Lüthi garante liderança do segundo dia de testes da Moto2 no Catar. Aegerter estreia asa traseira na Kalex

Tom Lüthi usou a meia hora final do segundo dia de testes da Moto2 no Catar para garantir a liderança. Com 0s126 de atraso, Jonas Folger ficou em segundo, à frente de Sam Lowes. 20º na tabela, Dominique Aegerter testou asas na traseira da Kalex

Tom Lüthi foi o mais rápido no segundo dia da bateria final de testes da pré-temporada 2016 da MotoGP. Com 1min59s680, o suíço fechou o sábado (12) no Catar no topo da tabela de tempos, 0s126 à frente de Jonas Folger. Sam Lowes completa a lista dos três melhores.
 
Como tradicionalmente acontece em Losail, as primeiras horas de pista livre não são lá das mais movimentadas, já que os pilotos esperam o cair da noite para terem condições mais próximas às da corrida. Assim, apenas 11 pilotos foram para a pista na primeira sessão do dia.
Tom Lüthi foi o mais rápido no sábado em Losail (Foto: Divulgação/MotoGP)
O segundo dia no Catar, aliás, viu a estreia de asas. Tendência na MotoGP, a peça aerodinâmica parece ter chegado à classe intermediária por razões diferentes: evitar o uso do vácuo.
 
Dominique Aegerter foi para a pista com asas colocadas na traseira da Kalex, uma tentativa de aumentar a turbulência e evitar que rivais usem o rastro do suíço em benefício próprio. A Interwetten desenvolveu o item e levou para a pista depois de vários testes em túnel de vento.
 
Já na segunda sessão do dia, Jonas Folger e Takaaki Nakagami romperam a barreira de 2min00s e lideraram em primeiro e segundo, respectivamente. Na meia hora final, entretanto, Lüthi apareceu para assumir o comando.
Dominique Aegerter testou asas na traseira da Kalex (Foto: Reprodução/Facebook)
Também nos instantes final, Lowes registrou 1min59s926 e assumiu o terceiro posto, 0s246 mais lento que o ponteiro. Assim, Nakagami ficou com o quarto lugar.
 
Com 0s399 de atraso para Lüthi, Álex Rins ficou com o quinto tempo, à frente de Johann Zarco. O campeão vigente fez sua melhor volta em 2min00s296.
 
Marcel Schrotter surge logo atrás, seguido por Lorenzo Baldassarri e Danny Kent. O campeão da Moto3 em 2015 foi 0s839 mais lento que o líder e ficou à frente de Franco Morbidelli, que completa o rol dos dez melhores.
 
Os pilotos seguem no Catar neste domingo, quando completam a bateria final da pré-temporada 2016.

#GALERIA(5600)

 
Moto2, Catar, Losail, Teste coletivo, Dia 2:
 
1 12 THOMAS LÜTHI SUI INTERWETTEN Kalex 1:59.680  
2 94 JONAS FOLGER ALE INTACT Kalex 1:59.806 +0.126
3 22 SAM LOWES ING GRESINI Kalex 1:59.926 +0.246
4 30 TAKAAKI NAKAGAMI JAP TEAM TADY Kalex 1:59.933 +0.253
5 40 ÁLEX RINS ESP PONS Kalex 2:00.079 +0.399
6 5 JOHANN ZARCO FRA AJO Kalex 2:00.296 +0.616
7 23 MARCEL SCHROTTER ALE ARGIÑANO & GINÉS Kalex 2:00.379 +0.699
8 7 LORENZO BALDASSARRI ITA FORWARD Kalex 2:00.519 +0.839
9 52 DANNY KENT ING KIEFER Kalex 2:00.519 +0.839
10 21 FRANCO MORBIDELLI ITA MARC VDS Kalex 2:00.585 +0.905
11 3 SIMONE CORSI ITA SPEED UP 2:00.620 +0.940
12 54 MATTIA PASINI ITA ITALTRANS Kalex 2:00.697 +1.017
13 73 ÁLEX MÁRQUEZ ESP QMMF Speed Up 2:00.764 +1.084
14 11 SANDRO CORTESE ALE INTACT Kalex 2:00.797 +1.117
15 14 RATTHAPARK WILAIROT TAI TEAM TADY Kalex 2:00.930 +1.250
16 60 JULIÁN SIMÓN ESP QMMF Speed Up 2:00.957 +1.277
17 44 MIGUEL OLIVEIRA POR KIEFER Kalex 2:01.168 +1.488
18 39 LUIS SALOM ESP SAG Kalex 2:01.190 +1.510
19 97 XAVIER VIERGE ESP TECH3 Mistral 610 2:01.225 +1.545
20 77 DOMINIQUE AEGERTER SUI INTERWETTEN Kalex 2:01.277 +1.597
21 10 LUCA MARINI ITA FORWARD Kalex 2:01.324 +1.644
22 55 HAFIZH SYAHRIN MAS RACELINE Kalex 2:01.468 +1.788
23 19 XAVIER SIMÉON BEL GRESINI Kalex 2:01.583 +1.903
24 70 ROBIN MULHAUSER SUI INTERWETTEN Kalex 2:02.233 +2.553
25 57 EDGAR PONS JAP PONS Kalex 2:02.260 +2.580
26 2 JESKO RAFFIN SUI SAG Kalex 2:02.704 +3.024
27 32 ISAAC VIÑALES ESP TECH3 Tech3 2:02.915 +3.235
28 33 ALESSANDRO TONUCCI ITA TASCA KALEX 2:03.676 +3.996
29 8 ÉFREN VÁZQUEZ ESP JP SUTER 2:04.956 +5.276

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube