Márquez vê necessidade de adaptação da Honda à Malásia, mas celebra: “Estamos perto de Lorenzo e Pedrosa”

A Honda até chegou a ficar na frente no treino livre da etapa de Sepang,nesta sexta-feira (23), mas não foi com Marc Márquez. Porém, apesar dos resultados, o piloto afirmou que a moto da equipe não tem se comportado mal, e celebrou o fato de estar perto de Jorge Lorenzo e Dani Pedrosa em questão de ritmo

Marc Márquez não foi o principal destaque da Honda neste primeiro dia de treinos da MotoGP em Sepang. Com seu melhor giro em 2min00s472, o espanhol fechou a sexta-feira (23) com a terceira marca, 0s226 atrás de Jorge Lorenzo, o líder dos trabalhos. Dani Pedrosa ficou com o segundo tempo.
 
Ao avaliar seu primeiro dia de atividades em Sepang, o espanhol afirmou que a Honda está tentando ajustar a moto para o circuito, apesar do desempenho não deixar a desejar. Ele ainda celebrou que está próximo de Jorge Lorenzo e Dani Pedrosa, os mais velozes do dia.
Marc Marquez (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
“É verdade que testamos aqui, mas agora é completamente diferente. Estamos trabalhando para adaptar o ajuste da moto a este circuito, apesar de termos saído com a base que usamos nos testes e não é tão ruim”, explicou.
 
“Parece que a aderência ainda não é a melhor, assim como no ano passado, mas estamos trabalhando duro e acredito que iremos melhorar gradualmente. A coisa importante é que estamos perto de Jorge e Dani, que são os com o melhor ritmo”, continuou.
 
“Vamos ver se amanhã podemos dar este passo adiante e tirar um décimo que precisamos para estarmos com eles”, encerrou o espanhol.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube