Marc Márquez passa por terceira cirurgia e coloca temporada 2021 em xeque

Marc Márquez fez nova cirurgia, a terceira desde a fratura do braço direito em julho de 2020. A recuperação do espanhol é lenta e ameaça planos de retorno à MotoGP no começo de 2021

Marc Márquez teve de voltar para a mesa de operações. Após o acidente que encerraram a participação na temporada 2020 da MotoGP, o espanhol passou pela terceira cirurgia no osso úmero do braço direito em um período de pouco mais de quatro meses, confirmou a Honda nesta quinta-feira (3).

De acordo com comunicado, a cirurgia durou oito horas e correu sem imprevistos. O objetivo principal era trocar a placa de titânio no braço direito. Esta já havia sido substituída na segunda cirurgia, em agosto, quando o hexacampeão danificou a colocada na primeira ao abrir uma janela em casa. Um enxerto ósseo também foi posto no braço acidentado.

A terceira cirurgia aumenta especulações sobre a recuperação de Márquez após a fratura. A própria Honda reconheceu que a evolução do espanhol está “demorando mais do que o esperado”, com a necessidade de nova intervenção sendo especulada desde novembro.

Marc Márquez passou pela terceira cirurgia em quatro meses (Foto: Repsol)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A terceira cirurgia é uma aposta para acelerar a recuperação, mas que arrisca comprometer até mesmo a temporada 2021. De acordo com o jornal espanhol ‘AS’, há a expectativa que após a intervenção cirúrgica seja necessário uma espera de até seis meses antes de voltar a competir em alto nível. Com o primeiro GP da próxima temporada marcado para a segunda metade de março, dentro de quatro meses, não é exagero ver a presença de Márquez nas primeiras corridas ameaçada.

Marc não compete em alto nível desde o dia da fratura, em 19 de julho no GP da Espanha, em Jerez. O piloto até tentou correr já na semana seguinte, no GP da Andaluzia, mas teve de desistir por falta de força e dor intensa. O longo processo de recuperação impediu um retorno em 2020 e abriu caminho para um campeão inesperado: Joan Mir, encerrando série de quatro títulos consecutivos do catalão.

Para 2021, o plano oficial da Honda ainda é competir com a dupla Marc Márquez e Pol Espargaró, novo reforço. Ainda não está claro que seria o substituto do hexacampeão em caso de ausência prolongada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube