Lüthi não suporta pressão, Márquez vence pela sexta vez no ano em Brno e amplia vantagem no Mundial

Thomas Lüthi fez uma excelente prova neste domingo (26), mas não resistiu à pressão de Marc Márquez e acabou perdendo a ponta. O espanhol soube segurar o rival e triunfou pela sexta vez na temporada

Marc Márquez caminha a passos largos rumo ao seu primeiro título na Moto2. Neste domingo (26), o espanhol protagonizou uma verdadeira caçada a Thomas Lüthi, que não resistiu à pressão e acabou perdendo a ponta.

O suíço tentou reagir e pressionou o piloto da Catalunya até a reta de chagada, mas o jovem espanhol soube se defender e recebeu a bandeirada com 0s061 de vantagem. Pol Espargaró completou o top-3.
 

Márquez abriu 48 pontos de vantagem na classificação da Moto2 (Foto: MotoGP)


O espanhol da Pons adotou uma estratégia de pneus diferente, optando pelo composto médio na dianteira e duro na traseira, e exibiu um bom ritmo na prova. O piloto chegou a assumir o segundo posto, mas perdeu a posição para Márquez e depois teve de entregar o terceiro lugar para Andrea Iannone, já que havia ultrapassado o italiano no momento em que uma bandeira amarela era exibida no circuito.

A bordo de uma Kalex, o piloto da Pons conseguiu passar Andrea outra vez, mas não teve forçar para entrar no embate entre Marc e Thomas.

Iannone ficou em quarto, seguido por Simone Corsi e Alex De Angelis. Johann Zarco foi o sétimo, seguido por Bradley Smith e Mika Kallio. Esteve Rabat completa a lista dos dez primeiros colocados.

Eric Granado completou a disputa na República Tcheca no 26º posto. O brasileiro fez sua melhor volta em 2min07s770 e recebeu a bandeirada 1min25s144 depois de Márquez.

Com o resultado, o titular da Catalunya chegou aos 213 pontos, abrindo 48 de diferença para Espargaró, o segundo na classificação. Lüthi agora soma 154 pontos e passou Iannone na classificação do Mundial.

Saiba como foi a corrida deste domingo:

Espargaró saiu bem, mas perdeu a ponta para Lüthi na primeira curva. Iannone também fez uma boa largada e vinha em terceiro, mas logo perdeu a posição para Márquez. Redding, que não fez um bom início de prova, sofreu uma queda ainda nos primeiros metros e abandonou a disputa. Granado também começou bem e completou a primeira volta em 29º.

Na ponta, Marc passou Pol e assumiu o segundo posto, logo atrás de Lüthi. Enquanto o piloto da Catalunya pressionava o rival da Interwetten, Espargaró tentava acompanhar a dupla, no momento em que Iannone tomava o quarto lugar de Corsi.

Não demorou, Iannone tomou a terceira colocação de Espargaró e passou a buscar Márquez, que pressionava Lüthi pela ponta. Na sexta volta, Marc foi para cima de Thomas, mas o suíço conseguiu defender a posição.
 

Iannone perdeu uma posição na classificação do Mundial (Foto: MotoGP)


No giro seguinte, Márquez tentou a mesma manobra na reta de Brno, mas Lüthi novamente freou depois e manteve a ponta. Iannone aproveitou e passou Marc, que conseguiu recuperar a segunda colocação.

Iannone respondeu e passou o espanhol mais uma vez. O piloto da Catalunya seguiu pressionando e recuperou a posição, tentando escapar do italiano que era perseguido de perto por Espargaró. Na reaceleração, a Kalex de Espargaró escorregou e o piloto acabou se afastando um pouco dos lideres ao evitar na queda.

Na ponta, Thomas seguia pressionado por Márquez, mas conseguia controlar o rival freando mais tarde. Com dez voltas para o fim, Espargaró anotou a melhor volta da disputa até então, com 2min03s325, mostrando que sua opção pelos pneus mais duros poderiam fazer a diferença em Brno.

Enquanto Marc continuava pressionando Thomas, Espargaró conseguiu chegar em Iannone. Com oito voltas para o fim, Pol aproveitou a curva um para deixar Iannone para trás e ir para cima de Márquez de olho na pontuação do Mundial.

Mais atrás, Kallio vinha em quinto liderando um pelotão que tinha De Angelis, Terol, Zarco e Corsi. No fundo do grid, Granado aparecia em 26º, 4s131 atrás de Alessandro Andreozzi, o 25º.

Na liderança, Lüthi seguia mostrando toda sua eficiência ao resistir dos ataques de Márquez, que era seguido de perto por Espargaró. Mais atrás, Iannone vinha em quarto, 0s467 atrás do piloto da Pons.

Na abertura do 15ª giro, Márquez foi para cima de Lüthi na reta e Espargaró aproveitou para atacar. Thomas defendeu a ponta, mas Marc perdeu o segundo posto. O espanhol da Catalunya espalhou e não conseguiu responder, mas, na sequência, passou o rival.
 

Espargaró fez uma ultrapassagem quando a bandeira amarela era exibida no circuito (Foto: Pons)


Em seguida, a direção de prova informou que Espargaró foi rebaixado para a quarta colocação por ter ultrapassado em bandeira amarela. A manobra foi executada em cima de Iannone. O piloto logo entregou a posição e passou a atacar o italiano para recuperar o posto.

Com três voltas para o fim, Espargaró foi informado pelas placas mostradas pela sua equipe que estava tudo certo e ele, então, atacou Iannone pelo terceiro posto.  O espanhol passou e iniciou a caçada à Márquez, que, enfim, passou Lüthi e assumiu a ponta.

Mais atrás, Zarco deu o bote e assumiu o quinto lugar, deixando para trás Corsi, De Angelis, Kallio e Smith.

Na ponta, o duelo seguia eletrizante. Lüthi pressionava Márquez, que soube defender a liderança na abertura do último giro. Iannone foi para cima de Espargaró, que reagiu atacando Thomas.

O suíço manteve a posição e seguiu pressionando Márquez. A disputa seguiu até os metros finais, mas o piloto da Catalunya não deu brecha e venceu em Brno.

Moto2, GP da República Tcheca, Brno, Final:
 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube