Marc Márquez diz que papo com Doohan lhe deu “confiança para seguir trabalhando”

O hexacampeão da MotoGP procurou o lendário australiano para entender quais foram as sensações e dificuldades enfrentados por ele no retorno às 500cc após a grave lesão que sofreu nas pernas em 1992

Marc Márquez não escondeu emoção com vitória na Alemanha (Vídeo: MotoGP)

Marc Márquez procurou os conselhos de Mick Doohan para enfrentar o desafio de voltar à MotoGP após nove meses afastado por causa de uma fratura no braço direito. O titular da Honda considerou que a conversa com o australiano lhe deu confiança para seguir trabalhando, o que culminou na vitória no GP da Alemanha no domingo (20).

Muito antes de Márquez, Doohan encarou a própria epopeia para voltar às pistas depois de uma lesão. Em 1992, na oitava etapa da temporada, Mick caiu na saída da primeira curva de Assen na primeira tentativa de volta rápida na classificação do GP da Holanda. Ao invés de escorregar para fora da pista, o pai de Jack foi arrastado para o centro, preso embaixo da moto. Ao chegar na zebra, o impacto resultou em fraturas de tíbia e fíbula.

Marc Márquez encerrou um longo jejum de vitórias (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Doohan foi operado naquela mesma noite, com o tradicional recurso de placa e parafusos. Só que o australiano teve gangrena e precisou ser resgatado pelo Dr. Claudio Costa, fundador da Clinica Mobile. O lendário médico italiano acabou por costurar as pernas de Doohan juntas para compartilhar o suprimento de sangue. O método pouco ortodoxo permitiu que Mick evitasse a amputação, ainda que tenha tido de passar por uma nova cirurgia.

Doohan voltou à ativa no GP do Brasil, três corridas depois, ainda fraco e de muletas, mas não conseguiu conquistar o título naquele ano. A primeira taça veio só em 1994 e foi seguida por outras quatro.

Márquez, por sua vez, passou 15 corridas longe da MotoGP depois de quebrar o braço direito no GP da Espanha, abertura da temporada 2020. Neste período, o espanhol precisou de três cirurgias.

Durante o programa After the Flag, do serviço de streaming da MotoGP, Márquez destacou que teve muito apoio da família, da equipe e também do chefe da Honda, mas reconheceu que o papo com Doohan, com quem encontrou na Itália, foi vital para lhe dar confiança.

“Quando você está em uma situação difícil, você tenta encontrar ajuda de algum lugar”, disse Marc. “Alberto Puig me ajudou muito, todo o meu time me ajudou, toda minha família, meu agente, mas a pessoa que viveu uma situação similar foi Mick Doohan. Em Mugello eu conversei um pouco com ele, mas aí eu escrevi para ele depois da corrida e disse que queria conversar por telefone”, relatou.

“Nós conversamos, ficamos no telefone por meia hora. Ele falava e eu ouvia. A minha pergunta foi: o que você sentiu e quais eram os seus problemas em 1992 e 1993. Aí ele explicou tudo e ele teve exatamente os mesmos problemas, as mesmas sensações que eu tenho agora. Dificuldade para entender a moto, dificuldade para entender o estilo de pilotagem, erros estúpidos, quedas estúpidas… Todas essas coisas que eu estou fazendo”, listou. “Ele me disse que em algumas corridas eu seria rápido, mas em outras muito lento. Quando alguém, uma lenda como Mick, que era um animal na moto, sofreu, mas conseguiu voltar, isso dá uma boa confiança para seguir trabalhando”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar