MotoGP

Márquez deixa Viñales para trás e dita ritmo no TL3 na Áustria. Dovizioso é 3º

Marc Márquez destruiu o tempo de Maverick Viñales para assegurar a liderança do terceiro treino da MotoGP na Áustria por 0s340 de margem. Mais 0s002 atrás, Andrea Dovizioso assegurou o terceiro tempo

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo
Marc Márquez voltou a ditar o ritmo na MotoGP na manhã deste sábado (10). O #93 cravou 1min23s251 na melhor de suas 25 voltas e segurou Maverick Viñales com uma margem de 0s340.
 
O líder do Mundial tomou a ponta da sessão logo nos primeiros instantes, mas, já no terço final, viu Viñales saltar para a liderança. Márquez, então, foi buscar tempo no Red Bull Ring e tratou de destruir a marca do #12 para assegurar a ponta.
 
Só mais 0s002 atrás, Andrea Dovizioso marcou o terceiro melhor tempo, empatado em 1min23s593 com Danilo Petrucci, que ficou em quarto pelo critério de desempate.
Marc Márquez liderou o TL3 na Áustria (Foto: Red Bull Content Pool)
Já com a bandeira quadriculada tremulando em Spielberg, Fabio Quartararo fez 1min23s637 e ficou com o quinto posto, passando Valentino Rossi por só 0s065. Jack Miller aparece na sequência, seguido por Takaaki Nakagami.
 
Representante solo da Suzuki neste fim de semana já que Joan Mir segue se recuperando de um acidente no teste de Brno, Álex Rins virou 0s723 mais lento que Márquez e fez o nono tempo, com Pol Espargaró garantindo vaga direto no Q2 aos assegurar o décimo posto da sessão.
 
Só 0s042 atrás do piloto da KTM, Cal Crutchlow lidera a lista de competidores que terão de passar pelo Q1.
 
O GP da Áustria de MotoGP está marcado para o domingo, às 9h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Paddockast #28
INTERROGANDO Flavio Gomes: O Boto do Reno


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Saiba como foi o treino livre 3 da MotoGP na Áustria:
 
Em um sábado de sol, a MotoGP entrou na pista nesta manhã com os termômetros marcando 26°C, e o asfalto chegando a 33°C. 
 
Dono do melhor tempo de sexta-feira, Marc Márquez abriu o TL3 no topo da tabela, desta vez seguido por um Fabio Quartararo 0s252 mais lento. Valentino Rossi era o terceiro.
 
Márquez, então, foi a 1min24s231 em sua quarta volta para manter a ponta, agora com Rossi aparecendo 0s099 atrás ― já com um tempo melhor do que na sexta-feira e com vaga provisória no Q2.
 
Márquez seguiu baixando suas marcas e chegou em 1min23s788, 0s534 melhor que Rossi, que tinha tido a volta anterior cancelada por exceder os limites da pista. Andrea Dovizioso era o terceiro, seguido por Quartararo, Crutchlow, Nakagami e Pol Espargaró.
 
Viñales saltou pra o terceiro posto, 0s073 atrás de Rossi, que baixou sua marca na sequência para reduzir a vantagem de Márquez para 0s462. Dovizioso caiu para quarto, à frente de Quartararo, Pol, Cal Crutchlow, Takaaki Nakagami, Danilo Petrucci e Jack Miller. 

De volta à pista com um par de pneus macios usados, Viñales chegou a 1min24s358 e se manteve no terceiro posto, agora com 0s108 de atraso para Rossi, o segundo. 
 
Com cerca de 14 minutos para o fim da sessão, Dovizioso cravou 1min24s220 e saltou para o segundo posto. Com um par de pneus médios usados, o #4 foi 0s432 mais lento que Márquez. 
 
Logo em seguida, Quartararo, com um macio na traseira, foi 0s102 melhor que Andrea e pegou o segundo posto, mas logo foi superado por Viñales, que se instalou a 0s033 de Márquez. Miller também melhorou e tinha agora o terceiro tempo.
 
Restando pouco mais de 11 minutos para o fim da sessão, Viñales, que tinha um par de pneus médios novos na M1, foi a 1min23s591 e assumiu a liderança, abrindo 0s197 de margem para Márquez. Quartararo era o terceiro, seguido por Miller, Nakagami e Dovizioso.

Na reta final da sessão, os pneus macios traseiros começaram a entrar em cena em Spielberg. Afinal, era hora de buscar tempo para garantir vaga no Q2.
 
Com um par de macios, Morbidelli baixou para 1min24s166 e subiu para a sétima colocação, com Danilo Petrucci se instalando 0s048 atrás. Franco vinha em uma nova tentativa, mas abortou o giro ao entrar nos boxes da SIC.
 
Enquanto isso, Márquez melhorou para 1min23s719, mas apenas para reduzir a vantagem de Viñales para 0s128.
 
Restando pouco mais de 4 minutos para o fim, Márquez baixou para 1min23s251 e retomou o comando, superando Viñales por 0s340. Miller era o terceiro, à frente de Quartararo, Pol Espargaró, Rins, Nakagami, Morbidelli, Petrucci e Dovizioso. 
 
Andrea, então, foi a 1min23s691 e saltou para a terceira colocação, 0s440 mais lento que Márquez. Mais atrás, Crutchlow subiu para oitavo, 0s817 atrás do ponteiro. 
 
Com 1min12s593, Petrucci subiu para o terceiro posto, com Nakagami saltando para sétimo e Pol para nono.
 
Rossi, então, fez 1min23s702 em sua 23ª volta e subiu para a quinta colocação, 0s451 atrás de Márquez. Miller vinha em sexto, à frente de Quartararo e Nakagami.

Com o cronômetro travado em Spielberg, Dovizioso foi a 1min23s593 para assegurar o terceiro posto, empatado com Petrucci. Quartararo avançou para quinto, 0s065 melhor que Rossi, o sexto.




MotoGP 2019, GP da Áustria, Red Bull Ring, treino livre 3:

1 M MÁRQUEZ Honda 1:23.251  
2 M VIÑALES Yamaha 1:23.591 +0.340
3 A DOVIZIOSO Ducati 1:23.593 +0.342
4 D PETRUCCI Ducati 1:23.593 +0.342
5 F QUARTARARO SIC Yamaha 1:23.637 +0.386
6 V ROSSI Yamaha 1:23.702 +0.451
7 J MILLER Pramac Ducati 1:23.749 +0.498
8 T NAKAGAMI LCR Honda 1:23.764 +0.513
9 A RINS Suzuki 1:23.974 +0.723
10 P ESPARGARÓ KTM 1:24.016 +0.765
11 C CRUTCHLOW LCR Honda 1:24.068 +0.817
12 M OLIVEIRA Tech3 KTM 1:24.095 +0.844
13 F MORBIDELLI SIC Yamaha 1:24.166 +0.915
14 J ZARCO KTM 1:24.333 +1.082
15 F BAGNAIA Pramac Ducati 1:24.472 +1.221
16 T RABAT Avintia Ducati 1:24.480 +1.229
17 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:24.616 +1.365
18 A IANNONE Aprilia Gresini 1:24.658 +1.407
19 K ABRAHAM Avintia Ducati 1:24.740 +1.489
20 S BRADL Honda 1:24.770 +1.519
21 H SYAHRIN Tech3 KTM 1:24.775 +1.524
         
REC A IANNONE Ducati 1:23.142 186.9  km/h
MV M MÁRQUEZ Honda 1:23.251 186.7 km/h


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.