Michelin anuncia novos compostos de borracha nos pneus da MotoGP para 2024

Chefe da Michelin, Piero Taramasso celebrou o desempenho dos pneus na temporada passada e previu em 2024 de novos recordes na MotoGP. Dirigente anunciou novo composto de borracha nos pneus deste ano

A Michelin vai introduzir um novo composto de borracha nos pneus da temporada 2024 da MotoGP. Trata-se de um primeiro passo para uma mudança maior, já que, em 2025, a fábrica francesa vai lançar um novo pneu, com uma estrutura diferente.

Os calçados, porém, não são inéditos para os pilotos, uma vez que foram testados e “unanimemente aprovados” ao longo do ano passado.

De acordo com a montadora francesa, os pneus dianteiros têm muitos novos elementos na composição do composto, resultado de um novo processo de mistura. Os pneus dianteiros são mais rígidos do que no ano passado, já que a proposta é resistir melhor ao constante aumento de estresse na dianteira.

Para a traseira, a Michelin apontou uma nova tecnologia, que definiu como “ainda mais inovadora tanto em termos de composto quanto na técnica de mistura”. A meta é ter mais consistência na performance e reduzir o desgaste com o passar das voltas.

Pneu Michelin para MotoGP 2024 (Foto: Michelin)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Os pneus dianteiros e traseiros usam compostos com composições e métodos de fabricação diferentes.

“A temporada passada foi muito interessante, pois vimos uma redução no número de compostos e pneus e vimos que tudo funcionou muito bem”, disse Piero Taramasso, chefe da marca francesa. “Nós conseguimos com sucesso combinar nosso comprometimento ambiental com um nível extremo de esportividade, e os pilotos de GP quebraram 36 recordes de velocidade ou tempo de volta durante a temporada”, seguiu.

“Para 2024, estamos reiniciando todos os contadores, pois temos novos compostos de borracha e não temos dúvidas em relação à performance deles, já que foram testados e apreciados pelos pilotos durante as sessões de teste”, indicou. “O primeiro desafio que enfrentamos nesta temporada é mais industrial, pois, como estamos começando do zero, temos de produzir todos os pneus para toda a temporada. Como sempre, antecipamos o despacho para os países que vão receber as corridas, pois preferimos que nossos pneus sejam despachados de navio ao invés de avião, por questões como pegada ambiental e custo”, justificou.

“Depois de batalhas formidáveis que pontuaram a temporada 2023, estou convencido de que o campeonato de 2024 será igualmente empolgante, com novas equipes e motocicletas com tecnologias ainda mais avançadas, que vão colocar em destaque a qualidade dos nossos pneus”, acrescentou.

Taramasso destacou, também, que dois circuitos são desconhecidos: Sokol e Aragão. O primeiro pela previsão de estreia da pista do Cazaquistão e o segundo por causa de um total reasfaltamento.

“Tem dois circuitos que serão desconhecidos para nós: Sokol, no Cazaquistão, onde fizemos simulações, mas nunca corremos, e também Aragão, na Espanha, cujo layout conhecemos, mas cujo asfalto será refeito na primavera”, falou. “Nessas condições, todos os dados se tornam obsoletos e voltamos à fase de descoberta. No entanto, fizemos todos os preparativos para garantir que tudo corra bem. Mal podemos esperar pelo início da temporada”, encerrou.

MotoGP volta a acelerar entre 6 e 8 de fevereiro de 2024, com os testes de pré-temporada na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

LEIA TAMBÉM
📌 Pequena Gresini se posiciona entre gigantes, mas com missão árdua na MotoGP 2024
📌 Marini assume batata quente, mas acerta em se descolar do irmão e encarar Honda
📌 Bastianini assume responsabilidades, mas sabe: é tudo ou nada na MotoGP 2024
📌 Acosta chega como novo Marc Márquez na MotoGP: é justo com ele?
📌 MotoGP até cresce, mas ganhar terreno no campo global vai além de novo formato
📌 KTM avança, mas ainda distante de protagonismo na MotoGP: o que falta?

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.