Médicos ainda avaliam necessidade de cirurgia, e Stoner é dúvida para etapa de Brno

A Honda confirmou nesta quarta-feira (22) que a participação de Casey Stoner no GP da República Tcheca de MotoGP ainda é dúvida. Especialistas australianos avaliam exames do bicampeão para determinar a necessidade de cirurgia

Casey Stoner ainda não está recuperado das lesões sofridas no tornozelo direito durante um acidente no treino classificatório para o GP de Indianápolis. No último sábado (18), o australiano sofreu uma forte queda no lendário circuito e, além de pequenas fraturas, rompeu os ligamentos do tornozelo.

Depois de tomar alguns analgésicos, Stoner conseguiu disputar a etapa de Indy, mas avaliou que as características do circuito o ajudaram a minimizar os efeitos da lesão.
 

Médicos avaliam se Stoner precisa ser operado para reparar lesões (Foto: Bridgestone)


“Não estou muito otimista para Brno depois de um fim de semana difícil em Indy”, disse. “A queda na classificação na semana passada me deixou com um problema sério no tornozelo e tivemos sorte de que Indy é um circuito com mais curvas para a esquerda, então muito do peso estava do outro lado, mas ainda tínhamos mudanças de direção que doíam muito”, contou.

“Em Brno há muitas mudanças de direção e muitas curvas para a direita, então haverá muito peso no meu tornozelo e será muito difícil”, previu. “É uma pena já que o circuito de Brno é dos que eu gosto porque é rápido e flui naturalmente, então eu vou descansar o máximo que puder esta semana e esperar para ver como me sinto quando chegar na pista na sexta-feira”, completou.

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, a Honda afirmou que a presença do piloto em Brno ainda é dúvida e contou que os médicos de Casey avaliam os resultados dos exames realizados no Hospital Metodista de Indianápolis para definir se ele precisará ser operado.

“Apesar de ter conseguido correr com o tornozelo bastante enfaixado – e conquistar uma formidável quarta colocação – ainda será confirmado se Casey vai precisar de uma cirurgia e seus médicos na Austrália estão avaliando os resultados da ressonância magnética”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube