Marc Márquez segura Miller e lidera treino 1 em Austin. Quartararo é 15º no molhado

Com 2min15s872, o piloto da Honda ditou o ritmo no primeiro treino livre para o GP das Américas. O líder do Mundial sofreu com o asfalto molhado e ficou a 2s293 do ponteiro

Uma vez favorito, sempre favorito. Mesmo longe da forma ideal, Marc Márquez mostrou que segue encaixando como uma luva ao Circuito das Américas e ditou o ritmo no primeiro treino da MotoGP em Austin. Com a pista molhada pela chuva que caiu mais cedo, o piloto da Honda cravou 2min15s872 e ficou com o melhor tempo do primeiro treino livre nos Estados Unidos.

Jack Miller ficou a manhã toda entre os ponteiros e chegou até a liderar, mas acabou superado por 0s167 e ficou com o segundo posto, à frente de Johann Zarco e Miguel Oliveira. Pol Espargaró e Álex Márquez colocaram mais duas Honda dentro do top-6.

VEJA TAMBÉM
Fatos e curiosidades do GP das Américas de MotoGP

Marc Márquez colocou a Honda na liderança do TL1 (Foto: Repsol)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Vencedor do GP das Américas de 2019, Álex Rins ficou com a sétima colocação, diante de Francesco Bagnaia, que vem de uma sequêcia de dois triunfos. Brad Binder e Iker Lecuona aparecem logo depois.

Líder do Mundial, Fabio Quartararo fez a melhor de 16 voltas em 2min18s165 e ficou em 15º, 2s293 atrás de Márquez. Franco Morbidelli foi o 17º.

Maverick Viñales vai desfalcar a Aprilia neste fim de semana. O espanhol chegou a viajar até Houston, no Texas, mas decidiu voltar para casa para ficar com a família na esteira da morte do primo Dean Berta Viñales, de 15 anos, vítima de um acidente na etapa de Jerez do Mundial de Supersport 300.

A classificação que define o grid de largada para o GP das Américas de MotoGP, em Austin, acontece no sábado (2), às 16h10 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Saiba como foi o primeiro treino livre da MotoGP para o GP das Américas:

Depois de um temporal nesta manhã, Austin viu a chuva parar, mas com céu nublado e tempo frio. Antes do primeiro treino da MotoGP, os termômetros mediam 21°C, com o asfalto chegando a 24°C. A velocidade do vento era de 6 km/h.

Com o asfalto ainda molhado, os pilotos entraram na pista com pneus de macios chuva. A exceção era Jack Miller, que tinha um par de médios.

Dono de seis vitórias em sete corridas do Circuito das Américas, Marc Márquez abriu os trabalhos na ponta, com 2min20s323, 2s513 melhor que Jack Miller, o segundo colocado. Miguel Oliveira vinha em terceiro.

Marc Márquez é sempre favorito para o GP das Américas (Vídeo: MotoGP)

Marc baixou a marca na sequência, chegando a 2min17s885, 2s066 melhor que Pol Espargaró, que assumiu o segundo posto. Pouco depois, Johann Zarco saltou para segundo, baixando a vantagem do hexacampeão da MotoGP para 1s320. Jack Miller também assumiu a terceira colocação. Fabio Quartararo vinha em oitavo, 2s564 atrás do líder.

O mais velho dos irmãos de Cervera passou as duas voltas seguintes sem melhorar o tempo, o que permitiu a aproximação de Pol Espargaró, que ficou só a 0s203 do parceiro de Honda. Francesco Bagnaia também avançou e assumiu o terceiro posto, mas foi rapidamente superado por Zarco, que passou por uma cirurgia logo depois do GP de San Marino e da Riviera de Rimini para tratar a síndrome compartimental.

Na sexta volta desta manhã, o piloto da moto 93 chegou a 2min16s801 e abriu 0s765 de margem para Pol. Miller estava de volta ao terceiro posto, seguido por Luca Marini, Oliveira, Bagnaia e Zarco.

Valentino Rossi ajudou Pol Espargaró a ser mais veloz em Austin (Vídeo: MotoGP)

Miller, aliás, foi ainda melhor pouco depois, subindo para a segunda colocação, 0s383 atrás de Marc Márquez. Pol caiu para terceiro, seguido por Bagnaia, Marini, Oliveira, Zarco, Rins, Aleix Espargaró e Takaaki Nakagami. Quartararo era 11º, 2s639 atrás do líder.

Passados cerca de 20 minutos de sessão, Jack Miller foi a 2min16s639 e tomou o comando de Marc Márquez por 0s162. Pol era o terceiro, com Oliveira e Bagnaia formando o top-5.

Usando Pol como referência, Miller foi ainda melhor no giro seguinte, baixando para 2min16s612, 0s189 melhor que Marc, que já estava de volta aos boxes da Honda. Oliveira subiu para terceiro, 0s460 atrás do ponteiro.

Em meados da sessão, a movimentação nos boxes intensificou. Na tabela, Miller era o primeiro, com Marc Márquez, Oliveira, Pol Espargaró, Zarco, Bagnaia, Marini, Quartararo, Aleix Espargaró e Álex Rins formando um top-10 separado por 2s094.

Miguel Oliveira chegou em Austin confiante de ter resolvido os problemas que têm afetado a performance da KTM (Vídeo: MotoGP)

Antes de parar, Joan Mir foi a 2min17s903 e subiu para a sexta colocação, 1s291 atrás do líder.

Álex Márquez foi mais um a avançar na tabela. Na 11ª volta nesta manhã, o espanhol saltou para a nona colocação, 1s622 mais lento que Miller.

Depois de passar pelos boxes da Honda, Marc cravou 2min15s872 e retomou o comando, 0s740 melhor que Miller. Oliveira seguia em terceiro, à frente de Pol e Rins, que agora também tinha um par de pneus médios. Álex, aliás, se instalou em quarto na passagem seguinte.

Oliveira, que voltou à pista com um pneu dianteiro médio novo, foi a 2min16s726 para manter o terceiro ligar, mas agora com 0s854 de atraso para Márquez. Bagnaia pulou para sétimo, mas logo perdeu um posto, já que Brad Binder virou 0s028 melhor.

Jack Miller desafiou Marc Márquez pela liderança em Austin (Vídeo: MotoGP)

Aproveitando os últimos minutos da sessão, Miller foi a 2min16s039 para cortar para 0s167 a margem de Marc no topo da tabela. Oliveira permanecia em terceiro, à frente de Zarco, Rins e Pol Espargaró.

Restando poucos segundos para a bandeira quadriculada, Pol Espargaró foi a 2min16s822 e assumiu o quarto lugar, 0s950 atrás do companheiro de Honda.

Na volta final, Bagnaia pulou para sétimo, com Iker Lecuona saltando para nono.

VEJA TAMBÉM
Como fica o grid da MotoGP para a temporada 2022?
Marc Márquez atende chamado de mãe e surpreende fã mirim em Misano
Bagnaia corta 5 pontos da vantagem de Quartararo na MotoGP. Veja classificação
Bagnaia vai da explosão à sobrevivência e gabarita de novo na pós-graduação da MotoGP
Quartararo mantém alto nível e se permite queimar gordura na reta final da MotoGP 2021
Bastianini brilha em Misano e mostra que Ducati tem mais um diamante nas mãos na MotoGP
Yamaha x Ducati: diferentes e parecidas, construtoras partilham protagonismo em 2021
KTM volta a perder rendimento e vive de raros lampejos na reta final da MotoGP em 2021

MotoGP 2021, GP das Américas, Austin, Treino Livre 1:

1M MÁRQUEZHonda2:15.872 
2J MILLERDucati2:16.039+0.167
3J ZARCOPramac Ducati2:16.471+0.599
4M OLIVEIRAKTM2:16.655+0.783
5P ESPARGARÓHonda2:16.822+0.950
6A MÁRQUEZLCR Honda2:16.964+1.092
7A RINSSuzuki2:17.027+1.155
8F BAGNAIADucati2:17.328+1.456
9B BINDERKTM2:17.596+1.724
10I LECUONATech3 KTM2:17.596+1.724
11L MARINIAvintia VR46 Ducati2:17.755+1.883
12J MIRSuzuki2:17.903+2.031
13D PETRUCCITech3 KTM2:18.083+2.211
14A ESPARGARÓAprilia Gresini2:18.087+2.215
15F QUARTARAROYamaha2:18.165+2.293
16T NAKAGAMILCR Honda2:18.292+2.420
17F MORBIDELLIYamaha2:18.530+2.658
18E BASTIANINIAvintia Ducati2:18.648+2.776
19J MARTÍNPramac Ducati2:18.832+2.960
20V ROSSISRT Yamaha2:19.668+3.796
21A DOVIZIOSOSRT Yamaha2:20.556+4.684

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar