Márquez domina e crava oitava pole do ano em Phillip Island. Líder da MotoGP, Rossi larga apenas em sétimo

Marc Márquez reafirmou seu domínio em Phillip Island e conquistou sua oitava pole na temporada 2015 da MotoGP. Andrea Iannone garantiu o segundo posto do grid, à frente de Jorge Lorenzo. Valentino Rossi ficou apenas com o sétimo posto

A cobertura completa do GP da Austrália no GRANDE PRÊMIO

Marc Márquez está fora da briga pelo título, mas nem por isso vai deixar de apresentar todas suas armas em Phillip Island. Neste sábado (17), o espanhol mostrou toda sua força e conquistou a oitava pole do ano ao cravar 1min28s364.

 
Confirmando o excelente desempenho apresentado ao longo dos treinos livres, Márquez não encontrou rivais na pista de Victoria e nem mesmo um erro o impediu de conquistar a pole em um circuito onde jamais pontuou desde a estreia na MotoGP.
 
A segunda posição no grid ficou com Andrea Iannone, que se beneficiou enormemente do vácuo de Jorge Lorenzo. Os pilotos de Ducati e Yamaha empataram em 1min28s680, mas foi o italiano que ficou com a posição intermediária da primeira fila, já que o critério de desempate é a segunda volta mais veloz — feita no rastro do #99.
Marc Márquez fez sua oitava pole no ano (Foto: Repsol)
Dani Pedrosa chegou a se colocar na primeira fila nos instantes finais, mas vai largar em quarto, à frente de Cal Crutchlow. Confirmando sua excelente performance na Austrália, apesar do déficit de velocidade da Suzuki, Maverick Viñales ficou com o sexto posto.
 
Com seu melhor giro em 1min29s014, Valentino Rossi ficou apenas em sétimo. O italiano chegou a cravar boas parciais nos instantes finais, mas pegou muito trânsito pelo caminho, perdendo tempo demais no trecho final da pista.
 
Aleix e Pol Espargaró aparecem logo atrás, com Andrea Dovizioso completando a lista dos dez primeiros no grid.
 
Márquez sobra lidera quarto treino em Phillip Island
 
O sol seguiu brilhando em Phillip Island na tarde deste sábado, elevando as temperaturas. Na hora do quarto treino livrem os termômetros marcavam 17°C, com a pista chegando aos 38°C. A velocidade dos ventos estava em 29 km/h.
 
Ainda nos primeiros instantes da sessão, Bradley Smith sofreu uma forte queda no hairpin Honda, mas não se machucou com seriedade. Um tombo atípico para o piloto da Tech3.
 
Com 1min30s394, Marc Márquez abriu a sessão no tombo da tabela, 0s109 à frente de Jorge Lorenzo. Maverick Viñales vinha na sequência, seguido por Andrea Iannone, Scott Redding e Valentino Rossi.
 
Na sequência, Rossi virou em 1min30s277 e assumiu a liderança, mas caiu para segundo logo depois, com Márquez virando 0s536 melhor. Na sequência, Iannone e Dovizioso subiram para segundo e terceiro. 0s316 mais lento que Márquez, Lorenzo tomou a segunda colocação.
 
Márquez logo baixou para 1min29s462, abrindo 0s595 de margem para Lorenzo. Pol Espargaró agora vinha em terceiro, seguido por Iannone, Dovizioso, Rossi, Crutchlow, Pedrosa, Viñales e Redding.
Maverick Viñales chamou atenção com sua performance em Phillip Island (Foto: Suzuki)
Antes da parada nos boxes em meados da sessão, Pedrosa subiu para o sexto lugar, seguido por Crutchlow, que foi 0s015 mais rápido que Rossi. Aleix Espargaró vinha em nono, seguido pelo companheiro de Suzuki.
 
De volta à pista, Aleix cravou 1min30s166 e assumiu o quinto posto, 0s704 atrás de Márquez. Na sequência, o espanhol foi ainda melhor e pulou para terceiro, 0s143 à frente do irmão caçula.
 
Restando cerca de sete minutos para o fim da sessão, Márquez seguia no topo da tabela, 0s402 à frente de Lorenzo. Aleix e Pol vinham na sequência, com Iannone, Dovizioso, Pedrosa, Crutchlow, Rossi e Petrucci completando o top-10.
 
Muito bem em Phillip Island apesar do déficit de velocidade da Suzuki, Viñales baixou sua marca para 1min30s291 e assumiu o décimo posto, 1s046 atrás de Márquez, que tinha acabado de melhorar seu registro.
 
Na sequência, foi a vez de Rossi melhorar. O italiano anotou 1min30s108 e subiu para a sexta colocação, 0863 atrás do líder.
 
Mais adiante, Iannone superou Aleix Espargaró por 0s085 e passou a ocupar o terceiro posto, atrás de Lorenzo. 
 
Com um pneu traseiro macio na GSX-RR, Viñales foi excelente na primeira parcial de Phillip Island e conseguiu subir para a nona colocação, reduzindo para 1s001 seu atraso em relação a Márquez. 
 
Com o fim dos trinta minutos de sessão, ninguém superou a marca de Márquez, que ficou com a liderança do TL4. 0s619 mais lento, Lorenzo foi segundo, seguido por Iannone, Aleix e Pol Espargaró, Rossi, Pedrosa, Dovizioso, Viñales e Crutchlow.
Em disputa familiar, Pol e Aleix Espargaró avançam ao Q2
 
Como estabelecido pelo resultado combinado das primeiras três sessões de treinos livres em Phillip Island, Aleix Espargaró, Danilo Petrucci, Jack Miller, Héctor Barberá, Nicky Hayden, Pol Espargaró, Álvaro Bautista, Yonny Hernández, Eugene Laverty, Loris Baz, Mike di Meglio, Stefan Bradl, Anthony West, Toni Elías e Damian Cudlin são os participantes do Q1 deste sábado — desses, apenas o #44 não tinha direito ao pneu traseiro macio.
 
Quando a primeira volta foi registrada na Austrália, foi Pol Espargaró quem surgiu na ponta, com 1min29s886. 0s249 mais lento, Hernández vinha em segundo, à frente de Aleix. Pouco depois, Miller virou em 1min30s104 e subiu para a terceira colocação, mas logo caiu para quarto. 
 
Pol melhorou e se manteve na ponta, agora com apenas 0s050 de margem para Aleix, o segundo colocado. 0s360 atrás do #41, Petrucci tinha o terceiro tempo. 
 
Na metade da sessão, os pilotos partiram para os boxes. Pol e Aleix tinham a ponta da tabela, à frente de Petrucci, Miller e Hernández.
Nicky Hayden vai ser o 22º piloto a entrar na lista de lendas da MotoGP (Foto: Aspar)
Relativamente garantido na sessão seguinte, Pol não tinha pressa em deixar os boxes da Tech3. A moto estava na frente do pit-lane, mas com os cobertores de pneus colocados.
 
No retorno à pista, Bautista baixou para 1min30s147 e subiu para a sétima colocação. A Aprilia segue trabalhando em Noale para colocar uma MotoGP ‘de verdade’ no grid de 2016. A RS-GP deste ano é considerada uma moto experimental pela fábrica italiana.
 
Confortável com seu tempo de volta, Pol não tinha deixado os boxes da Tech3 quando os rivais tocaram a barreira de 2 minutos para o fim da sessão. O irmão, Aleix, entretanto, estava se empenhando para tirar do caçula a melhor marca da sessão.
 
Apesar do esforço de Aleix, a sessão terminou com Pol no topo da tabela, 0s050 à frente do irmão. Petrucci, por sua vez, vai largar em 13º, seguido por Barberá, Miller, Laverty, Hernández, Bautista, Baz, Hayden, Bradl, Di Meglio, West, Elías e Cudlin. 

Márquez sobra e fica com pole
 
Depois de se queixar por ser seguido por Rossi na saída do pit-lane de Motegi, Lorenzo mudou a estratégia e foi o último a entrar na pista na Austrália. Para a sessão classificatória, todos os pilotos foram para a pista com o pneu assimétrico dianteiro.
 
Quando todos os 12 pilotos completaram seu primeiro giro, foi Márquez quem apareceu no topo tabela, com 1min28s731. 0s303 mais lento, Lorenzo era o segundo, à frente de Aleix, Viñales, Redding e Rossi.
 
Pouco depois de marcar seu tempo, Márquez seguiu para os boxes da Honda. Enquanto isso, Aleix saltou para a segunda colocação, 0s284 mais lento que o #93. Lorenzo vinha em terceiro, seguido por Iannone e Pol.
Jorge Lorenzo ficou bastante contrariado por ser seguido por Iannone (Foto: Yamaha)
Nos boxes, Márquez trocou de RC213V. Enquanto isso, Rossi vinha em bom giro, mas perdeu muito na parcial final e não conseguiu avançar do sétimo posto.
 
Logo em seguida, perto da marca de oito minutos para o fim, a maioria dos pilotos partiu para os boxes. Márquez liderava, com Aleix, Lorenzo, Iannone, Pol, Pedrosa, Rossi, Crutchlow, Viñales e Redding fechando o top-10.
 
Assim que entrou na pista, Márquez começou uma boa volta, mas perdeu a frente da RC213V na Casey Stoner e abortou o giro, seguindo imediatamente para os boxes. O espanhol corre pouco após uma cirurgia na mão esquerda para reparar uma fratura. E os pontos abriram. 
 
Enquanto isso, Lorenzo vinha fazendo sua volta, seguido de perto pro Iannone. Nesse caso, o #99 não iria reclamar, mas apenas se Andrea ficasse entre ele e Rossi. O que não aconteceu. Ao menos por enquanto.
 
Com 1min28s821, Iannone assumiu o segundo posto, 0s090 atrás de Márquez. 0s018 mais lento, Lorenzo vinha em terceiro. 
 
Com dois minutos para o fim da sessão, Lorenzo passou pelos pits para tentar se livrar dos pilotos que o seguiam. Rossi, por sua vez, vinha com Dovizioso colado atrás.
 
Pouco depois, Viñales baixou para 1min28s932 e saltou para quinto, seguido por Rosi, que vinha 0s082 atrás.
 
Pouco antes da bandeirada, Márquez baixou para 1min28s364, ampliando para 0s457 sua vantagem para Iannone. Logo depois, já com o cronômetro travado, Dani subiu para segundo, 0s348 do atrás do companheiro. 
 
Iannone, então, respondeu e recuperou o segundo posto, com Lorenzo saltando para a terceira colocação. Rossi ficou apenas em sétimo.

MotoGP, GP da Austrália, Phillip Island, Grid de largada:

 
1
93
MARC MÁRQUEZ
ESP
HONDA
1:28.364
 
2
29
ANDREA IANNONE
ITA
 DUCATI
1:28.680
+0.316
3
99
JORGE LORENZO
ESP
YAMAHA
1:28.680
+0.316
4
26
DANI PEDROSA
ESP
HONDA
1:28.712
+0.348
5
35
CAL CRUTCHLOW
ING
LCR HONDA
1:28.912
+0.548
6
25
MAVERICK VIÑALES
ESP
SUZUKI
1:28.932
+0.568
7
46
VALENTINO ROSSI
ITA
YAMAHA
1:29.014
+0.650
8
41
ALEIX ESPARGARÓ
ESP
SUZUKI
1:29.015
+0.651
9
44
POL ESPARGARÓ
ESP
TECH3 YAMAHA
1:29.222
+0.858
10
4
ANDREA DOVIZIOSO
ITA
DUCATI
1:29.267
+0.903
11
45
SCOTT REDDING
ING
MARC VDS HONDA
1:29.499
+1.135
12
38
BRADLEY SMITH
ING
TECH3 YAMAHA
1:29.626
+1.262
13
9
DANILO PETRUCCI
ITA
PRAMAC DUCATI
1:29.918
+1.554
14
8
HECTOR BARBERÁ
ESP
AVINTIA DUCATI
1:30.064
+1.700
15
43
JACK MILLER
AUS
LCR HONDA
1:30.104
+1.740
16
50
EUGENE LAVERTY
IRN
ASPAR HONDA
1:30.105
+1.741
17
68
YONNY HERNÁNDEZ
COL
PRAMAC DUCATI
1:30.135
+1.771
18
19
ÁLVARO BAUTISTA
ESP
APRILIA GRESINI
1:30.147
+1.783
19
76
LORIS BAZ
FRA
FORWARD YAMAHA
1:30.173
+1.809
20
69
NICKY HAYDEN
EUA
ASPAR HONDA
1:30.376
+2.012
21
6
STEFAN BRADL
ALE
APRILIA GRESINI
1:30.634
+2.270
22
63
MIKE DI MEGLIO
FRA
AVINTIA DUCATI
1:30.959
+2.595
23
13
ANTHONY WEST
JAP
AB HONDA
1:31.205
+2.841
24
24
TONI ELÍAS
ESP
FORWARD YAMAHA
1:31.837
+3.473
25
55
DAMIAN CUDLIN
AUS
IODA ART
1:33.884
+5.520
 
 
 
 
 
 
 
RECORDE
MARC MÁRQUEZ
ESP
HONDA
1:28.108
181.7 km/h
MELHOR VOLTA
JORGE LORENZO
ESP
YAMAHA
1:27.899
182.1 km/h
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Condições do tempo
 
PISTA SECA
 
ar: 16ºC | pista: 41ºC

#GALERIA(5479)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube