Oliveira leva melhor em final agitado e lidera treino 2 na Alemanha. Marc Márquez é 12º

O piloto da KTM garantiu a liderança ao cravar 1min20s690, 0s220 melhor que Fabio Quartararo. Maverick Viñales fechou o top-3 de uma sessão que teve 18 pilotos no mesmo segundo do líder

Vitória dominante de Oliveira e líder punido: assista aos melhores momentos do GP da Catalunha (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Miguel Oliveira deu sequência à boa fase e colocou a KTM no topo da folha de tempos na tarde desta sexta-feira (18) na Alemanha. O português assegurou o melhor tempo do segundo treino livre ao entrar primeiro na casa de 1min20s em um fim de sessão para lá de agitado em Sachsenring.

Miguel foi um dos protagonistas da sessão, mas a liderança foi bastante disputada nos minutos finais. Ainda assim, o piloto da moto #88 garantiu a posição da ponta ao cravar 1min20s690 na 21ª das 23 voltas que completou, assegurando 0s220 de vantagem para Fabio Quartararo, o segundo colocado.

FATOS E CURIOSIDADES
⇝ GP da Alemanha de MotoGP

Miguel Oliveira foi o mais rápido nesta tarde na Alemanha (Foto: KTM)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Só 0s113 atrás do companheiro de Yamaha, Maverick Viñales ficou em terceiro, com Álex Rins aparecendo para ocupar a quarta colocação. Melhor Honda, Pol Espargaró acabou em quinto.

Takaaki Nakagami conquistou o sexto posto, na frente de Aleix Espargaró, Johann Zarco e Jack Miller. Franco Morbidelli fecha um top-10 separado por 0s538.

Líder desta manhã, Marc Márquez passou bastante tempo no topo, mas acabou em 12º, 0s601 atrás de Oliveira e só 0s002 melhor que Álex Márquez, o 13º.

A largada do GP da Alemanha, oitava etapa da temporada 2021, está marcada para as 9h (de Brasília). Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Saiba como foi o treino livre 2 da MotoGP em Sachsenring:

Tal qual aconteceu mais cedo, o treino vespertino da MotoGP começou com sol e tempo firme. Quando as motos foram para a pista, os termômetros mediam 31°C, com o asfalto chegando a 52°C. A velocidade do vento era de 3 km/h, com a umidade relativa do ar em 30%.

Miguel Oliveira foi o primeiro a surgir no topo da tabela da Alemanha e logo baixou para 1min21s823 para se manter no comando, 0s255 melhor que Álex Rins. Aleix Espargaró era o terceiro, com Jack Miller, Johann Zarco e Brad Binder fechando o top-6.

Ainda nos primeiros minutos da sessão, Luca Marini caiu na Quenckenberg, a última curva de Sachsenring. O italiano não se feriu e precisou da ajuda dos fiscais para levantar a moto.

Luca Marini caiu ainda no comecinho da sessão (Vídeo: MotoGP)

Enquanto isso, Marc Márquez foi a 1min21s687 e assumiu a liderança da sessão no traçado de Chemnitz, 0s136 melhor que Oliveira. Na sequência, o espanhol foi ainda mais veloz, ampliando para 0s167 a margem em relação ao português da KTM.

Miguel, porém, não entregou os pontos e imediatamente foi a 1min21s496 para voltar à liderança, 0s160 mais rápido que Marc. Petrucci vinha em terceiro, seguido por Viñales, Aleix e Zarco.

Ainda neste primeiro terço de sessão, Pol Espargaró sofreu a segunda queda do dia. Desta vez, o catalão tombou na curva 3, mas escapou de lesão. Embora tenha ficado bastante irritado.

Pol Espargaró sofreu a segunda queda do dia no início do TL2 (Vídeo: MotoGP)

Francesco Bagnaia, por outro lado, ia escalando na tabela. O italiano anotou 1min22s211 na oitava volta e se instalou em 11º, 0s715 atrás de Oliveira e só 0s024 mais lento que Jack Miller, o décimo. O australiano, aliás, também foi mais rápido e avançou para nono.

De volta à pista, Marini começou a ganhar terreno na tabela. Primeiro, se instalou em 11º e, em seguida, subiu para sétimo, 0s497 atrás de Oliveira. Companheiro de Avintia, Enea Bastianini vinha em 18º.

Instantes mais tarde, Luca, que tinha um pneu duro na dianteira, baixou para 1min21s645 e assumiu o segundo lugar, 0s149 mais lento que Oliveira. Marc Márquez caiu para terceiro, à frente de Aleix, Viñales, Petrucci, Zarco, Takaaki Nakagami, Rins e Miller.

Luca Marini apareceu como melhor Ducati em meados do TL2 (Vídeo: MotoGP)

Depois de algumas voltas de insistência, Marc Márquez chegou em 1min21s219 e assumiu a liderança da sessão, abrindo 0s205 de frente para Oliveira na Alemanha. Marini era o terceiro, seguido por Rins e Nakagami.

Com pouco mais de 12 minutos para o fim do treino vespertino, Valentino Rossi caiu na curva 1, mas escapou de lesões maiores. O italiano tinha o 17º tempo, 0s984 atrás do líder. O pelotão todo era coberto por 1s928, com Lorenzo Savadori 0s666 distante do penúltimo colocado, Jorge Martín.

Aproveitando o layout anti-horário de Sachsenring, Álex Rins pulou para terceiro pouco depois, 0s337 mais lento que Márquez. O espanhol volta à ativa neste fim de semana depois de perder o GP da Catalunha por quebrar o braço direito.

Valentino Rossi escapou de lesões no tombo na curva 1 (Foto: Reprodução)

Marini melhorou mais uma vez e pulou para terceiro, mas perdeu uma posição em seguida, já que Petrucci foi 0s106 mais lento que Márquez para assumir a segunda colocação.

Pouco depois, Nakagami registrou a marca de 1min21s131 e tomou a liderança de Márquez por 0s160, com Miller aparecendo para ser segundo colocado. Aleix avançou na sequência e passou Miller para ser 0s024 mais lento que o ponteiro.

Com 1min21s075, Quartararo assumiu a liderança, mas foi imediatamente superado por um Viñales 0s023 melhor. Com a maioria usando um pneu traseiro macio, Oliveira entrou na brincadeira e tomou a liderança na Alemanha com 1min20s690, 0s362 melhor que Maverick.

Miguel Oliveira ditou o ritmo na segunda sessão do dia em Sachsenring (Vídeo: MotoGP)

Pol Espargaró, então, saltou para a quarta colocação, à frente de Nakagami, Aleix, Miller, Petrucci, Marc Márquez, Brad Binder e Joan Mir.

Quartararo melhorou para ser segundo, baixando para 0s220 a vantagem de Miguel. O francês, aliás, era o segundo a rodar em 1min20s no fim de semana.

Já com o cronômetro zerado, Zarco avançou para oitavo, com Franco Morbidelli se instalando em décimo. Marini, por outro lado, sofreu uma nova queda, mas não se feriu.

LEIA TAMBÉM
 Oliveira ratifica melhora da KTM com vitória impecável no GP da Catalunha
 Produção em série de talentos por Moto3 e Moto2 coloca pressão nos pilotos da MotoGP
⇝ KTM foge do padrão e acerta ao oferecer contrato duradouro para Binder na MotoGP
⇝ Yamaha mostra insatisfação com forma de Viñales, mas dá 2ª chance e evita jogar toalha
⇝ Gardner ganha chance na MotoGP para consolidar evolução mostrada na Moto2
⇝ Longe das vitórias e em crise, Honda pode ter concessões na MotoGP em 2022?

MotoGP 2021, GP da Alemanha, Sachsenring, Treino Livre 2:

1M OLIVEIRAKTM1:20.690 
2F QUARTARAROYamaha1:20.910+0.220
3M VIÑALESYamaha1:21.023+0.333
4A RINSSuzuki1:21.077+0.387
5P ESPARGARÓHonda1:21.108+0.418
6T NAKAGAMILCR Honda1:21.131+0.441
7A ESPARGARÓAprilia Gresini1:21.143+0.453
8J ZARCOPramac Ducati1:21.181+0.491
9J MILLERDucati1:21.192+0.502
10F MORBIDELLISRT Yamaha1:21.228+0.538
11D PETRUCCITech3 KTM1:21.282+0.592
12M MÁRQUEZHonda1:21.291+0.601
13A MÁRQUEZLCR Honda1:21.293+0.603
14J MARTÍNPramac Ducati1:21.398+0.708
15B BINDERKTM1:21.426+0.736
16J MIRSuzuki1:21.453+0.763
17I LECUONATech3 KTM1:21.568+0.878
18L MARINIAvintia VR46 Ducati1:21.595+0.905
19E BASTIANINIAvintia Ducati1:21.702+1.012
20L SAVADORIAprilia Gresini1:21.878+1.188
21V ROSSISRT Yamaha1:21.968+1.278
22F BAGNAIADucati1:22.211+1.521

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar