Oliveira vê KTM com bom pacote na MotoGP e exalta “trabalho fantástico” de Pedrosa

Português considerou que cada detalhe conta na MotoGP atual e elogiou o trabalho feito pela equipe de testes, que se mantém atenta ao feedback dos pilotos ao longo de cada fim de semana

Vitória dominante de Oliveira e líder punido: assista aos melhores momentos do GP da Catalunha (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Miguel Oliveira elogiou o trabalho “fantástico” de Dani Pedrosa e de toda a equipe técnica da KTM na evolução da RC16. Vencedor do GP da Catalunha de domingo (6), o português considerou que a fábrica austríaca tem um bom pacote em mãos e ressaltou que, na MotoGP atual, cada mínimo detalhe conta.

Fabio Quartararo entrou na etapa de Barcelona como favorito, mas a corrida se desenrolou de forma bastante diferente. Oliveira liderou a maior parte da disputa e resistiu à pressão final de Johann Zarco para vencer pela primeira vez no ano ― e a terceira na carreira.

Miguel Oliveira avaliou que a KTM ainda perde para a Ducati em aceleração (Foto: KTM)

LEIA TAMBÉM
 Oliveira ratifica melhora da KTM com vitória impecável no GP da Catalunha
 Produção em série de talentos por Moto3 e Moto2 coloca pressão nos pilotos da MotoGP

Desde o GP da Itália, a marca de Mattighofen mostra uma reação considerável. Miguel, por exemplo, tinha somado apenas nove pontos nas primeiras cinco corridas do ano, mas conseguiu 45 nos dois últimos GPs, desde que a KTM introduziu um novo chassi.

“Todos estão dando o máximo na KTM para estarmos no topo com a moto em todos os aspectos. Agora nós temos um bom pacote e isso é algo que nos faltou no passado”, disse Oliveira. “Nossa moto não é mais a besta de 2019 e isso a torna mais amigável para guiar. Temos uma boa equipe e também estou falando dos pilotos, pois nós todos damos ótimas sugestões à fábrica. Espero continuar neste caminho até o fim do ano”, torceu.

Questionado sobre a contribuição de Dani Pedrosa com a evolução da RC16, o português considerou que o espanhol é peça chave nesse trabalho.

“Dani Pedrosa está fazendo um trabalho fantástico. Ele e toda a equipe de testes são muito atentos às nossas indicações. Todo o feedback do fim de semana vai para eles e eles fazem um trabalho fantástico”, elogiou. “Quando testei este novo chassi em Mugello, comparando com o antigo nos treinos, senti que era rápido com os dois. Acho que as duas soluções funcionam em volta rápida, mas esse chassi permite que estejamos mais tranquilos com o pneu traseiro. Essa é a diferença. Aí o fato é que na MotoGP todos os detalhes contam muito e nós temos sempre de fazer nosso melhor até com as pequenas coisas”, ponderou.

Miguel avaliou que ainda falta à RC16 o mesmo nível de potência da Ducati, mas considerou que tem um protótipo forte em mãos.

“Ainda não temos a velocidade para passar a Ducati na reta. Podemos ficar próximos, mas eles ainda são muito fortes em quinta e sexta [marcha]”, indicou. “Fiquei atrás de Fabio em um momento diferente da corrida. Ele era limpo, sabemos como a M1 se comporta. Acho que sem o problema com o macacão dele, ele teria terminado a corrida mais para frente”, opinou.

“Nós imediatamente vimos em Mugello que as novas peças nos ajudariam muito. Não posso entrar muito em detalhes, mas está claro que cada pequeno detalhe importa na MotoGP de hoje. Me sinto em boa forma, estou bem física e mentalmente, então só posso me sentir em ótima forma”, encerrou.

A MotoGP volta às pistas no próximo dia 20 de junho, para a disputa do GP da Alemanha, em Sachsenring, oitava etapa da temporada 2021. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar