Márquez testa nova moto da Honda na Espanha e sai frustrado com atualizações: “Não se adaptam ao meu estilo”

Marc Márquez e a Honda foram à pista do Circuito da Catalunha nesta terça-feira (7) com a intenção de ver o novo chassi em ação e saber o que fazer para que debutasse no GP da Holanda. Não vai rolar. Márquez não gostou e preferiu, ao menos por enquanto, ficar com a RC213V que vem usando

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A Honda teve um dia de frustrações em Barcelona. O teste que estava agendado para esta terça-feira (7) com Marc Márquez indo à pista para dar alguma rodagem às novidades da marca japonesa para o novo chassi não terminaram exatamente agradando o bicampeão mundial.

 
Depois do segundo lugar no final de semana, Márquez havia reiterado a importância óbvia do resto da temporada e, por isso, se atentar ao que precisa ser modificado na máquina. Mas os projetos da Honda precisarão ser ajustados para que se acertem ao principal piloto do time. Se a Honda queria ver a nova RC213V na pista em Assen, vai ter que esperar. Márquez vai ficar com a versão antiga
Marc Márquez (Foto: Divulgação/MotoGP)
“O que eu testei é melhor que o que temos em alguns pontos, mas em outros não se adapta ao meu estilo. Desta forma, teremos que seguir trabalhando para o futuro”, disse Marc ao jornal espanhol ‘AS’.
 
O novo escapamento e chassi eram as metas do teste. No fim das contas, Márquez admitiu que saiu frustrado. Não apenas pela melhora furada da Honda, mas pela evolução que a Yamaha apresentou. Caso o panorama não mude, as chances de título ficarão cada vez mais distantes.

Apesar da decepção, Márquez chega ao GP da Holanda como líder do Mundial. São 125 pontos contra 115 de Jorge Lorenzo e 103 do novo velho amigo Valentino Rossi.
 

PADDOCK GP #31 DEBATE F1, INDY E NASCAR

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube