MotoGP
05/10/2018 01:29

Márquez descarta problemas na relação com Lorenzo após acidente em Aragão: “Cada um tem sua opinião”

Marc Márquez não guarda rancores das declarações de Jorge Lorenzo após o acidente na largada do GP de Aragão. O espanhol afirmou que as palavras que importam foram as ditas durante a ligação feita na segunda-feira pós-acidente, e que entende que cada um tem sua opinião
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Lorenzo e Márquez se cumprimentam após a corrida (Foto: Michelin)
Marc Márquez não tem qualquer problema com seu futuro companheiro de equipe Jorge Lorenzo. O espanhol contou que com a ligação após o GP de Aragão, tudo ficou em pratos limpos, apesar dos dois pilotos divergirem de opiniões.
 
Na largada do GP espanhol, o titular da Honda e o titular da Ducati se envolveram em um enrosco ainda na curva 1, com o #99 levando a pior. Sendo arremessado da moto, acabou deslocando o dedão e fraturando o segundo dedo do pé direito.
 
Com isso, ficou fora da corrida em Aragão e, apesar de liberado para correr na Tailândia, neste final de semana, ainda não está 100% curado. Lorenzo, inclusive, não poupou as críticas em cima de Márquez, responsabilizando o tetracampeão pelo episódio.
Marc Márquez (Foto: Repsol)
Mas para o piloto de Cervera, tudo já está no passado, ainda mais depois da ligação feita para Jorge um dia depois do acidente. “Já falei com ele, liguei para ele na segunda-feira justamente para saber como estava seu estado”, contou.
 
“Eu me importo com meu futuro companheiro de equipe, mas, fora isso, ele tem sua opinião e eu tenho a minha – primeira curva, incidente de corrida. Eu não entendo para que falar mais disso”, continuou.
 
Mesmo com tantas críticas de Lorenzo, tanto em Aragão quanto em Buriram, Márquez descarta qualquer rusga entre eles. “Não, falo com ele e ele não diz a mesma coisa. Eu me importo mais do que foi dito no telefone. Então tudo está ok”, encerrou.
 
Márquez sustenta uma vantagem de 72 pontos na liderança da classificação. Um resultado positivo na Tailândia já pavimenta o caminho para o piloto conseguir o título em Motegi, no Japão. No primeiro treino livre, o espanhol terminou como o quinto mais veloz do pelotão.