MotoGP

Márquez destrói recorde de Losail e põe Honda na ponta no segundo treino da MotoGP. Rossi é só 17º

Marc Márquez achou o momento ideal para fazer sua melhor volta nesta sexta-feira (8) e assegurou a liderança com a marca recorde de 1min53s380. 0s474 mais lento, Maverick Viñales ficou com o segundo posto, com Jack Miller fechando o top-3. Líder do TL1, Valentino Rossi foi só 17º no atividade desta noite

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo
GUIA 2019
🏁 MotoGP abre 2019 imprevisível e com promessa de alta competitividade
🏁 Por equilíbrio, MotoGP introduz mudanças aerodinâmica e eletrônica
🏁 Yamaha mostra evolução. Mas a dúvida permanece: é o suficiente?
🏁 Ducati sai da pré-temporada forte e vê chance de recuperar título
🏁 Honda carrega mistério: Márquez e Lorenzo vão se aguentar sem brigas?
🏁 Após anos de 'chove e não molha', Suzuki vê chance de dar próximo passo
🏁 KTM tem Pedrosa como trunfo e chance de acelerar evolução da RC16
🏁 Aprilia mira evolução e busca recuperação após 2018 decepcionante
🏁 Moto2 tem motor Triumph, mudança na classificação e classe talentosa
🏁 Moto3 traz nova classificação, volta de Fenati, time de Biaggi e promessa Öncü
🏁 Até com Gibernau, Mundial estreia Copa do Mundo de MotoE em 2019

Não restam mais dúvidas de Marc Márquez está fisicamente recuperado. Nesta sexta-feira (8), o #93 achou o momento ideal para cravar sua melhor marca e, além de destruir o recorde de Losail, deixou a Honda no topo da folha de tempos.
 
Com 1min53s380 na melhor de suas 18 voltas, Márquez fechou o dia com 0s474 de vantagem para Maverick Viñales, o segundo colocado. O piloto de Cervera, aliás, fez sua melhor marca usando o #12 como referência.
Marc Márquez (Foto: Reprodução)
0s528 mais lento que Marc, Jack Miller ficou com o terceiro tempo, à frente de Danilo Petrucci. Confirmando a boa performance exibida nos testes, Fabio Quartararo ficou em quinto, seguido por Andrea Dovizioso.
 
Franco Morbidelli sofreu uma queda na sessão, mas conseguiu voltar para a pista para assegurar o sétimo tempo, à frente de Álex Rins, Aleix Espargaró e Joan Mir.

Jorge Lorenzo ficou a 0s026 do top-10, mas teve de se contentar com o 11º posto, logo à frente de Takaaki Nakagami e Cal Crutchlow, também equipados pela Honda.
 
Líder na primeira sessão do dia, Valentino Rossi foi só 17º. O #46 fez a melhor de suas 16 voltas em 1min55s137, 1s757 mais lento que o ponteiro. Assim, é bastante provável que o italiano tenha de passar pelo Q1.

Enquanto Aleix colocou a Aprilia no top-10, Andrea Iannone fez uma sessão para lá de discreta. Com a melhor de suas 16 voltas em 1min55s432, o #29 ficou só em 19º, à frente do estreante Miguel Oliveira. 
 
❀ Tatiana Calderón – pilota de testes da Alfa Romeo e primeira mulher a correr na F2
❀ Bruna Tomaselli - do kart em Santa Catarina à seleção na W Series e no Road to Indy
 Laia Sanz – multicampeã de Trial e enduro e ‘rainha’ do Rali Dakar
❀ Jutta Kleinschmidt - primeira mulher a vencer uma especial e a conquistar o Rali Dakar

Saiba como foi o segundo treino da MotoGP em Losail:
 
O início do segundo treino da MotoGP foi atrasado por conta das condições de pista. Os fiscais quiseram verificar a situação após o treino da Moto2, mas logo deram o ok para o início das atividades desta noite. Quando a pista foi liberada, os termômetros marcavam 22°C, com a velocidade do vento chegando em 3 km/h.
 
Com 1min56s132, Rins abriu a sessão no topo da tabela, com Rossi e Bagnaia aparecendo na sequência. Na passagem seguinte, Márquez tomou a ponta, 0s401 melhor que Petrucci. 0s018 melhor que o #9, Quartararo apareceu para se instalar atrás do #93.
 
Ainda com Marc na ponta, Dovizioso foi a 1min55s064 e assumiu o segundo posto, 0s196 arás do #93. Pouco depois, Petrucci tomou brevemente a ponta, mas acabou batido pelo campeão vigente por só 0s080. Viñales ocupava o quarto posto.
 
Destaque na pré-temporada, Quartararo saltou para o terceiro posto, 0s159 mais lento que o líder. Segundo melhor entre os estreantes, Bagnaia tinha o nono posto.
 
Antes de um pelotão seguir rumo aos boxes, Morbidelli avançou para a sétima colocação, 0s045 melhor que Aleix Espargaró, que tinha levado a Aprilia para a sétima colocação.

Restando pouco menos de 24 minutos para o fim, Franco sofreu uma queda na curva um e acabou com a M1 destruída. O #21, porém, escapou sem maiores lesões.
 
Antes disso, Márquez deu um sustinho em Tito Rabat ao mergulhar por dentro da curva para passar o amigo.

Restando menos de 15 minutos para o fim, Mir apareceu com um par de pneus macios para anotar 1min54s433 e assumir a ponta, 0s334 melhor que Márquez. Com um calçado macio apenas na traseira, Cal Crutchlow pulou para terceiro, cortando para 0s019 a margem do #36.
 
Com 1min54s394, Jack Miller também aproveitou os calçados macios para tomar a ponta, superando Mir por 0s039. Crutchlow, Rins e Márquez vinham na sequência.
 
Com a moto reserva, Morbidelli também usou os pneus macios para assumir a sétima colocação, 0s457 atrás do líder. O #21 fez uma nova tentativa e, desta vez, pulou para a ponta, 0s119 melhor que Miller.
 
A alegria do #21, entretanto, durou pouco, já que Dovizioso, também com os pneus mais moles disponíveis, assumiu a ponta após passar 0s019 melhor.
 
Nesta reta final da sessão, os tempos vinham caindo bem, já que os pilotos tinham de garantir boas marcas para já assegurar espaço direto no Q2.
 
Assim, Márquez foi a 1min53s380 e tomou a ponta, destruindo por 0s876 o tempo de Andrea. O #93 fez o giro rodando atrás de Viñales, que subiu para segundo, 0s474 mais lento. Miller voltou para terceiro, seguido por Quartararo, Dovizioso, Morbidelli, Mir, Crutchlow, Nakagami e Rins. 
 
1s048 mais lento que o companheiro de equipe, Lorenzo saltou para a nona colocação, seguido por Nakagami.
 
Petrucci também conseguiu melhorar e subiu para a quarta colocação, 0s528 atrás de Márquez.
 


MotoGP 2019, GP do Catar, Losail, treino livre 2:

1 M MÁRQUEZ Honda 1:53.380  
2 M VIÑALES Yamaha 1:53.854 +0.474
3 J MILLER Pramac Ducati 1:53.908 +0.528
4 D PETRUCCI Ducati 1:54.053 +0.673
5 F QUARTARARO SIC Yamaha 1:54.154 +0.774
6 A DOVIZIOSO Ducati 1:54.256 +0.876
7 F MORBIDELLI SIC Yamaha 1:54.275 +0.895
8 A RINS Suzuki 1:54.320 +0.940
9 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:54.367 +0.987
10 J MIR Suzuki 1:54.402 +1.022
11 J LORENZO Honda 1:54.428 +1.048
12 T NAKAGAMI LCR Honda 1:54.444 +1.064
13 C CRUTCHLOW LCR Honda 1:54.452 +1.072
14 F BAGNAIA Pramac Ducati 1:54.801 +1.421
15 T RABAT Avintia Ducati 1:55.032 +1.652
16 P ESPARGARÓ KTM 1:55.137 +1.757
17 V ROSSI Yamaha 1:55.412 +2.032
18 J ZARCO KTM 1:55.432 +2.052
19 A IANNONE Aprilia Gresini 1:55.635 +2.255
20 M OLIVEIRA Tech3 KTM 1:55.654 +2.274
21 K ABRAHAM Avintia Ducati 1:56.437 +3.057
22 H SYAHRIN Tech3 KTM 1:56.834 +3.454
23 B SMITH Aprilia Gresini 1:56.834 +3.454