Mesmo com tombo, Navarro supera Lüthi e coloca Speed Up na pole da Moto2 em Le Mans. Baldassarri é 7º

Apesar de ter sofrido uma queda na saída da curva 8, Jorge Navarro garantiu a pole-position para o GP da França de Moto2 com 0s078 de margem para Tom Lüthi, que também levou um tombo. Álex Márquez ficou em terceiro. Líder do Mundial, Lorenzo Baldassarri larga em sétimo

Jorge Navarro seguiu o ‘modelo Marc Márquez’ e cravou a pole em Le Mans mesmo após uma queda. Na piloto da Speed Up conseguiu superar Tom Lüthi por 0s078 para ficar com a posição de honra, com Álex Márquez aparecendo para fechar a primeira fila.
 
Ao longo do Q2, Navarro e Lüthi foram os desafiantes à pole. O suíço perdeu a chance com uma queda, mas Jorge se acidentou pouco depois, tendo de ir a pé para o parque fechado celebrar a marca de 1min49s055 que lhe rendeu a pole.
 
Único na primeira fila a ter se mantido de pé em todos os 15 minutos do Q2, Márquez foi 0s530 mais lento que o ponteiro e ficou 0s321 à frente de Mattia Pasini, que ficou em quarto apesar de também ter caído.
Jorge Navarro (Foto: Speed Up)
Com 1min50s232, Xavi Vierge ficou com o quinto posto, seguido por Andrea Locatelli. Líder do Mundial, Lorenzo Baldassarri avançou em sua penúltima volta para o sétimo posto, à frente de Brad Binder, Lukas Tulovic e Marcel Schrotter, que também caiu nesta tarde.
 
Por apenas 0s012, Luca Marini ficou na zona de corte do Q2 e, assim, vai largar em 19º, à frente de Fabio Di Giannantonio. Sam Lowes caiu ainda em sua primeira volta no Q1 e, mesmo de volta à pista, não conseguiu passar de 1min52s016. Assim, o #22 vai largar em 26º.
 

O GP da França de Moto2 está marcado para o domingo, às 7h20 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO.

Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #18: Fake News! As mentirinhas nada inocentes do esporte a motor

  Ouça no Spotify

  Ouça no iTunes

  Ouça no Android

  Ouça no playerFM

Lüthi comanda Q1 e avança com Dixon, Tulovic e Navarro
 
A primeira fase da classificação da Moto2 em Le Mans começou de forma tão traiçoeira quanto na MotoGP. Assim, os pilotos foram mais cautelosos nos primeiros minutos. E ninguém tentou os slicks. Com a pista ainda úmida e muita molhada em alguns trechos, o jeito foi usar os compostos de chuva. E comprovando o potencial de perigo, Sam Lowes foi ao chão logo no início, escorregando na curva 3. Ali ficou a esperança de tentar passar à parte decisiva.
 
A sessão demorou um pouco para conhecer os favoritos, até que Thomas Lüthi fez bom uso da experiência para se colocar na ponta. E foi com o tempo de 1min49s109 que o suíço garantir a passagem para o Q2.
 
Com a condição do circuito mudando a todo tempo, nomes favoritos acabaram de fora, e dois surpreendentes jovens surgiram fortes: Jake Dixon e Lukas Tulovic. Ambos foram capazes de permanecer na zona de classificação. Quem entrou nos momentos finais foi Jorge Navarro.
 
Luca Marini, irmão de Valentino Rossi, se viu na bolha e não pode avançar. Fabio Di Giannantonio e Steven Odendaal, que liderou o terceiro treino, apareceram na sequência.
Navarro cai, mas garante pole da Moto2 na França
 
Aprovados no Q1, Lüthi, Dixon, Tulovic e Navarro se juntaram aos 14 pilotos com melhor tempo no resultado combinado dos treinos livres para a disputa pela pole. 
 
Quando os 15 minutos começaram a contar, os 18 pilotos logo desceram o pit-lane para dar início à sessão. 
 
Com 1min50s306, Navarro foi o primeiro a ocupar a pole provisória, 1s420 melhor que Dixon, o segundo colocado. Na passagem seguinte, o #9 foi ainda melhor, ampliando sua margem para 1s6.
 
Na sequência, porém, Lüthi avançou para o segundo posto, reduzindo a margem de Jorge para 0s541. Márquez tinha o terceiro tempo, seguido por Dixon e Fernández.
 
Em meados da sessão, Marcel Schrotter, que tinha apenas o 11º tempo, sofreu uma queda na curva 3. O germânico não se machucou com gravidade, mas prejudicou a briga pela pole.
 
Enquanto isso, Lüthi foi a 1min49s133 e assumiu a ponta, 0s082 melhor que Navarro.  Pouco depois, porém, o suíço caiu ao perder a frente da Kalex. O suíço saiu ileso, mas a ponta da tabela, não: com 1min49s055, Navarro recuperou a liderança. 
 
Instantes depois, Mattia Pasini engordou a estatística de quedas com um tombo na curva 8.
 
Com o aumento da chuva, as mudanças na tabela seguiram acontecendo, mas não o bastante para tomar a ponta.

Moto2 2019, GP da França, Le Mans, Grid de largada:

1 J NAVARRO Speed UP 1:49.055  
2 T LÜTHI Intact Kalex 1:49.133 +0.078
3 A MÁRQUEZ Marc VDS Kalex 1:49.585 +0.530
4 M PASINI SIC Kalex 1:49.906 +0.851
5 X VIERGE Marc VDS Kalex 1:50.232 +1.177
6 A LOCATELLI Italtrans Kalex 1:50.315 +1.260
7 L BALDASSARRI PONS Kalex 1:50.726 +1.671
8 B BINDER Red Bull KTM Ajo 1:50.927 +1.872
9 L TULOVIC Kiefer KTM 1:51.042 +1.987
10 M SCHROTTER Intact Kalex 1:51.074 +2.019
11 J DIXON Angel Nieto KTM 1:51.082 +2.027
12 R GARDNER SAG Kalex 1:51.137 +2.082
13 J MARTÍN Red Bull KTM Ajo 1:51.145 +2.090
14 A FERNÁNDEZ PONS Kalex 1:51.233 +2.178
15 N BULEGA VR46 Kalex 1:52.085 +3.030
16 E BASTIANINI Italtrans Kalex 1:52.376 +3.321
17 B BENDSNEYDER RW NTS 1:52.505 +3.450
18 S CORSI Tasca Kalex 1:52.929 +3.874
19 L MARINI VR46 Kalex 1:49.748 +0.693
20 F DI GIANNANTONIO Speed UP 1:50.297 +1.242
21 S ODENDAAL RW NTS 1:50.571 +1.516
22 I LECUONA American KTM 1:50.972 +1.917
23 S CHANTRA Team Tady Kalex 1:50.981 +1.926
24 S MANZI Forward MV Agusta 1:51.313 +2.258
25 D AEGERTER Forward MV Agusta 1:51.855 +2.800
26 S LOWES Gresini Kalex 1:52.016 +2.961
27 M BEZZECCHI Tech3 KTM 1:52.268 +3.213
28 D PRATAMA Team Tady Kalex 1:52.355 +3.300
29 J ROBERTS American KTM 1:52.355 +3.300
30 X CARDELUS Angel Nieto KTM 1:53.385 +4.330
31 T NAGASHIMA SAG Kalex 1:53.937 +4.882
32 P OETTL Tech3 KTM 1:53.893 +4.838
         
REC F MORBIDELLI Marc VDS Kalex 1:36.836 155.5 km/h
MV F BAGNAIA VR46 Kalex 1:36.188 156.6 km/h
         
  Condições do tempo PISTA MOLHADA   ar: 14ºC | pista: 16ºC

#GALERIA(9758)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar