Márquez aparece nos instantes finais, supera Baldassarri e lidera terceiro treino livre da Moto2 no Catar

Álex Márquez guardou o último sopro de desempenho para o final do terceiro treino livre da Moto2 no Catar. No encerramento da sessão deste sábado, o piloto anotou a marca de 2min01s928, superou Lorenzo Baldassarri e terminou as atividades no topo da tabela

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Álex Márquez aproveitou os últimos segundos de sessão para liderar o último treino livre da Moto2 no Catar. Neste sábado (17), o piloto anotou a marca de 2min01s928 para encerrar as atividades no topo da tabela.
 

Quem vinha liderando era Lorenzo Baldassarri. No entanto, o piloto #7 acabou superado pelo espanhol nos instantes finais e se contentou apenas com uma segunda colocação. Miguel Oliveira foi quem encerrou no terceiro posto.
Álex Márquez (Foto: Team Estrella Galícia 0,0 Marc VDS)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Confira como foi o terceiro treino livre da Moto2 no Catar:
 

Assim como nas atividades da Moto3, quando a classe intermediária foi para a pista o céu estava azul e bastante calor. Os termômetros marcavam uma temperatura de 33ºC, com o asfalto atingindo 46ºC.
 
Quando os cronômetros começaram a rodar, os pilotos logo se dirigiram para o início dos 45 minutos de treino. O primeiro piloto a anotar uma marca veloz foi Aegerter, mas ele logo foi superado, e nos minutos iniciais era Navarro, com 2min04s374, quem ficava com a ponta.
 
Com pouco menos de dez minutos já rodados, quem agora era o mais veloz do pelotão era Álex Márquez. O espanhol tinha o tempo de 2min03s731, e era seguido por Aegerter, Pasini, Fenati e Binder.
 
Vierge, então, melhorou a marca do #73 da Marc VDS, anotando 2min02s272. Ele era acompanhado por Pasini, Schrotter, Márquez, que àquela altura já estava no pit-stop, e Oliveira. Em seguida, os competidores começaram a se encaminhar para os boxes para a primeira rodada de paradas.
 
Ainda na parte inicial do ensaio, Gardner e Corsi acabaram se envolvendo em um pequeno incidente, se tocando na pista. A moto do #87 ficou levemente danificada, e o piloto reclamou com o adversário.
 
O relógio marcava vinte minutos para o encerramento das atividades, e os três primeiros da tabela seguiam parados. Ocupando o quarto posto, Márquez já voltou para a pista, assim como Binder e Gardner. 
 
Já havia passado 35 minutos do início da sessão, e o #97 seguia como o mais veloz da sessão, ainda seguido por Pasini, Oliveira, Schrotter e Gardner. As diferenças nas condições de pista podem claramente serem vistas nos tempos anotados, já que os pilotos estão cerca de 2s mais lentos se comparados com a segunda sessão de treinos, que aconteceu na sexta.
 
Na reta final do terceiro treino, então, Baldassarri encaixou a volta certeira para tomar a primeira posição de Vierge. O #7 estava 0s069 mais veloz que o antigo ponteiro. Marini pulou para terceiro e acompanhava a dupla.
 
Com poucos segundos da bandeira quadriculada, então, Márquez foi o primeiro piloto a virar na casa de 2min01, marcando 2min01s928, tomando o primeiro posto e fechando o terceiro treino na liderança. Baldassarri apareceu logo atrás do espanhol, com Oliveira, Binder e Marini fechando o top-5.

Moto2, GP do Catar, Losail, terceiro treino livre:

1 73 ÁLEX MÁRQUEZ ESP MARC VDS Kalex 2:01.928  
2 7 LORENZO BALDASSARRI ITA PONS Kalex 2:02.059 +0.131
3 44 MIGUEL OLIVEIRA POR RED BULL KTM AJO 2:02.126 +0.198
4 41 BRAD BINDER RSA RED BULL KTM AJO 2:02.242 +0.314
5 10 LUCA MARINI ITA VR46 Kalex 2:02.250 +0.322
6 97 XAVI VIERGE ESP INTACT Kalex 2:02.272 +0.344
7 40 HÉCTOR BARBERÁ ESP PONS Kalex 2:02.286 +0.358
8 13 ROMANO FENATI ITA SNIPERS Kalex 2:02.381 +0.453
9 54 MATTIA PASINI ITA ITALTRANS Kalex 2:02.383 +0.455
10 32 ISAAC VIÑALES ESP SAG Kalex 2:02.417 +0.489
11 23 MARCEL SCHRÖTTER ALE INTACT Kalex 2:02.422 +0.494
12 22 SAM LOWES ING INTERWETTEN KTM 2:02.509 +0.581
13 87 REMY GARDNER AUS TECH3 Mistral 610 2:02.510 +0.582
14 52 DANNY KENT ING SPEED UP 2:02.466 +0.538
15 42 FRANCESCO BAGNAIA ITA VR46 Kalex 2:02.778 +0.850
16 64 BO BENDSNEYDER HOL TECH3 Mistral 610 2:02.790 +0.862
17 77 DOMINIQUE AEGERTER SUI KIEFER KTM 2:02.900 +0.972
18 9 JORGE NAVARRO ESP GRESINI Kalex 2:03.025 +1.097
19 45 TETSUTA NAGASHIMA JAP TEAM TADY Kalex 2:03.086 +1.158
20 27 IKER LECUONA ESP INTERWETTEN KTM 2:03.187 +1.259
21 36 JOAN MIR ESP MARC VDS Kalex 2:03.193 +1.265
22 24 SIMONE CORSI ITA TASCA Kalex 2:03.244 +1.316
23 5 ANDREA LOCATELLI ITA ITALTRANS Kalex 2:03.482 +1.554
24 20 FABIO QUARTARARO FRA SPEED UP 2:03.488 +1.560
25 16 JOE ROBERTS EUA RW NTS 2:03.672 +1.744
26 4 STEVEN ODENDAAL RSA RW NTS 2:03.792 +1.864
27 62 STEFANO MANZI ITA FORWARD Suter 2:03.966 +2.038
28 95 JULES DANILO FRA SAG Kalex 2:04.414 +2.486
29 89 KHAIRUL IDHAM PAWI MAL TEAM TADY Kalex 2:04.570 +2.642
30 51 ERIC GRANADO BRA FORWARD Suter 2:04.781 +2.853
31 63 ZULFAHMI KHAIRUDDIN MAL SIC Kalex 2:05.153 +3.225
32 21 FEDERICO FULIGNI ITA TASCA Kalex 2:05.639 +3.711
             
RECORDE SAM LOWES SUI GRESINI Kalex 2:01.928 158.8 km/h
MELHOR VOLTA JONAS FOLGER SUI INTACT Kalex 1:59.052 162.6 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 33ºC | pista: 46ºC

#GALERIA(8329)

Aos 39 anos, Rossi acelera para se afastar da aposentadoria na MotoGPAo provar que Ducati pode vencer, Dovizioso mira concluir o que iniciouLorenzo vai para segundo ano na Ducati tentando recuperar performance

”VOCÊ TEM DE RESPEITAR”

EMOÇÃO GENUÍNA DE BARRICHELLO É EXEMPLO DE MOTIVAÇÃO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube