MotoGP

Márquez voa com slicks em pista úmida de Brno e iguala Doohan com 58ª pole

Marc Márquez decidiu arriscar com os pneus slicks em uma úmida pista de Brno e voou para conquistar a 58ª pole-position da carreira na MotoGP. Jack Miller ficou com o segundo posto, com Johann Zarco fazendo uma aparição surpreendente na primeira fila

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Marc Márquez voltou a desfilar seu talento. Desta vez, na pista úmida de Brno. Com uma breve trégua da chuva, o asfalto formou um trilho seco, e o #93, assim como muitos outros, optou por calçar os slicks para o ataque final à tabela de tempos. Apesar das condições difíceis, o piloto da Honda cravou 2min02s753 mesmo quando voltou a pingar e assegurou a sexta pole da temporada.
 
Na saída dos boxes na tarde deste sábado (3), os pneus de chuva foram protagonistas, com a dupla da KTM, que tinha passado pelo Q1, ditando o ritmo no início da sessão.
 
Na hora do pit-stop, os pneus lisos entraram em cena, apesar da ameaça de chuva que pairava no céu. Pol Espargaró, Andrea Dovizioso e Valentino Rossi foram os únicos que insistiram com os calçados de chuva.
Marc Márquez (Foto: Reprodução)
O #4, aliás, foi o primeiro a dar um grande salto na tabela, subindo para a segunda colocação, 0s239 mais lento que Johann Zarco, que tinha a pole provisória. Márquez, porém, vinha baixando suas parciais, mas a chuva tinha voltado a cair em Brno.
 
Ainda assim, Márquez seguiu firme até cravar 2min02s753 na última de suas sete voltas e garantir a pole com 2s524 de margem para Jack Miller, que caiu em sua tentativa final.
 
Em uma atuação surpreendente, Johann Zarco, que avançou ao Q2 pela primeira vez no ano, ficou mais 0s074 atrás e vão fechar a primeira fila do grid.
 
2s837 atrás de Márquez, Andrea Dovizioso ficou com o quarto posto, seguido por Pol Espargaró e Álex Rins, a melhor Suzuki. 
 
Com 2min06s233, Valentino Rossi foi a melhor Yamaha na classificação e vai largar em sétimo, 0s224 à frente de Danilo Petrucci. Maverick Viñales e Fabio Quartararo completam o top-10, escoltados por Cal Crutchlow e Franco Morbidelli.
 
Em um Q1 protagonizado pelo duo da KTM, Takaaki Nakagami ficou a 0s212 de uma vaga na fase final da classificação e vai largar em 13º, à frente de Francesco Bagnaia. Piloto de testes da Suzuki, Sylvain Guintoli vai largar em 15º, seguido por Miguel Oliveira, Stefan Bradl, Aleix Espargaró, Joan Mir e Karel Abraham. 
 
Em um fim de semana bastante duro, Andrea Iannone teve uma tarde para esquecer. O piloto da Aprilia cravou 2min07s923 no piso molhado de Brno e ficou com o 23º e último posto do grid. O italiano foi 0s608 mais lento que Tito Rabat, o 22º.
 
O GP da Tchéquia de MotoGP está marcado para o domingo, às 9h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Paddockast #27
Schumacher e Vettel: UNIDOS POR UM RECORDE


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Márquez sobra na chuva para fechar TL4 na frente

Quando a MotoGP voltou para a pista na Tchéquia, a chuva insistia em cair e o asfalto estava ainda mais molhado. As temperaturas caindo, com o termômetro marcando 17ºC e o piso batendo os 21ºC.
 
Os últimos trinta minutos de treino livre começaram a rodar em Brno e não demorou para que os pilotos deixassem os boxes e fossem para o traçado para as voltas de instalação antes de marcarem os tempos.
 
Márquez foi o primeiro a anotar um giro rápido, mas rapidamente começou a ser superado, com diversos pilotos assumindo as primeiras colocações. Quem se estabeleceu como o mais veloz foi Miller com 2min06s401.
 
Mas logo Viñales trataria de superar o tempo do australiano em 0s024 para se colocar em primeiro. Petrucci, Márquez, Morbidelli, Rossi, Quartararo, Zarco, Crutchlow e Rins fechavam o top-10 do momento.
 
Com 15 minutos para o encerramento, Márquez tinha a melhor marca da sessão com 2min04s149. Viñales, Miller, Guintoli e Zarco eram os cinco mais velozes do treino, que tinha parte dos pilotos nos boxes.
 
Restando cinco minutos para a bandeira quadriculada, o titular da Honda ainda era o piloto a ser batido. Viñales sustentava o segundo tempo, com Petrucci, Zarco e Pol Espargaró fechando o rol dos cinco primeiros.
 
Com bandeira quadriculada e atividades encerradas, Márquez ainda baixou mais seu tempo fechando em 2min03s779. Viñales ficou em segundo, com Dovizioso, Petrucci e Miller fechando o top-5.

KTM brilha para avançar para fase final da classificação

Então, o primeiro grupo foi para a pista. Joan Mir, Takaaki Nakagami, Miguel Oliveira, Stefan Bradl, Aleix Espargaró, Tito Rabat, Sylvain Guintoli, Andrea Iannone, Hafizh Syahrin, Johann Zarco, Karel Abraham, Pol Espargaró e Francesco Bagnaia indo para brigar pelas duas últimas vagas.
 
Depois das primeiras voltas, os pilotos que asseguravam os lugares para a fase final da tomada de tempos eram Zarco e Nakagami. Mir, Oliveira, e Guintoli eram quem vinham na sequência da tabela.
 
Pol Espargaró tratou de bater a dupla da ponta para cravar 2min05s344 e ficar com a posição da ponta da folha de tempos. Johann era quem vinha em segundo, e nesse momento, a maior parte do pelotão estava nos boxes.
 
Com dois minutos para o fim, a ordem era Pol, Zarco, Bagnaia, Guintoli, Bradl, Oliveira, Nakagami, Mir, Aleix, Rabat, Abraham, Iannone e Syahrin.

Nos instantes finais, com bandeira quadriculada já tremulando, Zarco deu o bote para cravar 2min05s033 e ficar em primeiro. Apenas 0s020, Pol Espargaró, seu companheiro, foi o segundo e ficou com a segunda vaga do Q2.

Márquez voa com pneus slick para ficar com pole-position em Brno

A dupla iria agora se juntar a Quartararo, Márquez, Miller, Dovizioso, Viñales, Rins, Morbidelli, Crutchlow, Rossi e Petrucci para brigar pela a pole-position do GP da Tchéquia.
 
Não demorou para que os pilotos deixassem os boxes para irem para a pista, que estava com as condições começando a melhorar. Depois das voltas de instalação, os tempos começavam a pipocar e Zarco era o primeiro colocado do momento.
 
Com sete minutos para o fim, os pilotos começavam a ir para os boxes. Rins e Marc acabaram entrando juntos no pitlane, bastante próximos. O titular da Honda chegou até mesmo a dar uma leve empurrada no adversário.
 
Enquanto isso, na tabela, a ordem dos pilotos era Zarco, Pol Espargaró, Miller, Rins, Petrucci, Viñales, Quartararo, Márquez, Crutchlow, Dovizioso, Rossi e Morbidelli.

O tempo a ser batido era de Johann, com 2min05s351. Dovizioso tentou superar o francês, mas ficou apenas com a segunda colocação com 0s239 de desvantagem. Pol Espargaró era o terceiro.
 
A chuva começava a marcar presença mais uma vez no circuito tcheco, com a bandeira de condições molhadas sendo tremulada. E mesmo com pneus slick, o espanhol virou em 2min04s165 para ficar com a pole provisória.
 
Enquanto isso, Miller também tratou de fazer uma última volta voadora e 1s1 atrás do #93, ficou com o segundo posto. Zarco vinha para fechar a primeira fila. Enquanto isso, o #4 da Ducati estava parado.
 
E Márquez não estava satisfeito com o que tinha. Mesmo já com o primeiro posto garantido, o espanhol foi ainda mais ao limite e, ao fechar sua volta, baixou absurdamente seu tempo para 2min02s753. Enquanto isso, Jack foi ao chão.
 
Com isso, a ordem de largada em Brno é Márquez com impressionante vantagem de 2s5 na pole-position, com Jack Miller em segundo. Fechando a primeira fila vem Zarco, que conseguiu seu melhor resultado na KTM.  Dovizioso sai em quarto.
 
MotoGP 2019, GP da Tchéquia, Brno, Grid de largada:

1 M MÁRQUEZ Honda 2:02.753  
2 J MILLER Pramac Ducati 2:05.277 +2.524
3 J ZARCO KTM 2:05.351 +2.598
4 A DOVIZIOSO Ducati 2:05.590 +2.837
5 P ESPARGARÓ KTM 2:05.710 +2.957
6 A RINS Suzuki 2:06.172 +3.419
7 V ROSSI Yamaha 2:06.233 +3.480
8 D PETRUCCI Ducati 2:06.457 +3.704
9 M VIÑALES Yamaha 2:06.626 +3.873
10 F QUARTARARO SIC Yamaha 2:06.648 +3.895
11 C CRUTCHLOW LCR Honda 2:07.123 +4.370
12 F MORBIDELLI SIC Yamaha 2:09.404 +6.651
13 T NAKAGAMI LCR Honda 2:05.265 +2.512
14 F BAGNAIA Pramac Ducati 2:05.286 +2.533
15 S GUINTOLI Suzuki 2:05.551 +2.798
16 M OLIVEIRA Tech3 KTM 2:05.763 +3.010
17 S BRADL Honda 2:05.974 +3.221
18 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 2:06.284 +3.531
19 J MIR Suzuki 2:06.554 +3.801
20 K ABRAHAM Avintia Ducati 2:06.898 +4.145
21 H SYAHRIN Tech3 KTM 2:07.155 +4.402
22 T RABAT Avintia Ducati 2:07.315 +4.562
23 A IANNONE Aprilia Gresini 2:07.923 +5.170
         
REC D PEDROSA Honda 1:56.027 167.6  km/h
MV M MÁRQUEZ Honda 1:54.596 169.7 km/h
         
  Condições do tempo PISTA MOLHADA   ar: 20ºC | pista: 23ºC



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.