MotoGP
13/06/2018 08:34

Márquez admite consulta da Honda por chegada de Lorenzo e brinca: “Pedi parceiro forte, mas não precisava tanto”

Marc Márquez revelou que foi consultado pela Honda sobre a contratação de Jorge Lorenzo. Espanhol brincou dizendo que pediu um companheiro forte, mas não precisava ser tanto
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Marc Márquez (Foto: Michelin)

Marc Márquez revelou que foi consultado pela Honda sobre a chegada de Jorge Lorenzo. Depois de dois anos com a Ducati, o #99 vai guiar a RC213V nos próximos dois anos.
 
Falando à imprensa nesta quarta-feira (13) durante a apresentação do GP da Catalunha, Márquez se mostrou brincalhão e, além de tirar sarro dos jornalistas, afirmou que a Honda não precisava ter contratado alguém como Lorenzo para atender seu desejo por um companheiro de equipe forte.
Marc Márquez contou que foi consultado pela Honda sobre Jorge Lorenzo (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“A Honda conduziu isso muito bem e os jornalistas muito mal”, brincou Márquez, se referindo ao fato de ninguém ter antecipado a contratação do #99. “Bom, eu vinha dizendo que queria um companheiro forte, mas não precisava ser tanto”, continuou.
 
“Brincadeiras a parte, Jorge será um companheiro de equipe com cinco títulos mundiais, muita experiência e que chegará de outra moto. Ele desembarca em um projeto vencedor, será interessante”, avaliou. “Se o companheiro de equipe é forte, isso ajuda a subir o nível. Teremos de aprender o máximo com ele”, ponderou.
 
Ainda, o piloto de Cervera destacou que sempre se sentiu muito respeitado dentro da HRC e revelou que foi consultado sobre a chegada do vencedor do GP da Itália.
 
“Sempre me senti muito respeitado pela Honda e tenho de dizer que eles me consultaram antes”, revelou. “Me perguntaram se seria um problema e eu disse a eles que não, que eu não queria impedir ninguém de fechar com a minha equipe”, completou.
 
CHOQUE DE REALIDADE

F1 TEM CAMPEONATO BOM DE CORRIDAS MONÓTONAS EM 2018