden, Miller, Andrea Dovizioso e Valentino Rossi.
 
Passados os primeiros 15 minutos da sessão, os pilotos começaram a seguir para os boxes. Antes de entrar. Márquez virou 1min31s038 e tirou a ponta de Iannone por 0s460.
Alguns minutos mais tarde, Cal Crutchlow registrou 1min31s403 e assumiu o segundo posto, caindo para terceiro pouco depois, com Pedrosa virando 0s003 mais rápido. Lorenzo tinha a oitava marca, 0s785 atrás do líder.
 
0s073 mais lento que Márquez, Pol subiu para a segunda colocação, agora à frente de Lorenzo. Aleix vinha na sequência, com Pedrosa fechando a lista dos cinco primeiros.
 
A maior parte dos pilotos, então, voltou aos boxes, enquanto outros, como Rossi, por exemplo, tinham acabado de sair. Márquez liderava, seguido por Pol, Lorenzo, Aleix, Pedrosa, Crutchlow, Iannone, Di Meglio, Barberá e Smith.
 
Aleix Espargaró abriu um bom giro e vinha em ritmo para tomar a ponta, mas acabou perdendo na última parcial de Phillip Island e seguiu em quarto. Rossi, por sua vez, foi melhor e pulou para nono.
 
Instantes mais tarde, Rossi baixou seu tempo de volta para 1min31s103 e assumiu o segundo posto, 0s065 atrás de Márquez, que vinha voltando para a pista. Pol era o terceiro, com Lorenzo e Aleix completando o top-5.
 
Apesar de alguns relatos de que a condição de pista começava a pior, o asfalto não apresentava grandes mudanças, permitindo a sequência da sessão. 
 
Sendo assim, Iannone baixou para 1min30s967 e assumiu a liderança, abrindo 0s071 de margem para Márquez. Rossi caiu para terceiro, seguido por Pol, Crutchlow, Lorenzo, Maverick Viñales, Aleix, Miller e Pedrosa.

De volta à pista, Lorenzo cravou 1min30s673 e tomou a liderança, abrindo 0s229 de margem para Bradley Smith, que agora ocupava o segundo posto à frente de Iannone.
 
Márquez não deixou por menos, anotou 1min30s537 e recuperou a liderança, abrindo 0s163 para o rival da Yamaha. Crutchlow agora tinha o terceiro posto. 
 
O piloto da Honda conseguiu melhorar seu tempo na volta seguinte, mas não foi o suficiente para manter Lorenzo atrás, já que o piloto da Yamaha baixou para 1min30s282, abrindo 0s182. Pedrosa subiu para terceiro.
 
Rodando em um ritmo fortíssimo, Lorenzo baixou mais uma vez sua marca, chegando a 1min30s047, 0s348 mais rápido que Márquez. Pedrosa era o terceiro, à frente de Crutchlow e Rossi.
 
Na sequência, Valentino virou em 1min30s572 e pulou para o terceiro posto, 0s525 atrás de Lorenzo. Pedrosa vinha 0s097 atrás.
 
Com 1min30s712, Jack Miller saltou para a quinta colocação, 0s665 atrás de Lorenzo, que seguia no topo da tabela de tempos.
 
Com pouco menos de sete minutos para o fim, Lorenzo, Márquez e Rossi, os três ponteiros, estavam nos boxes, assim como Miller, Crutchlow e Espargaró. Pouco depois, a movimentação nos pits aumentou, com mais pilotos entrando enquanto a chuva apertava.
Com a chegada da chuva, os pilotos voltaram aos boxes e por lá ficaram até o fim da sessão. Assim, Lorenzo ficou com a liderança, com Márquez e Rossi completando o top-3.

MotoGP, GP da Austrália, Phillip Island, primeiro treino livre:

 
1 99 JORGE LORENZO ESP YAMAHA 1:30.047  
2 93 MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:30.395 +0.348
3 46 VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA 1:30.572 +0.525
4 26 DANI PEDROSA ESP HONDA 1:30.669 +0.622
5 43 JACK MILLER AUS LCR HONDA 1:30.712 +0.665
6 35 CAL CRUTCHLOW ING LCR HONDA 1:30.782 +0.735
7 38 BRADLEY SMITH ING TECH3 YAMAHA 1:30.902 +0.855
8 29 ANDREA IANNONE ITA  DUCATI 1:30.967 +0.920
9 44 POL ESPARGARÓ ESP TECH3 YAMAHA 1:31.111 +1.064
10 25 MAVERICK VIÑALES ESP SUZUKI 1:31.240 +1.193
11 41 ALEIX ESPARGARÓ ESP SUZUKI 1:31.260 +1.213
12 4 ANDREA DOVIZIOSO ITA DUCATI 1:31.385 +1.338
13 69 NICKY HAYDEN EUA ASPAR HONDA 1:31.506 +1.459
14 9 DANILO PETRUCCI ITA PRAMAC DUCATI 1:31.670 +1.623
15 63 MIKE DI MEGLIO FRA AVINTIA DUCATI 1:31.670 +1.623
16 8 HECTOR BARBERÁ ESP AVINTIA DUCATI 1:31.702 +1.655
17 45 SCOTT REDDING ING MARC VDS HONDA 1:31.772 +1.725
18 68 YONNY HERNÁNDEZ COL PRAMAC DUCATI 1:32.121 +2.074
19 19 ÁLVARO BAUTISTA ESP APRILIA GRESINI 1:32.173 +2.126
20 50 EUGENE LAVERTY IRN ASPAR HONDA 1:32.589 +2.542
21 76 LORIS BAZ FRA FORWARD YAMAHA 1:32.756 +2.709
22 24 TONI ELÍAS ESP FORWARD YAMAHA 1:32.959 +2.912
23 6 STEFAN BRADL ALE APRILIA GRESINI 1:33.558 +3.511
24 13 ANTHONY WEST JAP AB HONDA 1:33.790 +3.743
25 55 DAMIAN CUDLIN AUS IODA ART 1:36.901 +6.854
             
RECORDE MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:28.108 181.7 km/h
MELHOR VOLTA JORGE LORENZO ESP YAMAHA 1:27.899 182.1 km/h
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube